5 segredos sobre a Independência do Brasil que quase ninguém sabe

O dia 7 de setembro marca a Independência do Brasil, lembrada sempre pelo brado retumbante de  Pedro I: “Independência ou Morte”, às margens do Rio Ipiranga, em São Paulo.

Mas, nem tudo o que aconteceu naquele dia é relatado nos livros de história. Como você vai ter oportunidade de conferir na lista que preparamos, existem alguns segredinhos – nada bonitos ou românticos – sobre aquela data que pouco se comenta.

Por exemplo, você sabe dizer por que as margens do Rio Ipiranga foram “escolhidas” para a declaração da Independência? E que a independência do Brasil foi comprada, você sabia? Abaixo você confere essas curiosidades e muitas outras sobre esse dia histórico.

Confira 5 segredos sobre a Independência do Brasil:

1. A Independência do Brasil nem sempre em 7 de setembro

No passado, discutiu-se muito sobre qual deveria ser a data comemorativa da Independência, já que o grito do Ipiranga foi dado no dia 7, mas a aclamação de Dom Pedro só aconteceu no dia 12 de outubro.

O dia 7 de setembro passou a ser exaltado a partir do segundo reinado, com Dom Pedro II, como você já conferiu nesse outro post aqui.

2. O quadro “O Grito do Ipiranga” não é como parece

Estudiosos descobriram que, apesar do quadro de Pedro Américo ser considerado o retrato fiel da bravura de D. Pedro, na verdade, a cena real foi bem menos bonita que a que a retratada.

Os cavalos da pintura, por exemplo, eram jumentos e, devido ao calor da região naquela época, é muito provável que os envolvidos não estivessem vestidos de forma tão elegante.

3. Dom Pedro só escolheu o Rio Ipiranga porque estava com diarreia

As margens do Rio Ipiranga não foram escolhidas para a declaração da Independência do Brasil por um lugar especial de alguma forma.

Historiados apontam que a comitiva parou ali porque Dom Pedro estava com diarreia e resolveu dizer a famosa frase “Independência ou morte!” ali mesmo.

4. A Independência foi comprada

A independência do Brasil custou aos cofres públicos o valor de 3 milhões de libras esterlinas, pagas à Inglaterra. Isso porque os portugueses levaram até o último centavo da Colônia e nossa dívida externa deu um enorme salto.

5. O Pará celebra Independência do Brasil em 15 de agosto

Somente depois de quase um ano após o grito do Ipiranga, mais exatamente no dia 15 de agosto de 1823, o Grão-Pará e Maranhão aderiu à Independência de nosso país do julgo de Português. Por isso, os paraenses comemoram a Independência do Brasil em agosto.

E então, você sabia desses “detalhes” sobre esse período tão importante de nossa história? Não deixe de comentar!

Agora, falando em datas históricas, você pode se interessar em conferir também esse outro post: 15 de novembro: por que nesse dia é feriado nacional?

Fontes: Brasil Escola, EBC, Fatos Desconhecidos