Curiosidades

Parkour: o que é? Origem, manobras e benefícios da prática

Já ouviu ou conhece alguém que faz parkour? Se você ainda é leigo sobre a prática, leia e descubra mais sobre essa modalidade.

Por acaso você faz parte daquele grupo que não se identifica com musculação, nem crossfit e nem mesmo natação? Se sim, trouxemos então uma novidade para você: o parkour. Já ouviu falar? Se ainda não, você precisa saber que essa é uma modalidade que está conquistando cada vez mais espaço e adeptos no esporte.

Inclusive, essa atividade física pode ser ainda mais emocionante e também perfeita para você que procura formas de sair da rotina no meio de semana. Sobretudo, além de trabalhar o seu corpo com eficiência, essa modalidade também lhe garante muita diversão, e talvez alguns tombos também.

Além do mais, o Parkour oferece inúmeros benefícios, dentre eles você encontra melhorias no seu condicionamento físico, flexibilidade e coordenação. Ele proporciona também melhorias mentais, como consciência corporal, elevação da autoestima e disciplina.

E agora, se interessou? Então leia mais sobre o assunto.

Continua após a publicidade

O que é o parkour?

A priori, antes de você entender os objetivos dessa modalidade, é melhor que você entenda antes a palavra ‘parkour’. Assim sendo, traduzindo do francês, ela significa “percurso”. Aliás, o nome já diz muito sobre esse esporte ou expressão corporal, assim conhecido por alguns.

Basicamente, o principal objetivo dele é se deslocar de um ponto a outro. Porém, deve ser de modo rápido e direto. E, para conseguir isso, é preciso que todos os movimentos sejam feitos, literalmente, saltando ou correndo.

Além do mais, para ser feito com sucesso, você precisa ainda desviar de obstáculos como muros e carros. Essas manobras utilizam técnicas da ginástica olímpica e de artes marciais. Por isso, são um pouco perigosas.

Continua após a publicidade

Inclusive, são justamente essas manobras que fazem algumas pessoas sentirem tremenda insegurança de praticar essa modalidade. Até porque, é válido destacar que as pessoas que praticam esse esporte, geralmente não usam nenhum tipo de equipamento de segurança. Ou seja, eles se deslocam de um lugar para outro, usando apenas o corpo.

Porém, apesar de ser visto como uma atividade física de aventura, ela também se relaciona com desenvolvimento pessoal. Dentre esses desenvolvimentos, os praticantes de parkour (traceur), destacam como principal a superação de limites.

Inclusive, uma das principais observações para você que quer começar a praticar o parkour é não hesitar para não cometer erros fatais. Além do mais, você precisa aprender a controlar o seu medo primeiro.

História do parkour

Continua após a publicidade

Primeiramente, o parkour já existe há 40 anos, e foi criado em 1980, na França. Sobretudo, o seu pioneiro foi David Belle e os irmãos Yahn, Frederic Hnautra e David Malgogne. Basicamente, para criar o esporte, eles se inspiraram em técnicas de salvamento e fugas de emergência performadas por bombeiros, em especial seu pai, um veterano de guerra.

Após anos praticando e explorando as ruas de Paris, Belle e seus irmãos foram entendendo e tornando mais eficientes os seus movimentos. E, aos poucos, mais pessoas pelo mundo foram se interessando pela modalidade.

Assim sendo, com o desenvolvimento das técnicas e práticas dessa modalidade, o parkour passou a ser trabalhado não apenas nas ruas, mas também em diversas academias do mundo. Inclusive,  no Brasil, ele já vem se popularizando desde 2004.

Vale ressaltar que, para você que está apendendo, o melhor é procurar uma academia que ofereça essa prática. Até porque lá, eles poderão lhe oferecer mais segurança e também um acompanhamento personalizado, para depois você executar os movimentos em espaço aberto.

Continua após a publicidade

Filosofia de vida

A priori, como você já deve ter percebido, os praticantes dessa modalidade valorizam muito o crescimento pessoal e mental. Por isso, ela acaba virando também uma filosofia de vida, e uma ideologia própria.

Assim sendo, é importante destacarmos as duas principais frases que eles repetem para si mesmos. A primeira delas, é “Ser forte para ser útil”. Basicamente, essa frase quer dizer que você deve acumular todas as experiências adquiridas com a superação de obstáculos e barreiras. E, consequentemente, deve saber aplicá-las na vida. Ou seja, é importante que você saiba ser útil não apenas para si, mas para os outros ao seu redor.

