Notícias

Coceira em Pernambuco: mariposas provocaram o surto misterioso

Após diversos casos de intensa coceira em Pernambuco, especialistas descobriram que foram mariposas que provocaram o surto misterioso.

Após diversos casos de intensa coceira em Pernambuco, o suporte da Sociedade Brasileira de Dermatologia descobriu que foram mariposas que provocaram o surto misterioso

Sendo assim, centenas de vítimas obtiveram diversas bolhas, feridas e o avermelhamento da pele devido a forte coceira pelo corpo. Os primeiros casos começaram a surgir em outubro deste ano, em Recife, capital de Pernambuco.

Pesquisa sobre mariposas que provocaram o surto misterioso

Para a descoberta do caso, foi necessário o auxílio da dermatologista do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Claudia Ferraz, e do profissional da mesma área da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Vidal Haddad Junior

Continua após a publicidade

Claudia colheu dados de campo sobre os sintomas e os ferimentos no corpo. Em contrapartida, Vidal analisou amostras em laboratórios com situações que envolviam animais. Dessa forma, ele descobriu que as mariposas que provocaram o surto misterioso se reproduzem no fim do ano. 

Portanto, quando elas voam em direção às lâmpadas e batem contra o objeto de vidro. Sendo assim, devido ao impacto elas liberam pequenas cerdas. Por isso, caem em cima de colchões, sofás, cadeiras, mesas e entre outros objetos que o ser humano entra em contato. Em seguida, as cerdas minúsculas e afiadas penetram na pele das pessoas e provocam a dermatite. 

Onde isso pode acontecer?

Os especialistas explicam que isto é bastante comum em todo o Brasil. No entanto, não acontece em grande escala como foi o surto de coceira em Pernambuco. Segundo Vidal, pode ocorrer com uma frequência maior em casas de veraneio e no campo.

Continua após a publicidade

Motivo disso é que ficam fechadas por um período maior do que o de costume. Sendo assim, quando entram nesses locais tem um contato com várias cerdas, que provocam a inflamação na pele.  

Suspeita de ivermectina

Coceira em Pernambuco; mariposas provocaram o surto misterioso

No início do surto de coceira que envolvia um número superior a 200 pessoas, especialistas acreditavam que tinha ligação com grandes quantidades do uso de ivermectina durante a pandemia do coronavírus. 

Além disso, uma pesquisa foi feita e mostrou que houve 800% do aumento no consumo do remédio resultou no desenvolvimento de uma super resistência da escabiose. Ou seja, a responsável pela sarna humana.

Continua após a publicidade

Porém, a teoria de que o medicamento causou o surto de coceira não era verdadeiro. Sendo assim, o que provocou tudo foram as mariposas do gênero Hylesia. 

Método de prevenção

Coceira em Pernambuco; mariposas provocaram o surto misterioso

De acordo com Vidal, um dos métodos mais eficientes seria instalar telas de proteção em portas e janelas. No entanto, ainda é possível ter contato com as mariposas que provocaram o surto misterioso na parte externa das residências. 

Para o tratamento, o médico geralmente recomenda medicamentos que amenizam a dermatite. Como, por exemplo, pomadas e anti-inflamatórios. Em situações mais graves, são necessários remédios orais. 

Continua após a publicidade

Confira também sobre Vacinas de nova geração contra a Covid-19 já estão em fase de testes!

Próxima página »

Escolhidas para você