O que significam as manchas visíveis na superfície da Lua?

Se você é do tipo que adora contemplar o céu em noite de Lua cheia, provavelmente, já notou que existem algumas manchas na superfície da Lua que podem ser vistas a olho nu, de qualquer lugar da Terra. Mas, do que será que se tratam essas manchinhas? Será que elas têm natureza misteriosa?

Infelizmente, para quem gosta de fantasiar, a notícia é menos empolgante que parece: as manchas na superfície da Lua não têm nada de misticismo e não estão ligadas aos ETs.

Achou frustrante? Mesmo que sim, você deveria continuar lendo, já que esse é o tipo de informação perfeita para aquela conversa de bar com os amigos, sabe?

Escuras x claro na superfície da Lua

Conforme especialistas, as manchas escuras correspondem às áreas de lavas solidificadas na superfície do satélite, da época em que havia vulcões ativos por lá.

As manchas claras, por outro lado, correspondem ao que os cientistas chamam de terras altas. Elas são, basicamente, montes lunares, correspondentes aos altos picos que também temos na Terra, como os Pireneus e o Apeninos.

Sobre a coloração diferenciada, os especialistas explicam que se trata de uma parte da superfície da Lua de solo mais arenoso, o que dá essa impressão. O aspecto esbranquiçado, por outro lado, se trata de ilusão de ótica, gerada pelo contraste contra a escuridão do céu, à noite.

E aí, você tinha ideia de que essas manchinhas se tratavam de coisas tão simples? Agora, aproveitando que estamos falando sobre a Lua, não deixe de conferir também: Nasa encontra segunda Lua ao redor da Terra.

Fonte: Vix