Já, a segunda frase, é “Ser e durar”. Sobretudo, essa frase já se relaciona com o princípio do Parkour de que é preciso trabalhar o corpo para conseguir superar os obstáculos da vida. Basicamente, eles querem dizer que, ao treinar o corpo e a mente, o traceur (nome dado a quem pratica a modalidade) será capaz de superar qualquer coisa.

Continua após a publicidade

Além do mais, desmontando a frase podemos dizer que a palavra “ser” remete a força física, mental e emocional. Ou seja, é a resiliência intrínseca de todos os praticantes. Enquanto a palavra “durar” se trata da crença de que não se envelhece se sua mente continua jovem e disposta a evoluir constantemente.

Principais manobras do parkour

1- Escalada

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

A priori, essa manobra é feita em paredes e muros. Assim sendo, o traceur precisa ser ágil e atingir o obstáculo com o corpo em alta velocidade. Além do mais, ele precisará usar um dos pés em uma boa altura para dar o impulso vertical. Inclusive, com essa manobra um muro de três metros poderá ser escalado em um segundo.

2- Big jump

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

A priori, esse salto deve ser realizado de qualquer lugar que seja acima de 3 metros de altura. Aliás, ele pode ser também um salto muito longo em distância. Sobretudo, para amortecer o impacto, a queda deve ser seguida de uma cambalhota ou do uso das mãos como apoio.

Inclusive, essa manobra assim como todas as demais, o traceur deve cair com a ponta dos pés, para não forçar muito o corpo.

3- Tic tac

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

A priori, esse movimento é considerado por muitos como um básico. Pois, ele garante ao traceur mudar de direção com rapidez e eficiência. Sobretudo, essa manobra consiste em correr em direção à parede diagonalmente e mudar de direção após o contato com essa superfície.

Continua após a publicidade

Basicamente, para conseguir manusear essa manobra você deve apoiar um pé na parede para conseguir aderência e dar o passo na parede, girar o quadril na direção do caminho que se quer seguir e empurrar o corpo. Além do mais, normalmente, ele é feito em postes, lixeiras, árvores ou qualquer outro elemento que lhe dê apoio e o ajude a ganhar altura.

4- Salto de precisão

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Ao contrário da manobra Tic tac, essa aqui exige muito controle. Até porque, o traceur precisa saltar de um ponto a outro e ficar estático na aterrissagem. Inclusive, para conseguir fazer essa manobra você precisa levar os joelhos em direção ao peito e projetá-los para frente, para conseguir pousar de forma suave.

Sobretudo, essa manobra geralmente é treinada em obstáculos baixos para depois ser praticado em lugares mais perigosos. Até porque, após o salto de precisão, você aterrissa em um espaço restrito, e logo em seguida executa o pulo de forma correta e atenta.

Continua após a publicidade

5- Cat leap

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Sobretudo, essa manobra também é conhecida como “pulo do gato”. Assim sendo, essa manobra está relacionada com escalar muros ou superfícies verticais depois de um salto. Aliás, esse salto muitas vezes é usado quando o traceur precisa fazer um salto de precisão, mas a distância impede que ele chegue com os pés ao outro obstáculo.

Além do mais, para você conseguir fazer essa manobra você precisa encontrar uma parede um pouco inclinada e que não seja muito lisa para evitar que seus pés escorreguem. Assim sendo, você corre em direção à parede e aterrissa com os dois pés mais ou menos na altura da cintura e segura o topo com as mãos.

Vale destacar que você precisa ter cuidado para não inclinar o tronco para frente ou para trás para evitar desequilibrar o corpo e também aterrissar com os pés antes de grudar as mãos na parede.

Continua após a publicidade

6- Kink Kong Vault

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Basicamente, esse salto consiste na transposição de um obstáculo usando as mãos para impulsionar o corpo. Aliás, é exatamente como um gorila faria, tanto é que ele recebe esse nome, não é atoa. Sobretudo, esse salto é um tipo de vault (salto com as mãos).

Porém, ele é mais usado quando o atleta está em alta velocidade e com o corpo de frente para o obstáculo. Além do mais, esse tipo de salto pode te ajudar a alcançar longas distâncias.

7- Wall Run

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

Sobretudo, esse salto é também conhecido como passe muraille e consiste em uma técnica de escalar paredes. Assim sendo, para você conseguir realizar esse movimento, você precisa correr em direção a uma parede, pular e apoiar um pé na parede na mesma altura do quadril. Com o pé apoiado é preciso empurrar a parede durante o salto para cima.

