História

Geólogos resolvem o desaparecimento misterioso de civilização chinesa

O desaparecimento misterioso de uma civilização chinesa que aconteceu há 4 mil anos foi descoberto recentemente após pesquisa de geólogos.

O desaparecimento misterioso de uma civilização chinesa que aconteceu há 4 mil anos foi descoberto recentemente, após uma pesquisa feita por geólogos. Essa sociedade surgiu há 5300 anos no leste da China.

Sendo assim, era a civilização mais avançada da Ásia. Além disso, especialistas acreditam que até mesmo do mundo todo. O grupo pertencia à cultura Liangzhu. Ou seja, estava ao longo das margens do Delta do Rio Yangtze.

Sobre sua cultura

Pelas ruínas arqueológicas da Cidade de Liangzhu é possível notar diversos progressos para a época dentro da agricultura e aquicultura. Além disso, melhorias sociais, culturais e tecnológicas também. 

Continua após a publicidade

Ou seja, essa civilização chinesa já havia feito engenhos arquitetônicos de alto padrão como, por exemplo, uma engenharia hidráulica. Por isso, através dela houve a construção de canais, represas e reservatórios de água. Sendo assim, Liangzhu foi um tipo de “Veneza do Oriente” neolítica.

Teoria inicial

Geólogos resolvem o desaparecimento misterioso de civilização chinesa

Após vários anos de inovação, cerca de 4300 atrás a população deixou Liangzhu repentinamente. Portanto, algumas teorias sobre uma inundação destruir o local surgiram. 

De acordo com o geólogo da Universidade de Innsbruck na Áustria, Christoph Spötl, especialistas detectaram uma fina camada de argila por cima das ruínas em preservação. Por isso, a ligação entre o desaparecimento misterioso da civilização chinesa e enchentes do rio Yangtze ou as enchentes do Mar da China Oriental foram feitas.

Continua após a publicidade

Motivo do desaparecimento misterioso da civilização chinesa

Agora, os geólogos conseguiram imagens mais visíveis do dilúvio que inundou Liangzhu após analisar estalagmites de duas cavernas subaquáticas na região. Razão disso, é que essas formações minerais têm a capacidade de conservar assinaturas químicas das condições climáticas por um longo período.

De acordo com o autor do estudo da Universidade Xi’an Jiaotong da China, Haiwei Zhang, a Cidade pegou um período de chuvas bastante intensas. Portanto, nem os reservatórios de água conseguiram suportar e se romperam, o que levou a destruição do lugar e fez com que o povo saísse de lá o mais rápido o possível.

Veja também sobre A migração dos caranguejos vermelhos: como, onde e quando acontece?

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você