Curiosidades

Ufologia, o que é? 5 casos famosos de OVNIs no Brasil

A ufologia é uma ciência que se dedica totalmente a estudar objetos voadores, discos voadores, e comprovar a existência de vida fora da Terra

O termo ufologia é derivado da marca UFO, ou seja, objeto voador não identificado. Portanto, é isso mesmo que você está pensando. Estamos falando sobre discos voadores.

Enfim, a ufologia é uma ciência dedicada a estudar esses objetos desconhecidos que aparecem constantemente por todo o mundo.

Sua principal função é pesquisar e colher evidências que possam comprovar que vidas extraterrestres realmente existem e vivem em outros universos.

Discos voadores acabaram se tornando mais comuns a partir de 1947. Daí pra frente, diariamente aparecem testemunhas dizendo que viram ets perambulando pela Terra.

Aliás, esses testemunhos são antigos, vindo desde as Escrituras. Nelas era possível ver histórias de deuses, rodas metálicas e carros de fogo. Enfim, várias metáforas associadas aos seres de fora.

História da ufologia

Ufologia - O que é e 5 casos famosos de OVNIs no Brasil
Fonte: Elo7

Acredita-se que a ufologia que conhecemos hoje começou no dia 24 de junho de 1947 – a data representa o Dia do Disco Voador. Foi exatamente neste dia em que o piloto Kenneth Arnold disse ter contato com naves que eram pilotadas por extraterrestres.

Foi nas montanhas entre Chebalis e Yakima que ele afirmou ver 9 objetos voando rapidamente. Segundo os seus cálculos, eles se movimentavam mais rápido que a velocidade do som e possuíam formatos de discos – daí a origem do nome discos voadores.

É claro que muitos acabaram não acreditando na história de Kenneth, fazendo com que diversas explicações fossem criadas. Contudo, foi esse evento que deu início a ufologia. Porque a partir desse momento parte da população humana começou a acreditar que possam existir naves extraterrestres por aí.

Quem estuda ufologia

Ufologia - O que é e 5 casos famosos de OVNIs no Brasil
Fonte: Exame

A ufologia é estudada por ufólogos. Estas pessoas são responsáveis por estudar todo e qualquer fenômeno que possa estar associado a aparição de extraterrestres, discos voadores ou elementos que estejam associados a vida fora da Terra.

Portanto, se você está se questionando sobre o quão fundo essas pessoas vão, a resposta é: muito. Eles chegam a estudar os relatos de diversas pessoas que afirmam ter presenciado algum desses fenômenos ou aparições. E depois tudo é relacionado com outros eventos semelhantes para verificar a procedência da história.

Então um ufólogo, após escutar uma história de contato com vida fora da Terra começa a analisar o que foi dito com livros antigos, conferindo vídeos, documentos e fotos de tudo que há sobre o assunto.

Casos famosos para a ufologia

Villas-Boas – 1957

Ufologia - O que é e 5 casos famosos de OVNIs no Brasil
Antônio Villas Boas – Aventurasnahistoria

Essa história ocorreu no Brasil e é a primeira que conta sobre abdução – a primeira em todo o planeta. Enfim, Antônio Villas-Boas, morador de São Francisco de Sales, já havia visto luzes brancas fortes na sua janela durante o mês de outubro. Segundo ele, foi abduzido, despido e teve seu sangue coletado através de uma ventosa – no queixo.

Em seguida ele foi para outra sala com uma mulher alienígena – que possuía olhos azuis grandes, cabelos platinados e pelos vermelhos no púbis e axilas. Antônio disse ter se relacionado com ela sexualmente, acreditando ter engravidado a alienígena.

Discos voadores
Fonte: Superinteressante

O homem ainda contou que os alienígenas que o abduziram usavam um colante como roupa, com capacetes e óculos redondos. Apesar de ter tentado pegar algo da nave para mostrar que sua história era real, os habitantes do veículo perceberam e o pegaram de volta.

Se a história é real, ninguém pode realmente afirmar. Não existem imagens ou sequer marcas deixadas pela nave na hora do pouso. Contudo, o lugar ainda foi inundado em 1978 acabando com qualquer prova que pudesse existir. A favor da história de Antônio restou apenas as marcas em seu corpo e os sintomas de quem foi exposto a radiação.

Forte de Itaipu – 1957

Discos Voadores
Fonte: Aventurasnahistoria

Em novembro de 57 duas sentinelas do Forte de Itaipu, em Praia Grande, viram um grande clarão no céu. Dele um objeto desceu rapidamente até parar próximo a instalação militar. Os soldados contaram que o objeto voador chegava a ter 30 m de diâmetro.

Em seguida ele começou a soltar um zumbido e um forte calor em direção às sentinelas. Contudo, não era possível ver qualquer luz ou chama durante esse tempo. Enfim, as roupas dos guardas começaam a queimar, um deles até mesmo desmaiou enquanto outro pediu ajuda.

