Por que algumas pessoas têm um furinho perto da orelha?

Antes de mais nada, você precisa saber que isso não é uma cicatriz ou mesmo um buraquinho de piercing. Este furinho perto da orelha, que algumas raras pessoas têm, se chama fosseta pré-auricular ou sinus pré-auricular e seus “portadores” nascem com ele.

De acordo com pesquisadores da NRI Academy of Medical Science, na Índia, este traço genético ocorre em 0,1% a 0,9% da população mundial e costuma ser mais comum entre asiáticos e africanos. E, embora seja algo raro, o furinho perto da orelha não é algo novo para a medicina: conforme o site Business Insider, o sinus pré-auricular foi documentada pela primeira vez em 1864, por Van Heusinger. Ou seja, faz tempo, né?

2

O que é o furinho perto da orelha?

Conforme estudiosos, o furinho perto da orelha se trata de uma má formação, uma fusão incompleta das estruturas que dão origem aos arcos da orelha e aparece ainda durante a gestação do bebê. Mas, calma, esse furinho não costuma representar grandes problemas na vida das pessoas, pelo menos não na maioria dos casos.

4

No entanto, os menos sortudos podem sofrer com infecções causadas, principalmente, por bactérias do tipo estafilococos que surgem no local. Os sintomas, como é comum em infecções, são vermelhidão, inchaço, pus e dores localizadas.

Teoria maluca

E, se você está pensando que “não é possível que não exista qualquer tipo de teoria maluca relacionada ao furinho perto da orelha”, fique sabendo que você está certo. Existe ao menos uma hipótese muito maluca, levantada por alguns cientistas, sobre a origem desta má formação.

De acordo com o biólogo revolucionista Neil Shubin, os furinhos podem ser um remanescente evolucionário das guelras dos peixes. Dá para acreditar?

3

A hipótese ainda não foi testada cientificamente, mas se sustenta pelo fato do buraquinho aparecer sempre entre o primeiro e segundo arco faríngico, também chamado arco branquial.Como explicam os especialistas, todos os vertebrados têm esta estrutura, mas nos mamíferos eles formam a cabeça e pescoço, enquanto em peixes eles ajudam a desenvolver as guelras.

E você, já tinha visto alguém com um furinho assim antes? E o que acha dessa história maluca de guelras de peixes?

Agora, falando em coisas estranhas e sobre a evolução de nossa espécie, você precisa conferir ainda: 6 bizarrices que a evolução humana deixou em seu corpo.

Fontes: Vix, Hypescience, Portal Holanda, IFLScience