Saúde

Quais são os 11 tipos de ansiedade mais comuns e suas características

Os tipos de ansiedade surgem a partir do agravamento das reações biológicas e naturais do medo, criando desequilíbrios emocionais e mentais.

Os tipos de ansiedade são patologias que surgem a partir da expectativa de uma ameaça. Nesse sentido, o medo é uma reação biológica normal para proteger o organismo de situações de perigo. No entanto, a ansiedade surge quando esse medo torna-se generalizado, em especial gerando antecipação e apreensão diante de eventos que não aconteceram.

Portanto, classifica-se ansiedade como uma preocupação intensa, excessiva e persistente. Ademais, há ainda o caráter de medo em situações cotidianas. No geral, os sintomas envolvem desde náuseas até palpitação nervosa e dores no peito. Sendo assim, a falta de tratamento adequado pode desencadear enfermidades mais graves.

Curiosamente, mas também de forma preocupante, o Ministério da Saúde mostrou que desde 2017 o Brasil tem o maior índice de pessoas com transtorno de ansiedade no mundo. Mais especificamente, os dados mostram que na época já haviam 19 milhões de brasileiros enfermos. Porém, a situação piora em situações de crise, como aconteceu no caso da pandemia.

Ainda nesse contexto, pesquisas mais recentes conduzidas pela instituição entre abril e maio de 2020 mostraram dados ainda mais graves. Apesar da participação de somente 17 mil pessoas nessa fase inicial, os resultados mostraram que 86,5% dos participantes apresentam algum dos tipos de ansiedade.

Continua após a publicidade

Sobretudo, o tratamento acontece por meio da assistência médica, em especial nos casos mais graves. Em contrapartida, existem ações de autocuidado, como a prática de exercícios físicos, sono regular e a própria meditação, que ajuda no alívio dos sintomas. Porém, somente o diagnóstico médico pode orientar como lidar com os tipos de ansiedade corretamente. Por fim, conheça-os melhor a seguir:

Os tipos de ansiedade

1) Transtorno de ansiedade generalizada ou TAG

Fotografia de uma pessoa em crise

A princípio, é um dos tipos de ansiedade mais comuns no mundo, portanto, pode acontecer a qualquer idade. Curiosamente, está entre os dez motivos mais comuns de consultas médicas no mundo. Ademais, estima-se que mais de 260 milhões de pessoas no mundo possuem esse diagnóstico.

Sobretudo, caracteriza-se pela preocupação excessiva, provocando sintomas físicos e psicológicos. Além disso, é comum que a TAG acompanhe outras patologias psiquiátricas, como a depressão. Comumente, os sintomas que mais aparecem nos pacientes é a fadiga, tensão muscular, palpitação, suor excessivo, dor de cabeça e disfunção gastrointestinal.

Continua após a publicidade

2) Mutismo seletivo, o tipo de ansiedade sobre interações sociais

Fotografia de uma pessoa em crise

Acima de tudo, o mutismo seletivo consiste num tipo de ansiedade e também fobia. No geral, acontece com crianças e consiste numa desordem psicológica rara. Apesar disso, é um transtorno onde as pessoas se comunicam somente com pessoas próximas, apresentando dificuldades em socializar com outras pessoas.

Sendo assim, como o próprio nome sugere, esse tipo de ansiedade envolve o isolamento e falta de comunicação por escolha da pessoa. Comumente, acompanha a fobia social, porque situações de relacionamento interpessoal despertam ansiedade e estresse. Como consequência, há impactos no desenvolvimento social, cognitivo e acadêmico.

3) Transtorno Obsessivo Compulsivo ou TOC

Fotografia de uma pessoa em crise

Continua após a publicidade

Primeiramente, o Transtorno Obsessivo Compulsivo é um desequilíbrio mental visto como tipo de ansiedade. Nesse sentido, estima-se que 2,5% da população mundial sofre dessa enfermidade, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde. Sobretudo, caracteriza-se pela obsessão o compulsão com pensamentos ou comportamentos repetitivos, desencadeando a ansiedade e estresse.

