9 inventos acidentais que mudaram sua vida

Sabe todas essas coisas maravilhosas, tecnológicas ou industrializadas, que existem em sua casa hoje em dia? Os remédios que você usa e até mesmo o marca-passo do vovô? Pois é, tudo isso, para existir, precisou ser descoberto ou inventado um dia. Isso parece óbvio demais, mas começa a ficar mais interessante quando descobrimos que muito disso tudo não passa de inventos acidentais.

Isso mesmo, muitas das coisas que estão em nossas mãos agora não foram pensadas para ser exatamente da forma que são hoje. Seus inventores e pesquisadores estavam engajados em outros projetos, quando um erro aconteceu e eles acharam que tudo estava perdido, só que não. Inventos acidentais incríveis surgiram a partir disso.

Um bom exemplo de inventos acidentais, como você vai ver na lista, é o forno micro-ondas, que salva a vida dos preguiçosos hoje em dia e é uma mão na roda de quem tem pouco tempo. Até mesmo o comprimidinho azul, que dá uma “alegria” aos machões de plantão se tratam de inventos acidentais, sabia?

E, para falar a verdade, a lista que coisas que surgiram por engano está longe de acabar. Aliás, pelas coisas que estão nelas e você nem imagina, a gente já avisa: pode ir preparando sua cara de surpresa aí que você vai usá-la bastante enquanto lê essa matéria. Quer ver?

Confira, abaixo, 9 inventos acidentais que mudaram sua vida:

9. Micro-ondas

2

Não parece, mas o micro-ondas foi um dos mais úteis inventos acidentais da história. Tudo aconteceu quando um cara chamado Percy Spencer, que trabalhava em uma empresa que fabrica magnetrons, uma espécie de tubos que liberam energia para alimentar radares, descobriu as famosas micro-ondas.

Aliás, a própria descoberta foi um acidente: ele estava visitando o laboratório da fábrica, quando notou que sua barra de chocolate, no bolso, havia derretido. Aí, então, Spencer começou a “estudar” a reação de outros alimentos ao serem expostos a essas ondas derretedoras de chocolates. Em 1945, quando chegou a ver de testar o milho e ele virou pipoca, acabou inspirando Spencer a criar uma máquina com a tecnologia similar à dos magnetrons.

8. Dinamite

1

A dinamite, esse explosivo potente que existe hoje em dia, foi criado em 1867, pelo químico e engenheiro Alfred Nobel. Mas, esse também foi um dos inventos acidentais que surgiram por aí e, nesse caso, depois de alguns acidentes fatais. Isso porque Alfred Nobel, falhou algumas vezes na tentativa de estabilizar a nitroglicerina, uma substância líquida explosiva.

Um belo dia, enquanto Nobel transportava o tal material explosivo, um outro acidente estava prestes a acontecer. A nitroglicerina começou a vazar, mas uma grande explosão não aconteceu porque o material que envolvia as latas do explosivo, o diatomito, absorveu tudo.

Daí, então, Nobel começou a experimentar o tal material absorvente como estabilizador dos explosivos. Depois de um tempo, o inventor conseguiu misturar a nitroglicerina com o diatomito sem que o explosivo perdesse potência.

7. Raio-X

8

Outro dos inventos acidentais que mudaram a sua vida e a vida de muita gente surgiu em 1895, por causa de um cara chamado Wilhelm Conrad Rontgen. Ele descobriu que seu gerador de raios catódicos, ou feixe de elétrons, conseguia captar a imagem das coisas penetrando várias camadas de matéria.

A coisa mais impressionante que ele conseguiu, logo de cara, foi uma “fotografia” de raio-X da mão de sua esposa. Na imagem, dava para ver direitinho os ossos da mulher e seu anel de casamento. Mais ou menos como essas outras imagens aqui.

O nome raio-X veio depois e quer dizer Radiação-X. Aliás, o tal “X” tem a ver com algo desconhecido.

6. Marca-passo

4

Antes do marca-passo que conhecemos hoje existir, máquinas gigantes, do tamanho de uma TV, faziam o serviço quando os nervos do coração não conseguiam bombar sangue da forma regular. Além disso, esses trambolhos  davam choque quando eram ligados.

