11 principais deuses egípcios e quem eles foram na mitologia

Religião é algo que existe muito antes do Cristianismo. No Egito Antigo, por exemplo, as pessoas, o governo e todos os aspectos da sociedade eram regidos por aspectos religiosos e muitos eram os deuses egípcios aos quais as pessoas rendiam adorações e eram devotos.

O próprio faraó, nome dado aos rei do Egito na antiguidade, eram considerados deuses egípcios vivos. Sabia disso?

Aliás, os o povo da época já acreditava na polêmica “vida após a morte” e foi exatamente esse fator que nos deixou um vasto legado na arte de preparação dos corpos depois de mortos, como a mumificação.

Muitos outros aspectos da vida dos egípcios também eram regidos pela crença em suas divindades, como a arte, a cultura, a caça e a agricultura, por exemplo. Cada setor da vida contava com a proteção de um padroeiro diferente, que tinha poderes para o bem e para o mal e, segundo a mitologia, eram regidos por emoções bem parecidas com as humanas.

Interessante, não? Abaixo, você conhece um pouco mais de quem foram esses deus, que papel desempenhavam e um resumo de suas histórias divinas.

Confira 11 principais deuses egípcios e quem eles foram na mitologia:

1. Rá-atum

Também conhecido como Rá, este foi o principal deus entre os deus egípcios, é responsável pela criação do mundo e representa o Sol. Os antigos egípcios acreditavam que o faraó era a encarnação de Rá.

Mas, sobre a aparência física do deus, não havia concordância. Muitos o descreviam como tendo a face de uma ave de rapina, outros chegavam a jurar que ele se parecia com um escaravelho e assim por diante.

2. Set

Considerado o deus do caos, da escuridão e das guerras, Set tem a forma de um porco-formigueiro, um animal bem raro do continente africano.

Segundo a mitologia, ele matou seu irmão Osíris, mas acabou perdendo a supremacia no Egito para Hórus, seu próprio sobrinho.

3. Ísis

Considerada protetora e piedosa, Ísis era a irmã e a esposa de Osíris e foi a última grande divindade entre os deuses egípcios a ser adorada na Europa antes do cristianismo se popularizar.

A mitologia conta que o Rio Nilo nasceu de suas lágrimas, derramadas quando seu querido Osíris morreu (morto por Set).

4. Osíris

Considerado descendente direto de Rá, este deus era o filho mais velho do casal Geb e Nut. Ele foi o primeiro faraó do Egito (sim, um governo mundano).

Depois de seu irmão, Set, tirar sua vida, Osíris acabou se tornando o deus supremo e o juiz do mundo dos mortos.

5. Nephthys

A deusa foi irmã e esposa de Set e de Osíris, ao mesmo tempo. Quando Set tirou a vida de Osíris, no entanto, ela se separou do assassino e se juntou ao luto de sua irmã (aliás, todos eram irmãos nessa história) Ísis.

Por causa disso, Nephthys passou a ser associada ao culto dos mortos e, não raro, era representada ao lado de sarcófagos.

6. Hórus

Filho de Osíris e de Ísis, o deus Hórus é representado com a cabeça de falcão. Ele era considerado o protetor dos faraós e das famílias.

Conta a mitologia que quando ele perdeu o pai, entrou em luta contra seu tio Set pelo trono principal entre os deuses egípcios. Osíris, no entanto, teria interferido na batalha, diretamente do além, e Hórus teria sido aclamado o líder supremo.

7. Hathor

Essa era a esposa de Hórus e considerada a guardiã das mulheres, especialmente das grávidas; e dos amantes.

Por ser considerada uma divindade gentil, personalidade também atribuída às vacas no Egito antigo, Hathor era representada com a cabeça ou com as orelhas de uma vaca.

8. Anúbis

Fruto da união de Osíris e de Nephthys, ele costumava ser representado com a cabeça de um chacal. Foi ele que criou a primeira múmia, ao preparar o corpo do pai assassinado.

Isso, aliás, garantiu a ele, a partir de então, um papel relevante na passagem das almas para o mundo dos mortos.

9. Bastet

Deusa da sexualidade, da fertilidade e do parto, Bastet era uma das filhas de Rá.

Embora sua imagem não tenha ficado clara por muitos anos, depois do ano 1000 a.C ela passou a ser representada com as formas de um gato, animal símbolo de boa sorte para os egípcios.

10. Sekhmeth

Representada com a cabeça de uma leoa, a deusa era uma das filhas de Rá e refletia o aspecto destrutivo do Sol.

Segundo a mitologia, ela teria sido enviada pelo deus da criação para punir os humanos que passavam a adorar um outro deus, em forma de serpente.

11. Thoth

A origem de Thoth é uma das mais confusas dentre os deuses egípcios. Em muitos textos, ele é descrito como filho de Rá, em outros, no entanto, ela é considerado filho de Set.

Sabe-se que ele tinha a cabeça de uma ave chamada íbis e era considerado o deus da Lua, da sabedoria, da cura e o patrono dos escribas. Aliás, ele é apontado como o responsável pela inserção dos hieróglifos no Egito antigo.

E, falando em deus da antiguidade, esse assunto pode acabar sendo interessante também: 7 maravilhas do mundo antigo e 7 maravilhas do mundo moderno.

Fontes: Mundo Estranho, Horóscopo Virtual