Mundo Animal

Cachorro sente frio? Descubra se é verdade ou mentira

Será que cachorro sente frio ou sua pelagem é suficiente para mantê-lo aquecido durante a temporada de inverno?

Quando a estação muda e a temperatura cai, você agasalha seu cão para protegê-lo do frio? A maioria dos proprietários não. Aliás, muitas pessoas pensam que a pelagem de um cão é suficiente para mantê-lo aquecido durante o inverno. Mas, afinal cachorro sente frio?

Em suma, os cachorros sentem frio sim e reagem a ele da mesma forma que nós. É verdade que alguns cães são mais suscetíveis a temperaturas mais baixas do que outros. No entanto, só porque um cão pode suportar temperaturas congelantes não significa que seus corpos não estejam sendo afetados.

Além disso, existem alguns fatores que influenciam na maneira como os cachorros reagem ao frio. Vamos analisá-los a seguir.

6 fatores que influenciam na temperatura do cachorro

Em primeiro lugar, os cães não são iguais. Isso significa que uma temperatura externa pode parecer quente o suficiente para um cão e extremamente insuportável para outro.

Continua após a publicidade

Depois de conhecer os fatores que determinam a sensação de frio do seu cão, você estará melhor informado sobre como aquecer seu pet no inverno. Aqui estão alguns fatores, segundo o blog Petlove, que afetam como os cães reagem ao frio:

1. Tipo de pelagem

Cães que têm uma pelagem espessa e de duas camadas geralmente são os mais tolerantes ao frio. Eles incluem raças como Terra Nova, Huskies Siberianos e Samoiedas.

É por isso que essas raças são comuns nos climas do norte e têm outras características comportamentais, fisiológicas e anatômicas que lhes permitem prosperar quando está frio. Por outro lado, nossos amigos caninos de pelagem fina, como Pinscher e Bull terrier sofrem muito com o frio.

2. Tamanho

Cães de grande porte têm uma pequena área de superfície em relação ao volume. Isso significa que cães grandes têm menos de sua pele exposta ao ambiente, portanto, eles perdem menos calor do que cães pequenos.

Continua após a publicidade

3. Cor da pelagem

Cachorros com pelagem escura, como preto e marrom, podem absorver quantidades consideráveis ​​de calor. O calor os mantém mais quentes em comparação com suas contrapartes de cor clara.

4. Peso

A gordura corporal é um excelente isolante de calor. Cães magros geralmente ficam resfriados mais rápido do que cachorros gordos. Lembre-se de que existem riscos associados a cães com excesso de peso que superam as vantagens de resistência à baixas temperaturas. Assim, não engorde seu animal de estimação durante o inverno para mantê-lo aquecido.

5. Idade e saúde

Cães que estão doentes, são muito velhos ou filhotes não são capazes de regular suas temperaturas corporais; bem como em comparação com cães saudáveis ​​e aqueles que estão em sua idade avançada. Cães vulneráveis, portanto, precisam de mais proteção contra o frio.

6. Condicionamento

Cães que foram expostos a temperaturas frias tendem a lidar melhor com temperaturas frias do que aqueles que não foram.

Continua após a publicidade

Quais os riscos do frio para os cachorros?

O frio pode afetar as condições de saúde existentes. Desse modo, problemas circulatórios por exemplo, geralmente são apenas os sintomas de outras doenças mais graves, e o clima frio afetará ainda mais um cão com má circulação.

Se a saúde de um cão começar a piorar nos meses mais frios, isso também pode indicar anemia, defeitos cardíacos ou uma ampla gama de outros problemas.

Tumores com sangramento interno se apresentarão de forma semelhante a problemas circulatórios. Qualquer uma dessas condições pode impedir que seu cão sobreviva em climas excessivamente frios.

Os cães se recuperam de uma variedade de doenças e enfermidades sem problemas. No entanto, a febre usada pelo corpo para combater infecções de rotina geralmente se manifesta em mudanças na temperatura corporal.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Portanto, se você tiver um cachorro doente certifique-se de que ele descanse adequadamente e não seja exposto a temperaturas excessivamente frias durante o processo de recuperação.

