Ciência & Tecnologia

O que significa wi-fi: origem do nome e da tecnologia

Ainda que a maioria das pessoas faça uso diário da tecnologia, saber o que significa wi-fi é um mistério para muita gente.

Por P.H Mota

O uso das tecnologias de internet sem fio já deixou de ser novidade há muito tempo, mas ainda assim para muitos não é claro o que significa wi-fi. O nome é uma abreviação de Wireless Fidelity e significa fidelidade sem fio.

A escolha do nome mistura o conceito de Wireless (do inglês sem fio) com o de Hi-Fi, termo que abrevia High Fidelity (ou Alta-fidelidade). Isso porque a escolha do nome buscava anunciar um tipo de conexão que garantia a fidelidade da comunicação, mesmo sem a utilização de cabos.

Assim como redes de televisão, rádio e celular, as redes de internet wi-fi utilizam ondas de rádio para funcionar. Geralmente elas são sinalizadas em ambientes e dispositivos a partir de um símbolo padrão, que representa as ondas de transmissão.

História do nome wi-fi

O que significa wi-fi: origem do nome e da tecnologia
Unsplash

Em 2005, um dos membros fundadores da Wi-Fi Alliance, Phil Belanger, revelou que apesar de inspiração em alguns termos em inglês, originalmente não havia definição para o que significa wi-fi.

Continua após a publicidade

Logo após desenvolver a tecnologia de conexão sem fios, a associação global de empresas procurar uma agência de marketing, a fim de desenvolver um nome mais atraente. Na época, o nome técnico oficial era IEEE 802.11 b Direct Sequence, o que não era atraente para o mercado.

A partir da relação com o termo Hi-Fi, a promoção do serviço utilizava a frase “o padrão para fidelidade sem fio”. Isso porque os membros do conselho não acreditavam no sucesso de um nome que não carregasse sentido e queriam que a associação existisse.

Continua após a publicidade

Mais tarde, entretanto, o grupo acabou removendo a frase por considerar a adição um erro.

Evolução da tecnologia

O que significa wi-fi: origem do nome e da tecnologia
Unsplash

A tecnologia Wi-Fi surgiu a partir da Wireless Ethernet Compatibility Alliance (hoje Wi-Fi Alliance), formada em setembro de 1999. Na época, o grupo continha seis empresas, mas atualmente já inclui cerca de 800.

Continua após a publicidade

Antes do desenvolvimento do sistema com ondas de radiofrequências entre 2 e 5 GHz, outras invenções ajudaram a levar à invenção. Entre elas, por exemplo, estava o trabalho de Hedy Lamarr.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a inventora – que também era atriz de Hollywood – desenvolveu um sistema de rádio que permitia o controle de torpedos não detectáveis pelo inimigo. Anos depois, a tecnologia permitiu o primeiro padrão de conexão wi-fi (IEEE 802.11) em 1997.

No início dos anos 70, a rede ALOHAnet, criada no Havaí, também mostrou que era possível desenvolver uma comunicação sem fios eficiente. Já em 1991, uma parceria entre as empresas AT&T e NCR ajudou a criar o WaveLan, um precursor do wi-fi que permitia conectar caixas registradoras.

Como funciona o wi-fi

O que significa wi-fi: origem do nome e da tecnologia
Unsplash

Além de esclarecer o que significa wi-fi, também vamos explorar como essa rede funciona. As ondas de rádio são transmitidas basicamente em duas frequências – 2.4 GHz e 5 GHz. Quando mais alta é a frequência, maior é a capacidade do sinal de carregar um volume maior de informações.

Continua após a publicidade

Para acessar a rede, então, basta que o dispositivo esteja dentro do raio de alcance do emissor do sinal. Esse é o trabalho do roteador, que recebe as informações a partir de cabo, linha telefônica ou ondas de rádio e decodifica isso para retransmitir em uma antena,

A transmissão wi-fi ocorre por meio do protocolo 802.11, que pode ser dividido entre os tipos a, b, g e n. A variação 802.11a é a mais eficiente entre os padrões comuns, já que tem a melhor frequência e uma velocidade até cinco vezes mais rápida do que as outras, chegando até 54 megabits por segundo. A 802.11b, por exemplo, tem um custo mais baixo e alcança até 11 megabits por segundo.

A versão 802.11g utiliza a mesma frequência que a b, 2.4 GHz, mas copia a técnica de divisão de sinal do padrão a, podendo alcançar os mesmos 54 megabits por segundo. Por causa disso, esse é o modelo de conexão wi-fi mais comum do mercado, atualmente.

O padrão 802.11n é o mais recente deles, tendo um sinal de transmissão que alcança até 140 megabits por segundo.

Continua após a publicidade

Fontes: BBC, Significados, TechTudo, tilt

Imagens: fontes

Próxima página »

Escolhidas para você