Curiosidades

Como escolher um tênis para corrida e para caminhada?

O terreno, o peso e o uso são os principais fatores a ter em mente na hora de comprar o tênis certo para correr ou caminhar.

Fazer uma caminhada de pelo menos 30 minutos ou correr é uma das formas mais comuns de atividade física. Para isso, os especialistas reconhecem a necessidade de ter um tênis pensado para um melhor treino.

Como sabemos, as grandes marcas de calçados se encarregam de desenhá-los com uma variedade de benefícios para serem usados ​​da melhor maneira possível. Mas como escolher o calçado correto?

Nem todos os calçados esportivos são ideais para diferentes atividades, correr não é o mesmo que jogar futebol, tênis ou basquete. Além disso, nem todos temos o mesmo pé, por isso existem modelos adaptados à forma que cada um tem. Portanto, hoje veremos como escolher um tênis para corrida e para caminhada.

Como escolher um tênis para corrida e para caminhada?

Os melhores tênis de corrida e caminhada para você são aqueles que o mantêm saudável e o ajudam a atingir seus objetivos de condicionamento físico e saúde. Veja como eleger este aliado na prática de atividade física abaixo:

Continua após a publicidade

Tipo de pisada

Uma das primeiras coisas que devemos considerar ao escolher nossos tênis de corrida é o tipo de pisada. Em suma, existem três classificações:

1. Pronada

Neste tipo, o peso do seu corpo recai sobre a parte do pé mais próxima do dedão. Quem tem este perfil de pegada deve procurar tênis com estabilidade ou controle de movimento para evitar a pronação.

2. Supinada

Neste tipo, o peso do corpo fica na parte externa do pé, a área mais próxima do dedo mínimo. A dica para estas pessoas é procurar tênis com amortecimento extra para ajudar a absorver o impacto adicional de seus passos. Contudo, a supinação não é tão comum quanto a pronação.

Aliás, se você tem pés em decúbito dorsal, descobrirá que seus tênis tendem a se desgastar nas áreas laterais externas. Portanto, prefira calçados com amortecimento extra.

Continua após a publicidade

3. Neutra

Ocorre quando o peso do nosso corpo é distribuído na zona central do pé, sem ficar mais de um lado do que do outro. Neste caso, procure tênis de estabilidade que sejam mais flexíveis do que os calçados de controle de movimento, mas que ainda ofereçam um bom suporte.

Numeração adequada

Saber a numeração correta do seu calçado é super importante. Bons tênis de corrida ajudam seus pés a sofrer menos. Eles amortecem os impactos, controlam a rotação do tornozelo e ajudam na estabilidade. Além disso, a parte superior costuma ser confeccionada com um material que proporciona respirabilidade.

Se corrermos com calçados que não se ajustam bem aos pés ou não são do tamanho correto, corremos o risco de nos machucarmos. Na melhor das hipóteses, você terá apenas um calo. Na pior das hipóteses, pode fraturar alguma coisa.

Peso corporal e estrutura do pé

Outros fatores que você deve levar em consideração são o peso corporal e a estrutura dos pés. Os tênis de corrida geralmente têm faixas de peso recomendadas com base na estabilidade e no amortecimento de que você precisa.

Continua após a publicidade

Se você pesa 75 quilos, por exemplo, pode usar calçados leves e com menos amortecimento, enquanto se ultrapassar os 90 quilos, é recomendável comprar um com muito mais amortecimento.

Por outro lado, descobrir que tipo de arco do pé você tem, caso não saiba, é muito simples. Você pode ir a um podólogo ou realizar o teste de impressão digital.

Saber que tipo de arco do pé você tem (arco baixo ou pé chato, arco normal ou arco alto) ajudará muito a restringir o tipo de sapato que você precisa e obter o máximo de conforto possível.

Amortecimento do tênis

Em que superfície você pretende caminhar ou correr? Se você planeja correr principalmente no asfalto, é melhor comprar calçados com bom amortecimento (levando em consideração seu peso, seu ritmo de corrida e a distância).

Continua após a publicidade

Se asfalto não é a sua praia e você é daqueles que correm pela natureza, então faz mais sentido escolher um sapato de trilha que tenha melhor aderência e suporte em terrenos exigentes.

Além disso, o clima é outro dos pontos-chave a considerar, mesmo que não pareça importante para você. Se você mora em uma área chuvosa ou sai muito cedo para correr e o solo pode estar molhado ou escorregadio, procure o modelo de sapato que se caracteriza por ter a maior aderência possível à superfície onde você vai treinar.

Drop do tênis

O drop também chamado de offset, diferencial ou drop é a diferença da altura do sapato do calcanhar até a ponta, esse drop ou declínio é medido em milímetros, o usual é em torno de 8 mm. As alterações na altura de queda ao trocar de calçado devem ser feitas em etapas e com treinamento.

Drop alto de 8 a 13 mm: ajudam a pousar o pé com o calcanhar ou mediopé, e é a altura onde fica a maioria dos calçados.

Continua após a publicidade

Drop médio de 4 a 8 mm: podem ser usados ​​como transição para calçados minimalistas e estão relacionados ao running natural.

Offset baixo inferior a 4 mm: os modelos com menos drop ajudam-nos a pisar com o mediopé ou com o antepé em vez do calcanhar. Mas é preciso fortalecer e adaptar o pé e o corpo para esse tipo de técnica de corrida.

Material

As costuras dos calçados de corrida e caminhada devem ser feitas de algum material macio e flexível, não rígido. Isso evita a dor no atrito. Materiais que podem respirar prevalecem.

Lembre-se que seus pés suam muito ao caminhar e, se não quiser sentir desconforto e dor, a longo prazo você precisa de calçados respiráveis, como os de couro.

Continua após a publicidade

Além disso, considere o fechamento do tênis, se é zíper, cadarço ou velcro, ou ainda outro tipo de fechamento.

Sola do tênis

A sola dos calçados de caminhada deve ser suficientemente grossa para não se desgastar com os quilômetros, nem causar dor ao caminhar sobre superfícies irregulares, como pedras, terra solta, etc.

Por fim, uma dica na hora de escolher o tênis certo é que o melhor é experimentá-los ao final do dia, que é quando os pés estão mais inchados. Isso se deve em parte ao cansaço dos músculos dos pés após um longo dia, mas também à retenção de água que ocorre ao longo do dia.

Fontes: Corrida perfeita, Buscapé, Globo, Uol, Yuool

Continua após a publicidade

Leia também:

Conheça o sapato inventado para tirar selfies

Sapatos masculinos podem revelar muito sobre os homens

Marca vegana cria sapatos de pó de café

Continua após a publicidade

História da Balenciaga: trajetória da marca com estilo e glamour

Palitos Gina: veja a história da marca e da moça que aparece nas caixas

Próxima página »

Escolhidas para você