Por fim outros soldados ainda conseguiram chegar a tempo de ver o OVNI indo embora. Os que foram feridos foram tratados, entretanto, o caso não tem solução e nem explicação até hoje. Relatos contam que até mesmo o as Forças Armadas dos Estados Unidos investigaram o caso.

Operação Prato – 1977

Discos voadores
Fonte: Jundiagora

A Operação Prato aconteceu entre outubro e dezembro de 77. Um comando da força aérea brasileira foi levada para investigar o aparecimento de OVNIs entre os municípios de Colares, Santo Antônio do Tauá e Vigia. Tudo isso aconteceu após várias histórias de pessoas se queimando com luzes.

Conta-se que o capitão da operação fez vídeos e fotos dos acontecimentos que são estudados na ufologia. Entretanto, alguns documentos dessa operação não foram revelados até hoje. Ainda assim é uma das maiores histórias do mundo sobre aparições de extraterrestres.

Discos voadores
Fonte: Revistaqualimovel

Nos documentos divulgados estão relatos de militares e civis sobre o aparecimento de OVNIs. Além disso existem descrições sobre a velocidade, a movimentação e o contato com as luzes que queimavam. No posto de saúde, uma médica atendeu vários pacientes com paresia, tremores em geral, crise nervosa, tonturas e queimaduras.

Aliás, todos eles também apresentavam marcas de microperfurações. Nos homens elas apareciam no pescoço e na mulher (a única vítima feminina) as marcas apareciam sobre o peito. Enfim, em novembro de 1977 a agência do Serviço Nacional de Inteligência de Belém enviou para Brasília um documento contando sobre o caso.

A princípio foi dito que tudo era misticismo da população. Contudo os eventos foram se tornando cada vez mais evidentes, e até mesmo postos de vigia foram montados para fotografar as tal luzes queimantes. Todavia, até hoje todo o caso é um mistério sem solução no meio da ufologia.

Noite Oficial dos OVNIs – 1986

Fonte: R7

Outro caso muito famoso e conhecido nos estudos de ufologia é o de 1986. 21 discos voadores foram vistos e perseguidos nos estados de Goiás, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Ao todo foram 3 horas de perseguição com a FAB, e todas as gravações desse momento são valiosos documentos para a ufologia.

Esse evento ocorreu em maio de 1986 e começou quando algo foi detectado nos radares do Cindacta I (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo. Logo em seguida Mirage e caças F5 saíram de bases brasileiras para perseguidor os objetos.

Enfim, apenas em 2009 a FAB acabou divulgando um relatório sobre o acontecimento. Nele a FAB afirmou, em resumo, que para os militares brasileiros que participaram da missão, os objetos que foram perseguidos poderiam ser realmente discos voadores.

Varginha – 1996

Fonte: Artstation

Essa história é o mais famoso caso da ufologia brasileira. As irmãs Liliane e Valquíria, junto com a amiga Kátia, afirmaram ter visto não um disco voador, mas um alienígena em um terreno baldio. No depoimento das três, sua pele era marrom e parecia viscosa. Os olhos era avermelhados e saltados e haviam três protuberâncias na cabeça.

Além disso, na época as meninas ainda contaram que o alienígena se comunicou com elas pela mente. Por outro lado, a mãe das irmãs afirmou que um desconhecido tentou suborná-los para que as meninas parassem de contar sobre o caso.

Segundo a Polícia Militar do local o alienígena visto era na verdade Mudinho, um cidadão de Varginha que tinha problemas mentais. Seu corpo viria, provavelmente, do barro que uma forte chuva causou na cidade. Ou seja, Mudinho foi confundido com um alienígena pelas meninas que estavam assustadas.

Ufologia - O que é e 5 casos famosos de OVNIs no Brasil
Garotas que viram o alienígena – Pinterest

É claro que para o pessoal da ufologia essa desculpa não é válida. Ufólogos alegam que as meninas conheciam Mudinho e não o confundiriam com a descrição dada. Além disso, várias pessoas também acreditavam que as autoridades estavam escondendo a verdade.

Por fim, o ufólogo Marcos Petit já afirmou que em Varginha não houve apenas um alienígena, mas vários deles. Isso tudo porque vários outros pesquisadores já souberam de histórias e fatos semelhantes aos que as meninas contaram. Contudo, as autoridades escondem tudo.

E você, acredita nessas histórias? Em seguida leia: Skrulls, quem são? História e curiosidades sobre os alienígenas da Marvel

Imagens: Uol, Elo7, Exame, Aventurasnahistoria, Superinteressante, Aventurasnahistoria, Jundiagora, Revistaqualimovel, R7, Artstation e Pinterest

Fontes: Infoescola, Educamaisbrasil e Canaltech

Próxima página »

Escolhidas para você