Asteroide gigante passa de raspão pela Terra nessa quarta-feira

Os amantes de eventos astronômicos têm um “prato cheio” nessa quarta-feira (29). Segundo informações da Nasa, um asteroide gigante, apelidado asteroide 2016 NF23, deve passar de próximo ao nosso planeta.

O corpo celeste, conforme os cientistas, tem entre 70 e 150 metros de diâmetro e é maior que as pirâmides do Egito. E sua velocidade também é altíssima: aproximadamente 32 mil km por hora.

Por essas e outras razões, a Nasa chegou a classificar o asteroide como “potencialmente perigoso”, ou seja, está a menos de 7,4 milhões de km da Terra.

Só para que você tenha dimensão da distância, o sol está há cerca de 149 milhões de km de distância de nós, muitas vezes mais afastado de nossa superfície que esse corpo celeste. É por isso que ele é um perigo em potencial.

O asteroide pode colidir com a Terra?

Mas, calma, apesar dos alertas, o tal asteroide gigante vai passar a 4,8 milhões de quilômetros de nosso planeta, por isso, não há motivo algum para preocupações nessa quarta-feira.

Aliás, a Nasa chegou a emitir um comunicado oficial em 2017 esclarecendo que praticamente não existem possibilidades de um corpo celeste espacial atingir a Terra nos próximos 100 anos.

Por que é importante saber sobre eles?

Sobre a necessidade de noticiar e de acompanhar a passagem do corpo celeste, especialistas que ficar atento aos asteroides e aos meteoros ajuda a entender melhor o Sistema Solar.

O estudo desses objetos também se mostra importante por uma questão de sobrevivência, uma vez que quanto mais soubermos sobre a existência ou não de algo em nossa rota de colisão, melhor.

E então, o que achou da notícia? Você tem medo de que algum desses corpos celestes acabem nos surpreendendo algum dia desses? Não deixe de comentar!

Agora, falando em asteroide, você pode se interessar em conferir ainda: 7 assustadoras profecias de Nostradamus para 2018.

Fonte: Uol, Midia Max