8- Turn Vault

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Basicamente, esse movimento consiste em saltar e manter-se segurando o obstáculo em questão. Inclusive, a dica para você realizar esse movimento, é encontrar um corrimão ou uma barra que esteja à altura do quadril. Até porque, você precisará passar por cima da barra, e girar o corpo enquanto volta para o apoio da barra.

9- Monkey Vault

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

A priori, esse movimento é um dos responsáveis pela impressão de leveza e fluidez que acompanha os movimentos dos praticantes de Parkour. Inclusive, esse movimento consiste em pular obstáculos suavemente. Até porque, ele exige muita atenção aos detalhes.

Assim sendo, para você realizar é necessário estender os braços à frente e, agachado, apoiar o peso nas mãos e nos punhos em contato com o chão. Logo em seguida, você transfere as pernas para frente, entre os braços, e antes de tocar os pés no chão, você ergue os braços.

10- Rolamento

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

A priori, essa manobra, pode ser considerada como uma das mais importantes, para os iniciantes. Até porque, ela consegue amortecer quedas de 45 graus, por exemplo. Inclusive, para fazer aterrissagens de 90 graus é indicado aterrissar com agachamento, com o corpo inclinado para frente e os braços projetados à frente do corpo.

Continua após a publicidade

Benefícios do Parkour

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

A priori, o parkour além de ser uma forma de se exercitar, você consegue se divertir ao mesmo tempo. Além desses dois pontos positivos, essa prática pode também aprimorar sua respiração por meio da melhora do sistema cardiorrespiratório e também ele pode melhorar o seu sistema automotor.

Sobretudo, ele também serve para queimar calorias. E ainda trabalhar a resistência do corpo em conjunto com a mente, melhorando a concentração e desenvolvendo a coordenação motora. Além do mais, ele pode também servir como um calmante, reduzindo o seu estresse. Contudo, vale ressaltar que cada organismo conseguirá reagir de uma forma diferente, em relação ao esporte.

1- Consciência corporal

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

Basicamente, essa consciência se dá justamente pelo fato de no início todos os movimentos parecerem e serem um pouco complexos. Porém, após práticas e erros, o praticante começa a ver mais diversão, naturalidade e dinamismo nos movimentos.

Ou seja, o praticante começa a entender melhor os limites do seu próprio corpo, como por exemplo, o equilíbrio ideal das pernas para realizar os movimentos. Assim sendo, essa consciência após ser adquirida, ela pode ser também aplicada no dia a dia.

2- Limites individuais

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Sobretudo, esse esporte é extremamente desafiador, e mesmo você tendo a possibilidade de fazer com amigos, mesmo assim você ainda faz sozinho. Inclusive, você faz sem equipamentos e usa somente a força do seu próprio corpo, mesmo diante obstáculos extremos.

Continua após a publicidade

Portanto, após práticas, o traceur aumenta sua percepção dos seus próprios limites individuais. Além de aprender a ouvir o seu próprio corpo, entendendo seus objetivos e suas dificuldades e o que é melhor aprendendo a como lidar com eles.

3- Coordenação motora

A priori, isso se dá justamente pelo fato de o praticante não usar nenhum tipo de equipamento. Ou seja, para evitar lesões mais sérias, o praticante precisa ter uma coordenação. Assim sendo, ela está diretamente ligada à capacidade individual de usar os músculos de forma mais eficiente, natural e controlada.

4- Autoestima

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

Assim como qualquer atividade física, o parkour também pode melhorar aparentemente e de forma saudável o seu corpo. Sobretudo, essa prática por fazer com que suas pernas fiquem mais tonificadas, braços mais fortes, e sua região abdominal mais resistente faz com que você se sinta melhor com o seu corpo e consigo mesmo.

Além do mais, por ser um treino que exige muita prática e dedicação, faz com que cada resultado se torne uma conquista pessoal. Assim sendo essas conquistas com toda certeza promovem um bem-estar e uma sensação de orgulho próprio.

5- Flexibilidade

Basicamente, o parkour é uma atividade que se relaciona com à amplitude de movimento e à execução de alguns exercícios necessários durante o treino. Portanto, após algumas práticas você poderá colher resultados mais positivos, como por exemplo, a flexibilidade.

Continua após a publicidade

Vale ressaltar que o parkour além de aumentar a flexibilidade corporal, ele também consegue aumentar a mobilidade, melhorar a postura e a coordenação muscular.

6- Condicionamento físico

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Sobretudo, essa atividade consiste em treinos intensos, que inclusive, trabalham com todo o corpo, tanto as pernas, como também o tronco, os braços e a mente. Portanto, ele exige muita força, resistência e persistência.

