Sua torrada do café da manhã pode deixar você com câncer no futuro

Você prefere torrada dourada e levemente macia ou bem escura, tostada e crocantes? Se você é do segundo grupo, acredite, você pode estar colocando sua saúde em risco. Segundo estudos a Food Standards Agency (FSA), agência para padrões de alimentos do governo britânico, comer pão torrado demais pode causar câncer.

De acordo com as análises desenvolvidas até agora, a ingestão de alimentos ricos em amido, como o próprio pão e a batata, queimados eleva a ingestão de uma substância química chamada acrilamida, que pode acelerar e intensificar as chances de desenvolver câncer.

Embora essa substância seja um derivado natural do processo de cozimento, pesquisas em animais apontaram que ela pode ser tóxica para o DNA. O mesmo pode acontecer em humanos, embora essa hipótese ainda não esteve comprovada.

O que acontece com torrada queimada?

De acordo com os cientistas, a substância costuma aparecer em alimentos cozidos, assados ou fritos a mais de 120º C (uma temperatura elevada), graças a uma combinação entre o açúcar, os aminoácidos e a água presentes nesses alimentos; e fica altamente potencializada quando o pão escure, por exemplo.

E, embora a acrilamida seja tolerada pelo corpo humano, o problema agora é saber qual a quantidade máxima que podemos ingerir sem que efeitos colaterais negativos surjam futuramente.

Aliás, o câncer não é a única consequência relacionada ao consumo de torrada queimada. A acrilamida também pode despertar problemas relacionados ao sistema nervoso e reprodutivo.

Como evitar a acrilamida

Para evitar problemas futuros, os especialistas aconselham que alguns hábitos sejam alterados. O ideal é cozinhar os alimentos, especialmente os ricos em amido, somente até ficarem dourados. Seguir à risca as instruções do fabricante ao aquecer ou assar batatas, pizzas e outras comidas prontas também é uma ótima maneira de reduzir o consumo da acrilamida.

Outra maneira eficiente de reduzir a substância em nossos alimentos é evitando guardar batatas na geladeira. Quando expostos a baixas temperaturas, esses alimentos acabam com os níveis de açúcar alterado, potencializando a quantidade de acrilamida na hora do cozimento.

Tenso, não? Mas nosso “assunto sério” ainda não acabou, como você confere nessa outra matéria: Bebidas alcoólicas podem causar até 7 tipos de câncer.

Fonte: G1