Como saber se o cachorro está com frio?

Uma regra geral é que, se você está sentindo frio, seu animal de estimação também está sentindo frio. No entanto, existem alguns sinais que você pode observar.

Você pode notar uma mudança no comportamento, como latidos excessivos, miados ou resmungos. O tremor é um sinal revelador para todos. Eles podem se sentir ansiosos e continuar procurando lugares quentes. Além disso, sua pelagem pode ficar fofa.

Os cães também tendem a desacelerar significativamente quando começam a sentir frio. Seus ossos ficam um pouco mais rígidos, fazendo com que seus movimentos pareçam forçados e desconfortáveis. Tome isso como um sinal de que eles precisam ser aquecidos.

Continua após a publicidade

Raças de cachorros que sentem mais frio

Veja algumas raças de cachorro que não suportam o frio, de acordo com o Portal do Dog:

  • Chihuahua
  • Pinscher
  • Greyhound
  • Whippet
  • Galgo italiano
  • Dachshund
  • Braco Alemão de Pelo Curto
  • Boxer
  • Boston Terrier
  • Fox Paulistinha (Terrier Brasileiro)
  • Pug
  • Buldogue Francês
  • Pastor Alemão
  • Cão de Crista Chinês
  • Xoloitzcuintli
  • Basenji
  • Yorkshire Terrier
  • Vizsla

7 dicas para proteger seu cachorro do frio

1. Mantenha seu cão longe de correntes de ar

Pisos frios e sem carpete podem ficar muito frios no inverno. Certifique-se de cobrir qualquer piso sem carpete em sua casa com cobertores ou almofadas para manter a superfície quente para o seu animal de estimação.

2. Não deixe seu cachorro sozinho do lado de fora

Mesmo se você estiver deixando seu cachorro no quintal, não é seguro deixá-lo sozinho no frio. Além disso, sempre verifique suas patas, para evitar cortes e rachaduras nas almofadas.

Contudo, se o seu cão ficar com as patas rachadas, esfregar uma pequena quantidade de vaselina pode ajudar a amolecer e aliviar as almofadas das patas.

Continua após a publicidade

3. Limite o tempo do passeio

Assim como os humanos, se os cães passarem muito tempo ao ar livre em climas frios, poderão sofrer queimaduras de frio ou hipotermia. Portanto, evite passear com seu pet em horários congelantes e deixá-los por muito tempo expostos ao frio.

4. Compre roupinhas para cães menores e menos ativos

Cães pequenos, sem pêlos e de pêlo curto são mais propensos a sentir mais frio à medida que as temperaturas caem. Se você possui um Chihuahua ou Pinscher, por exemplo, é importante investir em uma roupinha de inverno para eles.

5. Não deixe seu cachorro sozinho no carro

Pode parecer que essa regra só se aplica no verão, todavia o frio pode causar o mesmo dano ao seu animal de estimação. Portanto, não deixe seu pet sozinho no carro, mesmo se você for executar uma tarefa rápida.

6. Mantenha a vacinação do seu cachorro em dia

Cães são mais propensos a doenças nos meses de inverno. Portanto, é importante que você preste atenção extra ao cartão de vacinas dele. Além disso, você pode consultar o seu veterinário para suplementos de saúde e outros medicamentos se o seu animal de estimação ficar doente ou sentir dor nas articulações, por causa do frio.

Continua após a publicidade

7. Troque a água potável com frequência

Certifique-se de que a tigela de água do seu cão não esteja muito fria e não use uma tigela de metal ao ar livre no tempo frio. Como nós, até os cães sentem menos sede no inverno.

E isso é mais verdade porque a água em sua tigela de beber fica gelada muito em breve e eles não sentem vontade de beber. É aconselhável reabastecer a água velha com água fresca à temperatura ambiente a cada 2-3 horas.

Agora que você sabe que cachorro sente frio, leia também: Cores de cachorro: guia completo com padrões de pelagem das raças

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você