14 curiosidades sobre o suor que você não sabia

Não adianta, apesar de parecer nojento, o suor não é algo do qual a gente possa fugir: mais cedo ou mais tarde você também vai suar, seja por causa dos exercícios físicos da academia (ou não…), seja por causa do calor que faz em algumas cidades. Mas a verdade é que existem por aí algumas curiosidades sobre o suor que a maioria de nós não conhece.

Aliás, sobre essas curiosidades sobre suor, como você vai ter a oportunidade de conferir hoje, o deixam muito menos nojento. Isso porque você passa a entender sobre sua composição, quais suas funções e até mesmo o que ele pode proporcionar ao corpo humano. E, acredite, não é só daquele “cheirinho” característico que estamos falando!

Inclusive, para falar a verdade, essas curiosidades sobre o suor se revelam tão inusitadas deveriam estar nessa outra matéria do Segredos do Mundo, que trata sobre alguns segredos bizarros sobre o corpo humano (clique para relembrar). Isso porque, como você vai ver em instantes, o suor pode ser um mecanismo de nosso organismo comunicar se estamos enfermos ou saudáveis e daí por diante.

Incrível pensar nisso tudo sobre o simples, e até nojento, ato de suar, não é mesmo? Pois não perca por esperar para descobrir as outras funcionalidades e até mesmo alguns segredos sobre esse fluído natural que produzimos.

Veja, abaixo, algumas curiosidades sobre o suor que você não sabia:

1. Quase tudo água

4

Apesar de muita gente achá-lo nojento, uma das curiosidades sobre o suor é que ele é composto por quase 99% de água. Isso porque sua principal função é o resfriamento do corpo.

2. Antibiótico

7

Outra das curiosidades sobre o suor que ninguém sabe é que suas gotinhas contém uma espécie de antibiótico natural, chamado dermcidina. Essa substância tem o poder de regular o crescimento de bactérias sobre a pele e consegue até mesmo combater infecções.

3. Nem todo mundo sua do mesmo jeito

3

Quanto mais velha a pessoa, menos ela vai suar, sabia? A quantidade de suor também é diferente entre os gêneros, sendo que os homens podem suar até duas vezes mais que as mulheres.

4. Suor no reino animal

10

Outra das curiosidades sobre o suor que costuma surpreender é o fato de alguns animais também poderem suar, além dos seres humanos. É o caso, por exemplo, dos cavalos e os hipopótamos. No primeiro grupo de animais, inclusive, o suor serve para deixar a pelagem brilhante. Já com os hipopótamos, o suor funciona como uma espécie de protetor solar natural e é avermelhado.

5. Suor vermelho

16

Aliás, uma das curiosidades sobre o suor é que ele pode ser vermelho também em alguns seres humanos. Pessoas que têm o suor avermelhado, aliás, apresentam uma condição rara, chamada hematohidrose. Isso acontece porque alguns vasos sanguíneos se misturam com as glândulas sudoríparas e faz com que a pessoa que apresenta essa condição sue sangue.

6. Suor de outras cores

15

Outras condições raras também exitem envolvendo o suor. A chamada cromidrose, por exemplo, faz com que as pessoas suem em cores como laranja e azul (azulado, melhor dizendo). Essa condição pode ser mais comum em pessoas que fazem uso de drogas, mas indivíduos perfeitamente normais também já apresentaram casos parecidos.

7. O tal do cheirinho

Apesar de nunca ser muito agradável, o cheiro do suor pode diferenciar uma pessoa saudável de uma doente. Conforme especialistas, o corpo costuma emitir compostos orgânicos que evaporam com base na condição que se encontra o metabolismo. Sendo assim, quando há enfermidade, o organismo é capaz de modificar isso.

8. Detector de doenças

1

Uma das curiosidades sobre o suor que todo mundo deveria saber é como detectar doenças a partir desse fluído. Conforme especialistas, por meio do que é chamado o teste do suor, é possível detectar fibrose cística, condição que faz com que os cloretos de sódio fiquem muito mais concentrados no suor das pessoas.

9. Suor alterado pelas emoções

8

Parece estranho pensar nisso, mas sim, uma das curiosidades sobre o suor é que ele pode ser alterado pelo estado emocional das pessoas. Um teste comprovou, por exemplo, que o cheiro do suor de pessoas que assistiam filmes de terror era totalmente diferente, e mais agressivo, do que de pessoas que assistiam filmes de romance.

10. Suor, uma marca pessoal

5

Suas digitais não são sua única assinatura biológica, digamos assim. O suor também funcionam assim, fazendo com que o seu não seja igual ao de mais ninguém. Apesar disso, o suor é uma mistura de 373 compostos voláteis, em média, que permanece constante o tempo todo.

11. Glândulas específicas

2

E, embora o suor seja personalizado, como vimos no tópico superior, a verdade é que todo ser humano só tem dois grupos de glândulas sudoríparas que produzem esse fluído: as apócrinas, que ficam na região das axilas e na região genital; e as écrinas, espalhadas por todo o corpo.

12. E o aroma, de onde vem?

12

Já sobre o aroma, são exatamente essas tais glândulas das axilas e da região genital as responsáveis pela maior parte do odor do seu suor, embora elas produzam uma quantidade mínima desse fluído. Isso porque, conforme explica a ciência, é nessas partes do corpo que a taxa de água é tem uma maior concentração de resíduos bacterianos.

13. Suor em água potável

17

Uma das curiosidades sobre o suor mais estranhas até agora é que um engenheiro, chamado Andreas Hammar, desenvolveu, em 2013, uma “máquina de suor”, que transforma o suor das pessoas em água potável. Todo o sistema começa quando o suor é puxado das roupas das pessoas, por meio de um processo de fiação, aquecimento e filtragem, acaba gerando água apropriada ao consumo. Infelizmente (ou felizmente) a ideia não é muito funcional, já que uma camisa suada, por exemplo, só rende 2 colheres de chá de água purificada.

14. Sobre as meias e os pés

14

Talvez a gente nem devesse mencionar o assunto, mas talvez a ideia do engenheiro fosse mais eficiente caso ele extraísse o suor de meias (usadas). Isso porque uma das curiosidades sobre o suor que ninguém conhece é que nossos pés têm 250 mil glândulas sudoríparas, que permitem que suemos até meio litro por dia!

Que loucura, hein?