Curiosidades

Quem é Cratos, o Titã da Mitologia Grega que inspirou God of War

Cratos ou Kratos é um dos deuses menos conhecidos da mitologia grega, no entanto ele teve um papel importante e até inspirou God Of War.

Você já ouviu falar sobre Cratos, ou Kratos, personagem da série de jogos eletrônicos God of War? No game ele é uma figura bastante famosa, aliás é o protagonista de toda a série. No entanto, não se pode dizer o mesmo sobre sua aparição nos contos da mitologia grega.

Aliás, por ele não ser mencionado com frequência, também existem algumas histórias conflitantes sobre quem ele era e o que representava. Por exemplo, alguns o listam como um obscuro deus da guerra, outros como o deus da força e do poder. Aqui estão mais informações sobre quem é Cratos e as principais curiosidades sobre ele:

Cratos é um titã ou um deus?

Na mitologia grega, Cratos é a personificação divina da força. Ele é filho dos titãs Palas e Estige e seus irmãos eram:

  • Bia – a personificação da força. Em suas poucas aparições em trabalhos escritos, ela costumava ficar em silêncio.
  • Zelus – seu nome significava dedicação ou rivalidade. A palavra “zeloso” é derivada de Zelus.
  • Nike – a personificação da vitória, ela foi a última filha de Estige. Enquanto servia a Zeus, ela também era associada a divindades da guerra, particularmente Atena.

Cratos era um deus menor com um trabalho muito específico. Além disso, ele era a personificação da força. Nos mitos antigos, representava especificamente o poder e a soberania de Zeus, o rei dos deuses.

Continua após a publicidade

Ele usou seu poder singular para fazer cumprir as leis e decretos de Zeus, muitas vezes duramente. Como personificação, Cratos não era uma figura importante. Ele apareceu na mitologia grega apenas algumas vezes, e sempre na execução de seus deveres.

Cratos na mitologia grega

Cratos é mais famoso por seu papel no mito de Prometeu. Nesta história, Prometeu roubou o fogo dos deuses. Como punição por isso, Zeus mandou Cratos e sua irmã Bia amarrar Prometeu a uma rocha, onde ele seria preso e torturado para sempre.

Em outras lendas míticas, Cratos geralmente só aparecia quando era chamado, junto com a irmã, em tempos de batalha. Diké, a personificação da justiça, também o invocava de tempos em tempos.

Inspiração para um dos jogos mais famosos de videogame

O Cratos grego desfruta de algum reconhecimento, já que o seu nome é o do protagonista do famoso jogo de PlayStation da Sony, God of War, e todas as suas sequências. A série de videogames, no entanto, se refere mais ao verdadeiro deus da guerra, Ares, do que ao Cratos.

Continua após a publicidade

Além da semelhança dos nomes, os dois Kratos não se parecem muito um com o outro, exceto por uma conexão com o titã Prometeu. O mítico Cratos é responsável por ajudar a prender Prometeu, enquanto, em God of War II, o Kratos dos jogos é quem liberta o herói. A versão para videogame de Kratos é filho de Zeus e representa poder e força, enquanto o Cratos é um servo do deus do Olimpo.

Apesar de haver diferenças, as conexões de Kratos com sua contraparte mitológica são mais fortes do que se pensava. Por um lado, Kratos compartilha muitos dos atributos mitológicos do personagem grego, como ser muito forte e seu uso de correntes.

A história de Kratos na franquia God Of War

A franquia God of War começou como um jogo simples e autônomo, estrelado por um espartano furioso em guerra contra toda a mitologia grega. Desde então, a série evoluiu para uma tragédia grega moderna repleta de ação e aventura.

Antes de qualquer um dos jogos, vale lembrar que Kratos lutou uma batalha perdida contra uma tribo de bárbaros e fez um acordo com Ares, o Deus da Guerra. Em troca de derrotar seus inimigos, Kratos ofereceu sua vida em servidão eterna.

Continua após a publicidade

Ares concordou, mas decidiu em sua infinita sabedoria (ou falta dela) enganar Kratos para matar sua esposa e filha, para que nada pudesse distraí-lo de servir o Deus da Guerra. Este plano saiu pela culatra e desencadeou a busca cheia de raiva de Kratos por vingança, contra o panteão grego.

God of War: Ascensão

Vários meses depois, um Kratos agora amnésico procura conselho com Orkos (o filho de Ares) e com o oráculo de Delfos para ficar permanentemente livre do controle de Ares, e trazer de volta suas memórias. Kratos descobre que a única solução é matar as Fúrias, pois elas mantêm seu vínculo com Ares.

Porém, em um golpe de ironia, as Fúrias prendem Kratos em uma prisão feita do cadáver ainda “vivo” de um gigante de cem braços conhecido como Hecatônquiro.

Ao final, o herói restaura as memórias perdidas, inclusive o assassinato de sua família, que volta para assombrá-lo toda noite. Isso coloca Kratos em um caminho de servidão à Atena, apenas para que ele possa se livrar de seus terrores noturnos.

Continua após a publicidade

God of War: Correntes do Olimpo

Cinco anos em sua servidão, Kratos testemunha o sol caindo do céu. Mais tarde, ele se depara com a carruagem abandonada de Hélios, o Deus Sol. Atena então encarrega Kratos de encontrar Hélios e derrotar o Deus dos Sonhos, Morfeu, que aproveitou este evento e enviou os deuses para um sono profundo.

A jornada de Kratos o leva ao submundo onde ele se reencontra com sua filha morta, Calliope. Kratos também testemunha a libertação do Titã Atlas, aquele que literalmente carrega o mundo em seus ombros.

