Curiosidades

Tufão e furacão são a mesma coisa? E ciclone e tornado?

Você já ouviu falar sobre tufão e furacão? E ciclone e tornado, são a mesma coisa? Se ainda não sabe a diferenças entre eles, vamos te contar.

Por Emilly Krishna

-

Normalmente, quando se fala em ciclone, tornado, furacão e tufão as pessoas só conseguem ver desastres e catástrofes. Infelizmente, esse tipo de visão realmente não é de toda errada. Pois, eles são fenômenos da natureza que quando aparecem quase sempre trazem consigo muita destruição em massa.

No entanto, eles são fenômenos atmosféricos da natureza, que possuem diferentes tipos de movimentos giratórios de ar. Dessa forma, eles conseguem trazer fortes estragos e destruição, por conta de suas fortes ondas de ventos. Porém, mesmo com toda essa semelhança, ambos possuem diferenças únicas.

Portanto, antes de lhes apresentar a diferença entre um tufão e um furacão, é necessário que você entenda melhor sobre o ciclone e o tornado.

Diferença entre ciclone e tornado

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Ciclone

Primeiramente, eles possuem sim uma grande diferença, mesmo os dois sendo um mesmo tipo de movimento de ar giratório.

No entanto, uma das diferenças entre eles é a forma de vislumbrar cada um. Basicamente, o tornado você consegue observa-lo perfeitamente a olho nu. Pois, o seu diâmetro não costuma ultrapassar os 2 km. No entanto, os ciclones, já não é perceptível assim. Sobretudo, o ciclone não pode ser visto a olho nu, você só conseguirá vê-lo por meio de imagens de satélites. Afinal, ele pode alcançar até 1500 km de diâmetro.

Ciclone

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Foto de Ciclone- Imagens de satélites

Para os amantes de literatura, o ciclone já é um pouco mais conhecido. Até porque ele foi o responsável por levar Dorothy e seu cachorro para a terra mágica de Oz, no livro O mágico de Oz.

No entanto, o ciclone ele é um pouco mais perigoso, pois ele atinge um grande número de áreas, o que o torna bastante destrutivo. Basicamente, ele é um movimento de ar giratório que ocorre em uma larga escala de área. Portanto, ele consegue envolver centenas de quilômetros. Além do mais ele é acompanhado de ventos com velocidades iguais ou superiores a 120 km/h.

Inclusive os ciclones podem ser subdivididos em tropicais e extratropicais. No entanto, os extratropicais podem ocorrer em  áreas de latitudes médias, por um sistema de baixa pressão e sem calor em seu núcleo. Já os tropicais podem ocorrer em áreas tropicais, por um sistema de alta pressão e com grande calor em seu núcleo.

Tornado

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Tornado

Basicamente, a diferença entre o tornado e o ciclone é o total de área que eles atinge.

O tornado também é um movimento de ar giratório. Porém, ele ocorre em uma área menor e mais restrita. No entanto, o estrago e o grau de destruição que ele consegue fazer é maior que o do ciclone. Pois, a sua velocidade é bem maior, normalmente ele gira em torno dos 500 km/h ou mais.

Vale ressaltar, que quando o tornado ocorre no oceano, ele recebe o nome de tromba d’água.

Diferenças entre tufão e furacão

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Tufão Mangkhut

Primeiramente, o tufão e o furacão são dois subtipos de ciclones tropicais. No entanto, suas diferenças se dá pela localização geográfica em que cada um ocorre. Porém, eles receberam diferentes nomes de acordo com sua região geográfica em que ocorrem e sua intensidade.

Portanto, tanto o furacão como também o tufão são redemoinhos atmosféricos os quais giram em torno de um centro de baixa pressão atmosférica. No entanto, eles podem ser chamados de furacão, tufão, tempestade tropical, tempestade ciclônica, depressão tropical ou simplesmente ciclone. Ou seja, o nome irá variar da localização geográfica e de sua intensidade

Furacão

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Furacão Florence

Primeiramente, o furacão é um tipo de ciclone tropical, o qual ocorre nos Oceano Atlântico ao norte, no Mar do Caribe, no Golfo do México e no Oceano Pacífico próximo ao litoral da América do Norte. No Oceano Pacífico é subdividido entre o Oceano Pacífico Nordeste, a leste da linha internacional da data. E no Oceano Pacífico Sul, a leste da longitude 160°E.

No entanto, o furacão é formado por imensas faixas circulares de nuvens as quais giram ao redor do olho. O olho na verdade, é o centro de toda a tempestade, a qual geralmente apresenta 35 quilômetros de largura. Além do mais, no olho do furacão os ventos são mais brandos, o que difere do restante da tempestade. Pois lá a velocidade pode ser de 360 Km/h.

Vale ressaltar que o furacão é a tempestade mais violenta de todas. Além do mais, o ciclo pode permear durante alguns dias. Basicamente, ele é um fenômeno atmosférico o qual começa em mares quentes, ou seja, que estejam acima de 24°C. Inclusive ele se apresenta normalmente com 1.500 quilômetros de extensão.

Tufão

Descubra agora a diferença entre um tufão e um furacão
Tufão Mangkhut, no Oceano Pacífico

A priori o tufão também é fenômeno meteorológico caracterizado por ser um tipo de ciclone tropical. No entanto, eles ocorrem no Oceano Pacífico Noroeste, a oeste da Linha Internacional de Data. E principalmente, ao sul da Ásia e também na porção ocidental do Oceano Índico. A ocorrência de tufões é constante no Japão, na China e nas Filipinas.

Vale ressaltar, que os tufões possuem um enorme poder de destruição, pois ocorrem com maiores intensidades. Normalmente, ocorrem com rajadas de ventos que podem chegar aos 360 quilômetros por hora. Inclusive, suas características são as mesmas de um furacão. A única coisa que os diferem é a região em que cada um se forma.

Agora você consegue distinguir a diferença de um com o outro?

Confira mais matérias: Como se formam os furacões? E como eles terminam?

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, Significados

Imagens: Brasil Escola, Mundo Educação, Jornal Joca, Veja.abril, Veja.abril, Wikipédia, O Sul

Próxima página »

Escolhidas para você