O que um único pedaço de pizza faz dentro de seu corpo

Tem dias que não tem jeito. Bate mesmo aquela fome de gordices e aí, quanto mais calórica for a comida, melhor. Não é mesmo? E, nesses casos, é muito raro não vir à nossa cabeça aquela pizza maravilhosa, cheia de queijo e tudo mais de bom que puder vir por cima.

Mas, depois de cair de boca em sua pizza preferida, você já parou para pensar quais são os efeitos dela em seu corpo? Isso porque, por se tratar de um alimento tão gorduroso e rico e açúcares, o que ela pode fazer dentro de você é devastador, sabia?

Aliás, para refrescar sua memória, o que um único e simples pedaço de pizza pode fazer dentro de você é tão ou mais devastador que os efeitos de um Big Mac depois de 1 hora. Uma bela fatia de pizza também pode ser tão ruim quanto o que acontece em seu corpo depois de beber refrigerante. Sabia disso?

E, se você passou a vida inteira sem ter consciência do potencial devastador da pizza, fique sabendo que um pedaço inocente, sabor peperoni, por exemplo, pode fazer muitos estragos aí dentro. Em média, uma fatia dessa pizza tem 311 calorias, sendo 13,5 gramas de gordura e até 720 miligramas de sódio! Impressionante, não?

Agora veja o que um único pedaço de pizza faz dentro de seu corpo:

10 minutos

1

Depois de 10 minutos da primeira mordida em sua pizza, o alimento gorduroso aciona o centro de prazer de seu cérebro. Nesse momento, enzimas digestivas começam a ser produzidas e o carboidrato começa a ser transformado em açúcar em seu organismo.

15 minutos

2

Mais 5 minutos da primeira transformação da pizza dentro de seu organismo e o açúcar já chega à sua corrente sanguínea. É comum, nessa fase da digestão, que você se sinto lento e pesado. Gases também são produzidos nessa etapa, especialmente se você tem o costume de comer pizza rápido demais.

20 minutos

3

Até 20 minutos de sua primeira mordida, a pizza faz com que seus níveis de leptina aumentem. Esse hormônio é responsável por indicar que você deve parar de comer e permite que suas células absorvam a glicose da corrente sanguínea.

Como a maioria das pessoas não para nesse momento e, normalmente, opta por mais outros pedaços de pizza, o que acontece é que as células rejeitam o “combustível” disponível. Esse, por sua vez, é enviado ao fígado e é transformado em gordura.

30 minutos

4

Depois de meias hora, seu corpo começa a se sentir saciado. Mas, enquanto seu corpo trabalha para diferir a gordura do queijo e dos embutidos da pizza, seu nível de triglicérides aumentam. Se a quantidade desse tipo de gordura presente em seu sangue aumentar muito e for superior a 150 ml/dL em jejum, o risco de doenças cardíacas também aumentam consideravelmente.

Entre 45 minutos e 1 hora

5

Sua pressão aumenta. Isso pode ser um problema no caso dos hipertensos e de quem tem problemas cardíacos. Nesse período, outra reação é o controle dos níveis de leptina, o que faz você passar um tempo, mesmo que curto, sem pensar em comida.

3 a 4 horas

6

Isso depende muito do funcionamento de seu metabolismo, mas, na maioria dos casos, nessa etapa da digestão ocorre a normalização do açúcar no sangue. E sim, você pode voltar a sentir fome, porque tudo que sua pizza tinha a oferecer já foi oferecido. Mas, o risco é o nível de triglicérides, que ainda vai permanecer alto por mais algumas horas.

E, por falar em gordices, você precisa conferir também: 10 gordices mais calóricas do mundo.

Fonte: Cosmopolitan