Saúde

Bolinhas brancas na garganta? Descubra o que podem ser

As bolinhas brancas na garganta, na maioria das vezes, não é sintoma de doença, mas podem ser evitadas e tratadas de modo fácil. Saiba mais!

Por P.H Mota

Bolinhas brancas na garganta com um cheiro ruim, chamadas de cáseos amigdalianos, são formadas por uma junção de resíduos bucais, como micro-organismos, células descamadas etc. De modo geral, essas bolinhas se formam quando há alterações na saliva, quando a higiene bucal não está sendo de forma adequada e quando o formato das amígdalas contribui com o acúmulo.

Ao perceber a presença dos cáseos, é importante procurar atendimento médico, pois, mesmo na maioria das vezes não sendo nada sério, pode ser uma chance de tratar alguma doença logo no início.

Tipos de bolinhas brancas na garganta

As bolinhas brancas na garganta podem acontecer de duas formas:

Bolinhas brancas na garganta sem sintomas

De maneira geral, as bolinhas brancas na garganta podem ser vistas com facilidade pelos médicos e, assim, pode ser o suficiente para que ele diagnostique o que se trata.

Continua após a publicidade

Mas o que pode acontecer também é que a gente veja alguma estrutura desconhecida, já que não ficamos observando nossa garganta frequentemente. Dessa forma, pode ser uma cartilagem que nunca foi vista antes, ou algumas partes da língua que não aparecem com facilidade.

Contudo, uma outra possibilidade, ainda que menos recorrentemente, é de que seja algum tipo de lesão e que dê origem a bolinhas brancas, ou tumorações que requerem biópsias para serem observadas com mais atenção.

Bolinhas brancas na garganta com sintomas

Quando há sintomas associados às bolinhas brancas, é mais fácil de se chegar a um diagnóstico mais preciso. Muitas das vezes, as pessoas que apresentam as bolinhas brancas junto com uma dor de garganta podem estar com amigdalite, que é uma infecção nas amígdalas. Outras vezes, a queixa de incômodo pode ser algum inchaço na úvula (o sininho do fundo da boca) e que pode ter sido confundido com uma bolinha.

No entanto, se a queixa for de mau hálito, é muito possível que seja um quadro de cáseos amigdalianos. O cheiro ruim ocorre, pois, conforme comemos, os restos dos alimentos se acumulam em buraquinhos presentes nas amígdalas e, então, gera um odor bastante desagradável, inclusive, por contar com a presença de micro-organismos.

Continua após a publicidade

O que fazer?

De acordo com estudo publicado na Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, é necessário que a higiene bucal seja feita adequadamente, a partir de uma escovação regular e também com a prática de gargarejos, assim evita as bolinhas brancas na garganta.

Esses hábitos podem ajudar a expelir os cáseos já formados também. Entretanto, quando não há solução, a alternativa é fazer a remoção das amígdalas. Para evitar chegar a essa situação, mantenha sua higiene bucal e procure atendimento médico caso observe algo de diferente.

Leia mais:

Fontes: Tua Saúde, ABHA, Hospital Proncor, Mega Curioso

Continua após a publicidade

Bibliografia

CONCEIÇÃO, Maurício Duarte da; MAROCCHIO, Luciana Sassa; TÁRZIA, Olinda. Avaliação de um novo enxaguatório na formação de cáseos amigdalianosRevista Brasileira de Otorrinolaringologia, v. 74, p. 61-67, 2008.

OLIVEIRA JÚNIOR, Evandro de. Cáseos amigdalianos como um fator determinante para halitose tonsilar: uma revisão de literatura. 2021.

Próxima página »

Escolhidas para você