Como encontrar o celular batendo palmas

Se você vive para cima e para baixo com o celular na mão e não tem uma memória exemplar, provavelmente, você também vive perdendo e tendo que procurar o celular por aí. Não é mesmo?

Para os esquecidinhos de plantão, a boa notícia é você não precisa mais revirar a casa ou o escritório inteiros para achar seu smartphone. Já é possível encontrar o celular batendo palmas, simplesmente! Dá para acreditar?

Se você quiser mais essa facilidade tecnológica em sua vida e é preciso baixar aplicativos que permitam isso. Os mais conhecidos, pelo menos até agora, são o Clap to Find, para Android; e o ClapMe, para os aparelhos com sistema operacional iOS.

Como encontrar o celular batendo palmas

Tudo que você precisa fazer, em ambos os casos, é baixar o aplicativo e configurá-lo para reconhecer suas palmas. Depois, é só utilizá-lo quando for preciso.

No caso do Clap to Find, por exemplo, assim que você abrir o aplicativo e tocar em Começar, ele vai pedir para que você bata palma três vezes. Se ele tiver detectado o som, vai estar pronto para o uso; se não, vai pedir para você tentar novamente as palmas, até que o barulho seja detectado. O ClapMe funciona de forma bem parecida.

O bom desses aplicativos é que quando você tenta encontrar o celular batendo palmas o aparelho emite sinais sonoro e luminoso. E, obviamente, você consegue personalizar esses alertas da forma que quiser.

Alertas personalizados

Ainda sobre o Clap to Find, você precisa ir nos três risquinhos, na parte de cima da tela; entrar em Configurações e, em Toque, escolher a música que deseja ser ouvida quando bater palmas. Também é possível aumentar a sensibilidade do app, o que aumenta as chances do smartphone tocar quando barulho de palmas ou parecido com isso, forem feitos nas proximidades (o que pode ser bom ou ruim).

No caso do Flash, se você não quiser que ele acenda ou que o aparelho vibre, é só tocar na chave de ativação e desativar o recurso.

Limitações

Embora seja uma ideia genial encontrar o celular batendo palmas, a verdade é que esse tipo de aplicativo funciona apenas em determinadas distâncias. O smartphone precisa estar há poucos metros de distância para ser detectado, como perdido em sua mesa de trabalho ou, pelo menos, no mesmo cômodo que você.

Além disso, para funcionar, ele precisa estar ativado o tempo inteiro, o que pode consumir um pouco mais de bateria que o normal. Mas, no final, vale a pena, não acha?

Agora, se você tem uma memória péssima, além de recomendar que você leia essa outra matéria que ensina como melhorar a memória; nós já demos algumas dicas eficientes por aqui como esta (clique para ler) e esta outra (clique para ler), que ensinam a encontrar o celular realmente perdido, roubado ou esquecido em algum lugar. Então, se você bateu palmas e o aparelho não deu sinal de vida, não se desespere!

E aí, gostou da dica? Mas essa não é a única coisa inusitada que você seu celular pode fazer, como você vê nesse outro post: 7 coisas para fazer com a câmera do celular além de tirar fotos.

Fonte: Olhar Digital