Mundo Animal

Concha, o que? Características, formação e tipos de concha do mar

A concha é um órgão rígido que anteriormente abrigou moluscos, mas pode ser entendida como uma carapaça protetora de outros animais marinhos.

Em primeiro lugar, se você foi à praia pelo menos uma vez, você encontrou pelo menos uma concha na areia. Apesar disso, embora sejam comuns, as conchas intrigam a humanidade há anos, se tornando objetos de estudos e até mesmo de coleção. Em suma, as conchas abrigaram moluscos antes de tornarem-se objetos.

Nesse sentido, cerca de dois terços deles precisam dessa proteção para sobreviver. Basicamente, além de protegê-los contra impactos e predadores, as conchas também servem como um mecanismo de camuflagem. Além disso, essa capacidade se deve aos desenhos e cores que apresentam na camada exterior, e que se confundem com as cores presentes no mar.

Geralmente, as conchinhas encontradas na praia pertenceram a animais que já morreram e foram levados pelo movimento das águas até a praia. Ademais, agora que já sabemos mais sobre as conchas, fique em seguida com a explicação de como elas são formadas:

Como as conchas são formadas?

Primeiramente, temos que falar um pouco sobre os moluscos. Eles são animais invertebrados, ou seja, sem espinhal dorsal. Existem diversos tipos de molusco, sendo que alguns deles não precisam de conchas, como por exemplos os polvos. Os que precisam de conchas produzem sua própria concha desde o dia que nascem.

Continua após a publicidade

Em sua forma larval, onde os animais são minúsculos com menos de 1 centímetro, eles possuem uma concha chamada de protoconcha. Essa fase dura um curto período de tempo, até que ele comece a produzir sua concha definitiva.

Conchas - Como são formadas e seus tipos
Fonte: Portal São Francisco

A formação da proteção parte de uma espécia de pele do molusco chamada de manto. O animal extrai da água do mar e dos alimentos o carbonato de sódio. Também é utilizado aminoácidos e proteínas produzidos pelo próprio animal. A concha é divida em 3 camadas:

  • Lamelar: a parte que fica em contato com o manto é formada de carbonato de sódio em forma de lâminas. Essa parte pode se regenerar e crescer, de acordo com a espécie e idade do molusco.
  • Prismática: a camada intermediária também é feita de carbonato de sódio, mas em forma de prisma. Essa parte só é formada em durante o crescimento da concha, não podendo ser regenerada como a anterior.
  • Perióstraco: por fim temos a camada mais externa, que é formada além de carbonato de sódio, de aminoácidos e proteínas. Tal camada protege todas as outras e como a anterior, não pode ser regenerada após o crescimento completo do molusco.

Como existem diversos tipos de moluscos espalhados pelo mundo, também existem diversos tipos de conchas. Pesquisadores separaram a maioria delas em grupos. Fique em seguida com uma breve explicação de algumas delas:

Tipos de Concha

1) Gastrópodes

Conchas - Como são formadas e seus tipos
Fonte: Portal São Francisco

Os gastrópodes são uma classe que tem o maior grupo dá filo molusco, cerca de ¾ de todos os moluscos. Em suma, sua principal característica está na concha que é feita apenas de uma peça, também chamada de valva. Os animais dessa classe se contraem quando estão em perigo, ficando totalmente dentro de suas conchas. A abertura fica protegida por uma estrutura calcária chamada de opérculo.

Continua após a publicidade

Existe uma grande variedade de animais nesse grupo e consequentemente, existem diversos tipos de conchas. Dentre os mais famosos estão a família Triviidae, Trochidae (em forma de cone), Turbinidae (em forma de turbos) e Turritellidae (em forma de chifres). As menos conhecidas são Triviidae, Cypraeidae, Haliotidae, Strombidae, Cassidae, Ranellidae, Tonnoidea e Muricidae. Por fim, cada uma possui diversas características únicas e abstratas.

2) Escafópodes

Conchas - Como são formadas e seus tipos
Fonte: Portal São Francisco

Em suma, a principal característica dos escafópodes é a semelhança com uma presa de elefante. Eles possuem aberturas dos dois lados e tem aproximadamente 15 centímetros de tamanho. Esses moluscos podem ser encontrados em praias, enterrados em lugares bastante úmidos.

3) Bivalves

Fotografia da casa do molusco
Fonte: Portal São Francisco

Como o próprio nome indica, esses moluscos possuem conchas com duas peças (duas valvas). Seus principais representantes estão localizados em mares, mas também existem espécimes que vivem na água doce. Sua alimentação é feita por filtração da água, onde se escondem diversas partículas que servem como alimentos para ela.

Muitas delas são populares como alimento, como por exemplo as ostras e os mexilhões. Um fato interessante é que nas  bivalves se encontram as pérolas. Depois de anos filtrando a água, algumas partículas se prendem no animal, formando a joia.

Continua após a publicidade

4) Cefalópodes

Fotografia da casa do molusco
Fonte: Portal São Francisco

Por fim temos os cefalópodes, que muitos se engaram ao achar que eles não tem conchas. Nesse sentido, seu principal represente, os polvos, realmente não possuem, mas existem outros representantes dessa classe, como por exemplos os náutilos.

Além disso, eles possuem uma concha externa, e seus tentáculos saem da concha e o ajudam na movimentação. Por outro lado, as lulas também tem conchas, porém são internas.

E aí, aprendeu sobre conchas? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Fontes: Infoescola, Portal São Francisco, Algumas Coisas

Continua após a publicidade

Imagens: Portal São Francisco

Próxima página »

Escolhidas para você