Notícias

Brasil ocupa 96ª posição no ranking mundial em casos de corrupção

O Brasil ocupa 96ª posição no ranking mundial sobre casos de corrupção. O País brasileiro teve uma piora na nota e recebeu apenas 38 pontos.

O Brasil ocupou a 96ª posição no ranking mundial que avalia casos de corrupção. Portanto, o País brasileiro teve uma piora na nota e recebeu apenas 38 pontos. É importante ressaltar que a pontuação era de 0 a 100. Ou seja, abaixo da média global. 

Sendo assim, participaram da avaliação 180 países. Da última vez, o Brasil chegou no 94ª lugar no ranking mundial que avalia casos de corrupção. Portanto, especialistas do Transparência Internacional acreditam que subir apenas dois degraus na posição são indicações de estagnação. 

Em comparação com a média da América Latina e Caribe, o Brasil está alguns pontos abaixo da média, que é de 41 no acúmulo total. De acordo com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), outros países conquistaram a marca de 66 na pontuação. 

Além disso, os países com maiores pontos foram, por exemplo:

Continua após a publicidade
  • Dinamarca
  • Finlândia
  • Nova Zelândia

O trio alcançou 88 pontos na avaliação de  casos de corrupção. 

Os casos de corrupção no Brasil

Brasil ocupa 96ª posição no ranking mundial em casos de corrupção

Ademais, a pesquisa revelou alguns dos casos de corrupção que acontecem no Brasil entre ações do Executivo, Legislativo e também do Judiciário. Como, por exemplo:

  • Mudanças na Lei de Improbidade Administrativa
  • Desmonte de políticas públicas na área ambiental
  • Orçamento secreto
  • Troca de delegados da Polícia Federal (PF)
  • Retrocesso no acesso à informação pública, além de disseminação de fake news por agentes e canais públicos; e graves ataques à imprensa
  • Alinhamento sistemático do procurador-geral da República, Augusto Aras, com o presidente Bolsonaro
  • Grave ingerência em órgãos de controle e de inteligência, como o Coaf e o Ministério da Justiça
  • Ataques do presidente Bolsonaro contra instituições eleitorais e ao Supremo Tribunal Federal (STF)

Envolvimento do Bolsonaro

Continua após a publicidade

Segundo o diretor-executivo da Transparência Internacional Brasil, Bruno Brandão, os dados sobre os casos de corrupção, portanto, são de total responsabilidade do atual presidente do País, Jair Bolsonaro. Além disso, o homem contou ainda que considera este o pior governo de todos os tempos.

 Veja também sobre Bolsonaro é líder em interações nas mídias sociais, aponta estudo!

Próxima página »

Escolhidas para você