Para tentar mudar isso e dar um alívio para os pacientes que precisavam de ajuda com os batimentos cardíacos, Wilson Greatbatch tentou, durante muito tempo, criar um dispositivo menor, que pudesse ser implantado no corpo humano.

Em 1958, quando Wilson tentava criar um oscilador para captar os sons das batidas do coração, ele acabou implantando um transmissor errado no dispositivo no qual trabalhava. Mesmo percebendo o erro, ele pagou para ver e o resultado foi gratificante: o dispositivo passou a emitir pulsos com o mesmo ritmo das batidas do coração humano.

Depois de dois anos e muitos testes em animais, em 1960, o primeiro marca-passos foi implantado no peito de um humanos. E é por isso que o marca-passo também está na lista dos inventos acidentais mais incríveis dos últimos tempos.

5. Viagra

3

Sim, o “azulinho” também foi um dos inventos acidentais que vamos apresentar a você hoje. Ele apareceu no final dos anos 80, quando dois pesquisadores, Simon Campbell e David Roberts, criaram um medicamento, originalmente, para tratar hipertensão e angina.

O problema é que, durante os teste, o medicamento não foi eficiente quanto a sua função de origem. No entanto, como o teste era em homens, os voluntários relataram que haviam sentido os “efeitos colaterais” do remédio azul em outra parte do corpo.

Outros testes com o remédio, então, foram feitos, mas dessa vez com foco em disfunção erétil. O resultado, claro, foi um grande sucesso.

4. Velcro

5

Certa vez (como sempre começam os contos de fadas), o engenheiro elétrico George De Mestral passeava com seu cachorro e percebeu como aquele carrapichos do mato grudavam nos pelos do bichinho. Interessado no assunto, ele observou como isso acontecia com a ajuda de um microscópio e percebeu que o carrapicho é formado por vários ganchos.

Inspirado nisso, George começou a testar o poder de aderência de vário outros materiais na tentativa de descobrir qual teria um vínculo mais forte com superfícies com ganchos e fios. Depois que descobriu o “poder” do nylon, o engenheiro lançou o velcro no mercado.

3. Adoçante

6

A Sacarina, que é, basicamente, o primeiro adoçante artificial já criado, também é um dos inventos acidentais da lista. Ela foi descoberta em 1879, quando o pesquisador Constantine Fahlberg trabalhava no laboratório da Universidade Hopkins e deixou um produto químico derramar em suas mãos.

Acontece que ele não lavou as mãos antes do almoço e, por causa do pequeno acidente do laboratório, o pão que ele comia ficou doce. Depois disso, então, foi uma questão de tempo para que o adoçante artificial fosse criado e colocado no mercado. Aliás, isso aconteceu mesmo em 1884.

2. Batata chips

7

Elas são gostosas, crocantes, salgadinhas, mas são também um dos inventos acidentais que surgiram por aí, há algum tempo. No caso das batatas chips, tudo aconteceu em 1853, quando um chef chamado George Crum ficou chateado com um cliente que não parava de colocar defeito das batatas fritas (ele dizia que elas não estavam finas, nem crocantes o suficiente).

Aí, Crum resolveu o problema cortando as batatas em outro formato, tão finas que ficavam quase transparentes. Depois de fritas, elas foram um sucesso.

1. Coca-Cola

9

Pois é, esse também foi um dos inventos acidentais que mais mudaram sua vida, não é mesmo? Se para melhor ou para pior ninguém sabe, mas que mudou, mudou.

Mas, voltando no tempo, John Pemberton, um farmacêutico, estava atrás da cura para a dor de cabeça e acabou misturando vários ingredientes e algumas folhas de coca (isso mesmo, de coca), bom como algumas nozes-de-cola. Ah, e tinha álcool na fórmula também, como você já viu aqui.

Embora o tônico que surgiu daí tenha feito muito sucesso e tenha sido vendido nas farmácias durante muito tempo, a verdade é que ele não curava a dor de cabeça, mas deixava todo mundo “viciado”. Foi assim que, basicamente, o sucesso da Coca-Cola segue até hoje, desde 1886.

E por falar em invenções e descobertas, leia também: 8 descobertas mais ridículas da história da Ciência.

Fonte: Tudo Interessante