Além do mais, o parkour proporciona uma grande queima de calorias. Como por exemplo, em um treino você consegue queimar em média 700 calorias em pouco menos de uma hora. Ou seja, mais do que na musculação e na natação, que queimam, em média, 500 calorias por hora.

Continua após a publicidade

7- Bem-estar

A priori, a sensação de bem-estar após um treino de parkour, é justamente a mesma que algumas pessoas sentem após realizar exercícios físicos. E isso ocorre justamente, pelo fato de atividades físicas estimularem a produção dos famosos hormônios do prazer, como a endorfina, dopamina, ocitocina e serotonina.

Inclusive, essas substâncias além de proporcionar um bem-estar, garante também uma melhora na saúde mental e emocional. Consequentemente, se relaciona com a autoestima, desenvolvimento pessoal, e a superação de obstáculos.

8- Disciplina

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

A priori, o praticante ganha mais disciplina, pois o parkour requer treinos constantes e consequentemente muita força de vontade para aprimorar os movimentos e as técnicas da modalidade. Portanto, o treino constante pode aumentar a disciplina do praticante. Pois, ele começará a ver com mais naturalidade a necessidade de se ter paciência e resiliência para conquistar os objetivos.

9- Diversão

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Claro, os praticantes acima de tudo se divertem muito nos momentos de prática. Até porque, alguns movimentos podem ser muito divertidos. Inclusive, os tombos que você ou os seus colegas podem acabar cometendo.

Cuidados necessários para praticar Parkour

1- Aquecimento

Continua após a publicidade

Assim como todo exercício físico, o parkour também exige que você aqueça antes de começar a praticar. Até porque, as manobras e os movimentos dessa modalidade exigem muito das pernas e dos braços. Portanto, alongando o seu corpo, você estará preparando para os movimentos.

2- Rolamento

Como já explicamos antes, é necessário que você aprenda primeiro a aterrissar, para depois experimentar os movimentos mais desafiadores desta prática. Até porque, as técnicas de rolamento podem prevenir lesões, evitar machucados e principalmente, podem te ajudar a proteger membros do seu corpo.

3- Roupas

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

A  priori, o parkour não exige nenhuma roupa específica. A única coisa que você precisa pensar é em não colocar roupas que limitem os seus movimentos. Porém, é recomendado que você use tênis, pois ele é mais confortável e munhequeiras para proteger os pulsos do contato com superfícies ásperas.

4- Consciência

Basicamente, se exige consciência pois, o praticante acima de tudo precisa entender que cada um tem seu tempo e ter paciência com os seus próprios limites. Portanto, é necessário que você busque evolução na prática, mas com sabedoria para não sair de lá todo machucado.

5- Acompanhamento

Parkour- Ideologia, origem, manobras e benefícios

Continua após a publicidade

Sobretudo, como você já percebeu o parkour é uma atividade um pouco perigosa, principalmente para os leigos. Portanto, é extremamente necessário que vocês pratiquem com pessoas mais experientes, ou até mesmo profissionais de academia que oferecem a modalidade.

Além do mais, é importante sempre aceitar ajuda e procurar dicas e apoio de quem já pratica há algum tempo.

Onde praticar?

A priori, é importante destacar que apesar desse exercício ter começado nas ruas, hoje em dia existe uma modalidade indoor que está conquistando cada vez mais adeptos e é extremamente aconselhada. Essa modalidade consiste no treino dentro de academias, que oferecem estrutura própria e com acompanhamento profissional.

Continua após a publicidade

Portanto, as estruturas dessa modalidade acabam sendo mais elaboradas, aumentando possibilidades de treinos e movimentos. Por isso, é mais aconselhável procurar por essas academias, do que fazer nas ruas mesmo. Até porque, nas ruas o perigo pode ser bem maior. Contudo, mesmo assim o meio urbano ainda é o mais utilizado para fazer essa modalidade.

O que achou da nossa matéria sobre a prática do parkour?

Confira mais matérias: Hobbies, 44 dicas para você aproveitar seu tempo livre

Fontes: News. Gympass, Super interessante

Continua após a publicidade

Imagens: News. Gympass, Super interessante, Youtube, Youtube, Britannica, FSToppers, Youtube, Go out side, Global, Rede Geek, Youtube, Fstoppers, The national, SP curiosos, The locker, Reuters, National Public radio, Wikipédia, Under the foot dance, CNA, Canon

Próxima página »

Escolhidas para você