Eventualmente, Kratos se resigna a nunca mais ver sua filha. Então ele acorrenta Atlas ao telhado do submundo e confronta Perséfone, a rainha do inferno.

God of War I

Finalmente, chegamos ao jogo que começou tudo. Kratos, perto de Atenas, ouve a notícia de que a cidade está sob o cerco das forças de Ares – lideradas pelo próprio Ares.

Continua após a publicidade

Atena pede a Kratos que salve sua cidade, e ele concorda, mas apenas se ela o livrar daqueles pesadelos. Kratos então procura o Oráculo de Atenas e descobre uma arma que pode derrotar Ares: a Caixa de Pandora.

Após toda a batalha, cansado, Kratos se joga de um penhasco, mas Atena o salva no último segundo e o coroa como o novo Deus da Guerra.

God of War: Fantasma de Esparta

Kratos tem um irmão, Deimos, que foi sequestrado pelos deuses por causa de uma profecia de que eles seriam mortos por um “guerreiro marcado”. Como Deimos nasceu com marcas de nascença incomuns, os deuses naturalmente assumiram que ele seria o rapaz da profecia.

Avançando para o presente, Kratos, o recém-coroado Deus da Guerra, viaja para Atlantis e encontra sua mãe, Callisto. Ela o informa que Deimos está vivo e não está bem nas garras de Tânatos, o Deus da Morte.

Continua após a publicidade

Callisto também conta a Kratos sobre seu pai, o que a transforma em um monstro retorcido que Kratos mata misericordiosamente. Kratos eventualmente encontra Deimos, mas o reencontro deles dura pouco, pois Tânatos mata seu irmão.

God of War II

Kratos, agora o Deus da Guerra em título e poder, distraiu-se de seus pesadelos conquistando e destruindo outras cidades gregas, para desgosto dos outros deuses gregos.

Por vingança, Zeus dá vida ao Colosso de Rodes e engana Kratos para imbuir uma espada com sua divindade para que ele possa matar o gigante. Zeus então prontamente espeta Kratos com a espada, matando-o.

Contudo, a morte é apenas um pequeno inconveniente para Kratos; ele se recupera e jura rasgar o espaço-tempo um novo, pedindo às Irmãs do Destino para mandá-lo de volta no tempo e evitar sua própria morte.

Continua após a publicidade

God of War III

Ao contrário dos outros jogos, God of War III ocorre imediatamente após o jogo anterior e começa com Kratos montando os Titãs no Olimpo. Depois que Kratos mata Poseidon, os Titãs mostram suas verdadeiras intenções e traem Kratos, matando-o e enviando-o para o submundo mais uma vez.

Todavia, Kratos escapou do submundo tantas vezes que ele sabe disso como a palma de sua mão, e desta vez ele não vai sair sem a cabeça de Hades.

Depois que Kratos sai do submundo, ele viaja até o Olimpo, matando cada deus tolo o suficiente para entrar em seu caminho. Kratos então procura pela Caixa de Pandora, para que possa usá-la para matar Zeus, só que desta vez a caixa está protegida por uma chama que só pode ser extinta pela própria Pandora.

God of War (2018)

Por fim, chegamos à mais recente entrada da franquia God of War. Sabemos que Kratos tem um filho e está tentando ser um bom pai em um mundo cheio de deuses nórdicos.

Continua após a publicidade

Entretanto, não sabemos como ele chegou a essas terras, o que aconteceu com o espírito de Atena, ou por que Jormungandr, a serpente do mundo e precursora de Ragnarok, quer ajudar Kratos. Mas, quem interessou pelo jogo, já pode começar a jogar para descobrir.

10 curiosidades impressionantes sobre Cratos em God Of War

1. A franquia God of War é uma série emblemática para PlayStation e Kratos é um de seus personagens mais populares e bem recebidos.

2. Kratos é um guerreiro espartano que se torna o Fantasma de Esparta depois de matar acidentalmente sua família em nome da trapaça de Ares. Ele se torna o Deus da Guerra depois de matar Ares.

3. Ele finalmente descobre que é um semideus e filho de Zeus. Cada parte do jogo gira em torno de Kratos se vingando dos deuses gregos.

Continua após a publicidade

4. Kratos significa “poder” ou “força” em grego, o que provavelmente é uma referência à força física divina de Kratos e ao poder geral em geral.

5. No jogo, enquanto Kratos está obcecado em se vingar dos deuses, na mitologia grega Cratos é totalmente leal a Zeus.

6. Na mitologia grega, Cratos e Bia foram ordenados por Hefesto para aprisionar Prometeu. Por outro lado, em God of War II, Kratos libertou Prometeu de sua prisão.

Outros fatos sobre o personagem

7. A maioria das ações de Kratos durante a série são motivadas por pura raiva e vingança, exceto quando ele está procurando pela Ambrosia para salvar sua filha, quando ele está salvando seu irmão Deimos e impedindo Pandora de se sacrificar na Chama do Olimpo.

Continua após a publicidade

8. O estilo de luta de Kratos muda ao longo dos jogos à medida que ele se torna mais e mais experiente. Por exemplo, em God of War: Ascension, ele usa as Lâminas do Caos para agarrar enquanto em todos os outros jogos ele prefere dominar seus inimigos agarrando-os com as mãos.

9. Os designs iniciais para Kratos incluíam ele com cabelos longos e soltos e carregando um bebê nas costas.

10. Hollywood vem tentando trazer Kratos para os filmes desde que o primeiro jogo foi lançado. O script passou por várias alterações, mas nada ficou preso até agora.

Veja mais sobre Cratos neste vídeo:

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você