Quais os vírus da gripe que você nunca vai pegar? Sua data de nascimento revela

Em que ano você nasceu? De acordo com estudos recentes, sua data de nascimento pode representar uma vantagem ou uma desvantagem quando o assunto são os tipos de vírus da gripe com os quais você pode ser infectado.

Pelo menos foi isso que eles observaram durante um estudo, realizado por cientistas norte-americanos.  Para a análise, foram levados em consideração 1400 indivíduos da Ásia e do Oriente Médio, infectadas por dois tipos de gripe aviária: H5N1 e H7N9.

Anteriormente, estes vírus eram transmitidos às pessoas apenas pelo animais, mas agora já é possível observar a transmissão entre os seres humanos. Estes fatos, obviamente, foram os grandes motivadores do estudo, mas o que se observou durante as pesquisas foi ainda mais interessante: os dois vírus afetavam faixas etárias muito distantes.

Carimbo da infância

Conforme os pesquisadores, enquanto o H5N1 costuma infectar mais crianças e jovens, o H7N9 afeta mais adultos e idosos. Foi aí que os cientistas tiveram a ideia de agrupar as variedades de vírus e de começar a estabelecer uma relação entre o ano em que as pessoas nasceram e a resistência que podem desenvolver a alguns desses vírus da gripe.

O resultado foi que os pesquisadores encontraram o chamam de “carimbo da infância”. Em bom português, isso significa que pessoas nascidas em certos anos e que tiveram um tipo de gripe, acabam carregando consigo um grau de resistência em comum.

Gripes x grau de resistência

O que os especialistas não sabem ainda é se essa resistência oferecida pelo sistema imunológico é forte o suficiente para impedir a infecção por determinados vírus da gripe. No entanto, já está provado que o tal carimbo da infância reduz significativamente o risco de morte causada pelo vírus com o qual é capaz de “batalhar”.

Quanto aos vírus da gripe aviária que mencionamos ainda a pouco, o estudo mostrou que quem nasceu antes de 1968 (exatamente na época da pandemia da gripe de Hong Kong) é mais vulnerável à infecção dos dois tipos de gripe (H5N1 e H7N9). Os demais, que nasceram durante ou após este ano, estão mais expostos a outros tipos de gripe.

O que isso significa?

E, se você está se perguntando o que essa descoberta significa em termos práticos, fique sabendo que este pode ser um grande avanço para a medicina e para o controle de epidemias no futuro. Isso porque, segundo o estudo, os métodos utilizados durante esta pesquisa podem ser usados por qualquer país para estimar quais os grupos etários têm mais chances de contrair uma doença grave. E isso com base em informações demográficas que já são coletadas pelos governos.

Isso significa que, muito em breve, saberemos quem são os mais vulneráveis a determinados vírus e, ao invés que imunizar a população toda de um lugar, somente o grupo de risco poderá ser vacinado ou medicado. Ou seja, saber disso possibilita mais saúde e menos gastos.

Interessante, não? Mas, enquanto ainda não dá para saber de qual grupo de risco fazemos parte, o melhor a fazer é ler esta outra matéria: Como se proteger da gripe H1N1 com 5 medidas simples.

Fonte: Superinteressante