4) Ansiedade de separação

Tipos de ansiedade, quais são? Origem, características e tratamento

Também mais comum em crianças, se trata do medo ou ansiedade desequilibrada diante da separação. Sendo assim, pode envolver o desapego quanto a uma pessoa, animais, objetos e até lugares. Ou seja, quando em separação da figura de apego, é comum haver dificuldade de socialização, medo, estresse e ansiedade generalizada. Portanto, a vida social é afetada no processo.

5) Fobia social, um dos tipos de ansiedade sobre socialização

Tipos de ansiedade, quais são? Origem, características e tratamento

Continua após a publicidade

Em resumo, ao transtorno de ansiedade social consiste num desequilíbrio psicológico onde a pessoa apresenta reações ao socializar. Desse modo, pode surgir em decorrência de uma preocupação excessiva com a avaliação negativa e opinião de terceiros. Porém, é comum ainda que a timidez evolua para um medo grande o suficiente para desencadear esse tipo de ansiedade.

No geral, pessoas com fobia social enfrentam os sintomas de estresse, nervosismo, desejos de fuga e reações comuns da ansiedade, como palpitação nervosa ou sudorese. Nesse sentido, os sintomas surgem em situações específicas de socialização, como apresentar um trabalho ou participar de uma festa, por exemplo.

6) Transtorno de pânico

Tipos de ansiedade, quais são? Origem, características e tratamento

Acima de tudo, caracteriza-se por crises de ansiedade intensas, e também repentinas. Ademais, há a presença de sensações de medo ou mal-estar, com sintomas físicos agravando os quadros. Sendo assim, a principal característica são as crises de pânico, com falta de ar, pressão no peito, taquicardia e outras reações.

Continua após a publicidade

7) Fobias

Fotografia de uma pessoa claustrofóbica

No geral, as fobias são medos irracionais e desproporcionais à realidade, desencadeando crises que a caracterizam como um tipo de ansiedade. Em especial, é comum que a pessoa fóbica faça de tudo para fugir da situação que causa o medo, o que cria reações exageradas. Como exemplo, pode-se citar o medo de altura, medo de agulhas e até medo da morte.

8) Agorafobia

Fotografia de uma pessoa em crise

Também uma fobia, esse é um tipo de ansiedade cujo diagnóstico é recente, com questionamentos por parte da comunidade psiquiátrica. Apesar disso, consiste num medo desproporcional ao que pode acontecer. Portanto, a pessoa teme lugares ou situações possam desencadear pânico ou constrangimento, ainda que não haja a possibilidade para tal.

Continua após a publicidade

9) Ansiedade por intoxicação

Fotografia de uma pessoa em crise

Basicamente, consiste num tipo de ansiedade cuja crise decorre do consumo de substâncias específicas. Por exemplo, a agitação e desequilíbrio após tomar muito café, álcool, ou até mesmo administrar medicamentos. Ademais, o consumo de drogas ilícitas com efeitos no cérebro também desencadeiam a ansiedade.

10) Ansiedade por enfermidade

Tipos de ansiedade, quais são? Origem, características e tratamento

Em resumo, consiste num tipo de ansiedade que decorre de uma condição médica. Ou seja, uma outra doença desencadeia crises de ansiedade por alterar o funcionamento físico e cognitivo. Comumente, pacientes com Alzheimer desenvolvem ansiedade entre as crises quanto a memória, por exemplo.

Continua após a publicidade

11) Ansiedade pós-traumática

Tipos de ansiedade, quais são? Origem, características e tratamento

Comumente, soldados que voltam de guerras apresentam esse diagnóstico, sendo comum perceber em documentários ou filmes com esse tema. Apesar disso, vítimas de catástrofes ou até mesmo acidentes trágicos desenvolvem esse tipo de ansiedade. Portanto, o contato ou memórias do que desencadeou o estresse pós-traumático acompanha as crises.

E aí, aprendeu sobre os tipos de ansiedade? Então leia sobre Profissões do futuro, quais são? 30 carreiras para conhecer hoje mesmo

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você