Bebidas alcoólicas podem causar até 7 tipos de câncer

A notícia é péssima, a gente sabe, mas a verdade é que ressaca é o menor dos problemas que as bebidas alcoólicas podem causar. Isso porque, além das doenças que estão comumente associadas ao consumo excessivo de álcool, como cirrose e câncer de fígado, cientistas descobriram que o “x” dessa questão é muito mais problemático do que imaginávamos.

Estudo recente aponta que o consumo de bebidas alcoólicas, em longo prazo, pode causar pelo menos 7 tipos diferentes de câncer: boca e garganta, laringe, esôfago, fígado, cólon, intestino e de mama. Ainda conforme o World Cancer Research Fund, o risco de desenvolver essas doenças aumentam à medida que a quantidade de álcool consumida também cresce.

4

Só para ter ideia do tamanho desse problema, dados da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, apontam que, em 2012, as bebidas alcoólicas foram responsáveis pela morte de 500 mil pessoas em decorrência de algum tipo de câncer. Segundo os cientistas, isso representa 5,8% das mortes por câncer em todo o mundo!

Bebidas alcoólicas: outras más notícias

E, se você pensa que já deu de más notícias por hoje, fique sabendo que ainda vem mais por aí. Isso porque, embora as pessoas que consomem bebidas alcoólicas em excesso sejam as vítimas mais prováveis dos cânceres que listamos no início (e de outras doenças relacionadas ao vício), a verdade é que aqueles que bebem socialmente não estão livres desses males. Conforme Jennie Connor, da Universidade de Otago, não existe “quantidades seguras para consumir bebidas alcoólicas”.

3

O pior de tudo é que, até agora, não se sabe como se dá a ligação entre o álcool e o câncer. A suspeita dos cientistas, no entanto, é de que as bebidas alcoólicas alteram as características do DNA humano e provoca mutações desajustadas, o que poderia dar início a esses tipos de câncer que enumeramos.

2

O perigo é tão grande que inúmero médicos, no Reino Unido, fizeram um pronunciamento sobre o assunto. Conforme eles, o álcool deve ser completamente eliminado da vida das pessoas, em nome da saúde. Mesmo em quantidades mínimas, os especialistas acreditam que o consumo é destrutivo para o organismo.

Tem álcool nisso?
Tem álcool nisso?

Tenso, né? Você estaria disposto a parar, completamente, de beber em nome da saúde?

E, falando nos efeitos desastrosos das bebidas alcoólicas, você deveria conferir também: O que acontece se você misturar analgésicos com álcool?

Fonte: New Science, Mega Curioso