O que são os dentes sisos? Todo mundo precisa extraí-los?

Chamados também de “dentes do juízo”, os dentes sisos são os últimos a nascer e costumam aparecer já na vida adulta. Mas, ao contrário do que as pessoas pensam, eles não são nada mais que dentes molares, os terceiros; e que já não têm muita função em nossa mastigação.

É por isso, aliás, que nem todo mundo que já chegou à “idade do juízo”, ou seja, à vida adulta, tem ou terá os dentes sisos. Você é um desses sortudos?

Mas, se você ainda não sabe do que estamos falando e porque dois pares extras de molares podem ser tão temidos, a explicação é simples: os dentes sisos costuma nascer entre os 12 e os 25 anos, quando toda a dentição já está formada e costuma gerar muitas dores, desconfortos e podem até mesmo deixar você vai vulnerável a infecções, já que a gengiva pode ficar exposta por muito tempo.

Isso, claro, sem contar que, ao nascer, os dentes sisos podem empurrar os demais dentes, atrapalhando não só a parte estética, como também a mordida, a mastigação e até mesmo a dicção.

Quando os dentes sisos não são um problema

Agora, se você ficou com medo, fique sabendo que nem tudo é tão ruim assim. Nem sempre é preciso extrair os dentes sisos. Existem pessoas, por exemplo, que contam com mais espaço na boca, permitindo que os terceiros molares nasçam sem mais problemas.

Abaixo você confere em que casos os dentes sisos não precisam ser extraídos:

  • Se estiverem saudáveis, sem cáries; e se as gengivas ao redor não estiverem inflamadas;
  • Se saíram totalmente pela gengiva;
  • Se estiverem bem posicionados, sem atrapalhar o funcionamento dos demais dentes;
  • Se a pessoa não tiver dificuldade de escová-los.

Quando é preciso extrair os dentes sisos

Agora, se você está se perguntando se os seus dentes sisos precisam ser extraídos, provavelmente a resposta é “não”. Caso eles precisassem você teria certeza disso, já que eles podem trazer muitos problemas.

De forma geral, eles precisam ser extraídos:

  • Se estarem totalmente escondidos pelas gengivas e não conseguirem sair. A extração impede a formação de cistos que podem destruir as raízes dos dentes próximos;
  • Se estiverem parcialmente visíveis, já que a escovação fica prejudicada e acabar levando ao acúmulo de bactérias. Isso pode causar um grande número de doenças bucais diferentes;
  • Se não tiver espaço suficiente para que eles nasçam. Isso pode acabar prejudicando os outros;
  • Se a pessoa sentir dor na região dos dentes do siso;
  • Se os tecidos moles em volta do dente infectarem;
  • Se as gengivas inflamarem;
  • Se os dentes ao lado tiverem cáries e estiverem comprometidos.

E então, depois de saber tanta coisa você acha que os dentes sisos podem ser um problema em sua vida? Ou você já precisou extraí-los?

Lembrando que o ideal é sempre ir ao dentista e acompanhar, por meio de radiografias, o nascimento de seus terceiros molares. Isso vai permitir ao seu dentista de confiança saber com antecedência se há espaço para seus sisos nascerem, se você poderá ter problemas envolvendo o crescimento dos dentes e assim por diante.

Outro ponto interessante a se ressaltar é que os profissionais da área recomendam que a extração dos dentes sisos seja feita o quanto antes. Isso porque depois dos 25 anos de idade, os tecidos ósseos já estão completamente formados, o que dificulta bastante a extração desses dentes problemáticos, sem contar que os tecidos demoram mais a cicatrizar.

Tiramos suas dúvidas? Agora, falando em dentes sisos, você pode ficar impressionado com o que temos para contar nessa outra matéria a seguir: 17 coisas que fazem de você um ser humano único e você não sabia.

Fonte: Incrível