Negocios

Semana do Consumidor 2022 começa hoje e vai até o dia 20 de março

Começa hoje a Semana do Consumidor 2022, onde produtos contam com ótimas ofertas, descontos, cupons e cashback para facilitar a compra.

A partir dessa segunda-feira (14) até o dia 20 de março, ocorre a Semana do Consumidor 2022. Assim, isso quer dizer que as principais lojas varejistas do país prepararam uma série de ações especiais para o público. Nesse sentido, os clientes poderão desfrutar de vários descontos, promoções, parcelamento sem juros, novas condições de compra, frete grátis e até mesmo cashback. Agora, muitos sites vem elencando ótimas opções para quem deseja comprar mais barato e de forma segura.

Seja como for, de forma oficial, o Dia do Consumidor começa realmente na terça-feira (15). Contudo, grandes redes do e-commerce resolveram dar uma estendida nos dias de ofertas. Dessa forma, o momento é ideal para investir em produtos que já estavam há muito tempo nas listas de desejo. Afinal, é certo que eles estarão com preços muito mais agradáveis ao bolso.

Assim como outras datas que envolvem descontos e promoções, como a Black Friday, é importante tomar cuidado na hora de fazer compras. Isso significa que os produtos precisam de uma seleção cuidadosa, para que ninguém saia no prejuízo. Não é uma novidade que a grande procura por promoções online favoreça a aplicação de golpes. Elas podem ir desde a oferta de descontos falsos por lojas legítimas até a criação de sites maliciosos, que roubam dados financeiros.

Semana do Consumidor 2022 vai do dia 14 até o dia 20 de março

Buscapé

De forma que seja possível aproveitar a Semana do Consumidor 2022 e evitar qualquer engano, ficar de olho nos preços é essencial. Assim, uma boa dica é monitorar a variação do preço de um produto desejado nos últimos dias. Existem algumas ferramentas específicas para isso, disponíveis na internet. Além disso, procurar por cupons de desconto também é uma boa pedida, rendendo economia na hora de fechar de vez o carrinho. Com o cashback, por exemplo, é possível recuperar uma porcentagem da compra no futuro.

Continua após a publicidade

Fonte: Metrópoles

Próxima página »

Escolhidas para você