Curiosidades

25 de dezembro – Porque o Natal é comemorado nesta data

No dia 25 de Dezembro, em muitos países, é comemorado o Natal. Mas afinal, porque é comemorado nessa data, qual é sua origem?

O natal é uma das comemorações mais conhecidas e celebradas pelo mundo, que acontece do dia 25 de Dezembro. Em síntese, trata-se de uma celebração ao nascimento de Jesus Cristo. Por isso, é uma comemoração bastante marcante para o cristianismo. Entretanto, também pode ser considerado um momento de fraternidade.

Ao chegar o natal, as famílias e amigos costumam se reunir, e realizam ceias, almoços e diversas brincadeiras juntos. Além disso, também são expostas diversas decorações natalinas, como presépios e árvores de natal. Trata-se de uma comemoração tradicional surgida nos primórdios da Igreja Católica, com diversos símbolos da cultura cristã e pagã.

Porém, ainda existem diversos questionamentos a respeito do natal, e se realmente o nascimento de Jesus Cristo foi dia 25 de dezembro. Além disso, de onde poderia ter surgido esse costume de festejar o natal.

O que a Bíblia diz sobre o nascimento de Jesus Cristo?

Imagem: Portal da cidade

Ao longo da Bíblia são narrados alguns acontecimentos a respeito do nascimento de Jesus Cristo. Como, por exemplo, quem seria a mãe, o porquê ele viria ao mundo e onde ele iria nascer. Entretanto, a Bíblia não mencionada nada sobre a data em que Cristo nasceu, e nem sugere pistas quanto a isso.

Ademais, não existe nenhum outro documento antigo que diga a respeito sobre essa data. Portanto, ninguém sabe a data do nascimento, e por isso existe toda uma polêmica em torno disso e da comemoração ser no dia 25 de dezembro.

Então quando nasceu Jesus Cristo?

Imagem: UDV

Por não existir nenhum documento histórico que comprove a data de nascimento de Cristo, é impossível saber. Logo, não se sabe se Jesus realmente nasceu no dia 25 de dezembro, mas umas das teorias mais recentes dizem que não. Por isso, acredita-se que a escolha dessa data estaria relacionada com uma ação deliberada da Igreja Católica.

Continua após a publicidade

Nos dois séculos iniciais d.C. o nascimento de Jesus não era celebrado pela Igreja Católica. Entretanto, o assunto era bastante debatido, pois existem diversos escritos da época que comprovam a extensa discussão acerca disso que existia. Como, por exemplo, os escritos do teólogo Clemente de Alexandria. Nelas ele cogitava diferentes datas, como 20 de maio, 21 de março ou 21 de abril.

Quando surgiu o Natal?

Imagem: Fiel Católico

A teoria mais aceita é que o Natal passou a ser comemorado, como festa cristã, entre os séculos III d.C. e IV d.C. Logo, se tratava de uma comemoração vinda da Igreja Católica, cujo o seu objetivo principal era afetar as festividades pagãs.

Formalmente, a igreja romana começou a celebrar o dia 25 de dezembro como o dia do Natal, a partir do século 4. Em suma, isso ocorreu durante o reinado do Imperador Constantino, que transformou o cristianismo em religião oficial do seu Império. Entretanto, durante muito tempo a data que celebrava o nascimento de Jesus Cristo era dia 6 de janeiro.

Como surgiu o Natal?

Imagem: Viagem Itália

Quando as primeiras comunidades cristãs se formaram no Oriente Médio, se disseminaram para diversas regiões, como a Ásia Menor e a Anatólia. Logo, muitos pregadores cristãos chegaram à cidade de Roma, e passaram a disseminar mais o cristianismo.

Nesse contexto, com a grande expansão do cristianismo pelo Império Romano, as datas de celebrações dos antigos deuses romanos passaram a ser substituídas pelas dos cristãos. Por exemplo, o dia 25 de dezembro era dedicado ao deus Mitra, e logo foi substituído pelo dia do nascimento de Jesus Cristo.

Por que surgiu o Natal?

Imagem: Bíblia.com

No dia 25 de dezembro acontecia um festejo chamado Natalis Solis Invictus, que simbolizava a volta dos dias mais longos depois do solstício de inverno. Além disso, também era comemorado no dia 25 de dezembro o aniversário da divindade chamada Mitra, que representava um deus de luz e lealdade.

Continua após a publicidade

Ademais, no dia 21 de dezembro era comemorado o Yule, dos povos nórdicos, que assim como os romanos, também marcava o retorno do sol. E um pouco antes do dia 25 de dezembro ocorria outra festividade popular na Roma antiga, a Saturnália, onde as pessoas realizavam banquetes e trocavam presentes.

Logo, nessas celebrações, havia grandes fogueiras que simbolizavam as novas colheitas e os grandes rebanhos que seriam consumidos no próximo ano, além de novas conquistas que virão.

Portanto, a Igreja Católica tendo o objetivo de disseminar cada vez mais o cristianismo, colocou o dia 25 de dezembro como a data oficial do nascimento de Cristo. E com isso, foi diminuindo cada vez mais a influência que as festas pagãs tinham na sociedade.

Por fim, o dia 25 de Dezembro se tornou oficialmente a data que se comemora o nascimento de Cristo, e consequentemente, a do Natal também.

Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Curiosidades sobre o Natal – Fatos intrigantes no Brasil e no mundo. 

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, UOL, Mega Curioso

Continua após a publicidade

Imagens: Encontro com Cristo, Portal da cidade, UDV, Fiel católico, Viagem Itália, Bíblia.com

Próxima página »

Escolhidas para você