5 remédios naturais contra a rinite alérgica

Quem aí sofre com rinite alérgica? Embora muita gente nem saiba do que se trata, esse é um problema crônico que resulta da inflamação da mucosa nasal e atinge de 15% a 20% da população mundial. É mole?

As pessoas que têm rinite, obviamente, conhecem a doença bem de perto, já que suas crises vão e vêm várias vezes por ano. Há até casos em que a rinite chega e se instala, sem constrangimento e sem data para ir embora.

6

Claro que a rinite alérgica pode ser despertada por vários elementos diferentes, como pólen, pelo de animais, ácaros e assim por diante. Mas, de forma geral, os que convivem com essa espécie de “gripe permanente” apresentam sintomas como espirros repetitivos, tosse, mucosidade aquosa, coceira nasal, lacrimejamento constante, congestão ocular, coceira ocular.

Embora sejam mais raros, algumas pessoas também podem apresentar como sintomas dor de cabeça, insônia, falta de apetite e irritabilidade. Em casos mais extremos, até mesmo transtornos do sono, como o ronco; e a depressão podem vir à tona estimulados por crises de rinite alérgica.

8

Ninguém discorda que o melhor tratamento para esse tipo de mal é o indicado por um médico. Mas, se você for daqueles que têm uma quedinha por remédios naturais, hoje vamos listar algumas ótimas opções contra as crises de rinite. Quer ver?

Conheça 5 remédios naturais contra a rinite alérgica:

1. Alcaçuz

1

Também conhecido como regaliz, o alcaçuz natural não tem nada a ver com aquele doce azedinho. Na natureza, o alcaçuz é um tipo de arbusto, muito utilizado na medicina oriental, especialmente devido às suas propriedades anti-inflamatórias. Aliás, para termos uma ideia do potencial dessa planta, ela é considerada um tipo natural de cortisona.

A parte potente contra a rinite é a raiz do alcaçuz, que também é uma ótimo expectorantes. Tanto o chá, quanto pastilhas, ou mesmo o sumo da raiz atuam contra vários tipos de alergias.

Mas, por ser um medicamento forte, apesar de natural, é preciso tomar alguns cuidados na hora de consumir o alcaçuz. O indicado é que hipertensos e pessoas que já façam uso de outros remédios consultem um médico antes de iniciar o uso da planta.

2. Urtiga

2

Outra planta que é ótima contra a rinite alérgica é a urtiga. Devido ao potencial depurativo dessa planta, ela ajuda a bloquear os efeitos da histamina, uma substância responsável por despertar alergia em muita gente.

A urtiga pode ser consumida em forma de chá ou como extrato, embora há quem prepare sopas com as folhas. Como remédio natural, ela ajuda a descongestionar o intestino, interromper a mucosidade, e da tosse alérgica, especialmente no caso de intolerância ao pólen.

OBS: Se for preparar qualquer coisa com urtigas, não se esqueça de usar luvas e evitar que ela passe sobre sua pele, em qualquer lugar do corpo. Para quem não sabe, a superfície dessa planta conta com uma espécie de pelinhos que deixam a pele irritada.

3. Mel e pólen

3

Outro bom remédio contra a rinite é o mel, que já contém pólen em sua composição, mesmo que em pequenas quantidades. Mas, esse é um tipo de remédio natural um tanto polêmico. Isso porque o próprio pólen pode despertar alergias, ao mesmo tempo em que tem o poder de controlar reações alérgicas em temporadas em que ele está abundando no ambiente.

Para ter certeza de que a ação do pólen vai ser positiva em seu organismo é preciso ir testando sua resistência à substância. O ideal é ir consumindo pólen aos poucos, começando por um grânulo diariamente e ir adicionando um a um com o passar dos dias, até que você consiga consumir uma medida semelhante a uma colher de chá de pólen.

No entanto, a qualquer reação alérgica, o certo mesmo é cortar de vez o consumo e tentar outro remédio natural contra a rinite. Certo?

4. Chá verde

4

Além de ser um ótimo aliado na perda de peso, o chá verde ajuda no controle da rinite, diminuindo e aliviando a reação e os sintomas das alergias. O ideal é que as pessoas consumam até três xícaras por dia, ou, se preferir, pode consumir o chá verde em extrato ou em comprimidos.

5. Açafrão

5

Também conhecido como cúrcuma, esse tempero é ótimo para a saúde. Além de prevenir e diminuir os sintomas de crises alérgicas, ele também tem propriedades antioxidante, anticancerígena, anti-inflamatória e assim por diante.

O açafrão pode ser consumido diariamente, em sopas, cremes, refogados e no que mais sua criatividade permitir. Há até sobremesas que levam um pouquinho de açafrão.

E, por falar em doenças e alergias, essa outra matéria vai ajudar você a ficar alerta e evitar essas problemas: Aprenda a ler e entender os rótulos dos alimentos industrializados.

Fonte: Melhor com Saúde