Mundo Animal

Curiosidades sobre as joaninhas e fatos que você não conhece

As curiosidades sobre as joaninhas dizem respeito às características físicas, como as cores da carapaça, mas também sobre seus hábitos.

Em primeiro lugar, as curiosidades sobre as joaninhas refere-se aos besouros coleópteros da família Coccinellidae. No geral, são espécies de corpo redondo e colorido, com cores diferentes. Ademais, são predadoras de pragas agrícolas com grande importância na agricultura, porque atuam no controle biológico.

Curiosamente, algumas espécies confundem porque parecem com outro grupo de besouros pequenos e coloridos, mas da família Chrysomelidae. No geral, as joaninhas possuem corpo bem redondo ou semiesférico, com uma cabeça pequena e antenas curtas. Além disso, apresentam seis patas e asas membranosas bem desenvolvidas, mas protegida por uma carapaça quitinosa colorida.

Desse modo, estima-se que a maioria das espécies sejam predadoras, mas também comem folhas, pólen, mel ou até fungos. Entretanto, os predadores alimentam-se de afídeos, moscas da fruta, ácaros e outros invertebrados nocivos para as plantas. Apesar disso, as espécies sofrem ameaça de extinção por conta dos agrotóxicos na agricultura. Por fim, conheça mais curiosidades a seguir:

Curiosidades sobre as joaninhas

1) Informações básicas

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

A princípio, as joaninhas também são um tipo de besouro, mas fazem parte de uma família com cerca de 4.500 espécies e 350 gêneros. Além disso, podem medir de 1 até 10 milímetros. No geral, vivem em torno de 6 meses e enfrentam uma metamorfose completa durante o desenvolvimento.

Curiosamente, conhece-se como ladybugs nos Estados Unidos e ladybirds no Reino Unido. Apesar disso, o nome científico é Coccinellidae. No geral, encontram-se em tons diversos além do vermelho, como em amarelo, laranja, verde, cinza, branco e marrom. Porém, alguns ainda tem corpos pretos com manchas coloridas ou corpos coloridos com bolinhas pretas.

2) Alimentação das joaninhas

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

Comumente, as joaninhas estão nos jardins ao redor do mundo inteiro. Ademais, costumam ser insetos úteis porque alimentam-se de pragas agrícolas como pulgões, afídeos, moscas das frutas, piolhos da folha e afins. Mais ainda, podem comer até 5 mil pulgões durante toda a vida. Entretanto, caso falta alimento, elas praticam o canibalismo.

3) Joaninhas na Idade Média

Curiosidades sobre as joaninhas e fatos que você não conhece
Fonte: Pixabay

Em resumo, considera-se os besouros como sagrados desde a Idade Média. Mais ainda, na Europa Medieval, as culturas tiveram uma inserção forte dos insetos como símbolos, ao ponto que as pessoas oravam por socorro e recebiam joaninhas para matarem as pragas.

Nesse sentido, também conhecia-se as joaninhas como “Besouro de Nossa Senhora” por conta dessa lenda da oração trazendo-as para comer os pulgões. Portanto, diversos vitrais apresentam esses insetos desenhados entre os santos. Ademais, ainda simbolizam sorte para algumas culturas.

4) Função das cores

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

A princípio, as cores servem como advertência para afastar as pragas, pois são suas predadoras. Além disso, os principais predadores das joaninhas são os pássaros, rãs, vespas, aranhas e libélulas. Desse modo, suas cores também atuam como aviso aos predadores, com a intenção de enganá-los e se proteger. Entretanto, não são tóxicas para o ser humano.

Porém, estima-se que algumas espécies de joaninhas podem ser identificadas pelo número de pintas. Apesar disso, a mais comum é a de 7 pintas da espécie Coccinella septempunctata. Contudo, é comum que as pintas desapareçam na medida em que elas envelhecem e compreende-se que essas pintas não indicam idade ou algo assim.

5) Fisiologia e características

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

A princípio, são animais de sangue frio que hibernam no inverno. Também possuem uma carapaça feita de quitina, a mesma substância das unhas humanas. Apesar disso, não são insetos, e sim besouros porque mastigam o alimento ao invés de utilizar uma agulha para sugar o líquido.

Comumente, as joaninhas têm dois olhos, mas não enxergam bem. Portanto, conseguem somente diferenciar a luz da escuridão e são as antenas que as ajudam na identificação do cheiro, sabor e caminho. Porém, os pés das joaninhas também ajudam-nas a sentir o cheiro, além da locomoção.

No geral, comunicam-se por meio de sinais químicos liberados pelo corpo, os ditos feromônios. Ademais, não possuem nariz e não respiram pela boca, mas sim através do tórax e de pequenas aberturas.

6) Asas das joaninhas

Curiosidades sobre as joaninhas e fatos que você não conhece
Fonte: Pixabay

No geral, possuem dois pares de asas, mas não as utilizam para usar. Em resumo, ficam guardadas em suas carapaças, sendo que o segundo par serve como proteção das asas principais que são delicadas. Curiosamente, estima-se que as joaninhas batem suas asas 85 vezes por segundo parar voar.

Mais ainda, em um único voo elas podem viajar até 120km de distância, em altitudes de 1100 metros e até 24km/h. Porém, elas não voam quando a temperatura está abaixo de 15 graus. Sendo assim, são mais ativas a partir de temperaturas acima de 16 graus.

7) Hábitos

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

Curiosamente, as joaninhas mordem, mas não possuem dentes e o fazem como uma espécie de beliscão. Além disso, para diferenciar o macho da gêmea precisa-se somente comparar os tamanhos, porque o macho é menor.

No geral, as joaninhas são excelentes atrizes, pois se fingem de mortas diante do predador. Basicamente, tombam e viram as pernas para cima, diminuindo a temperatura corporal para simular a morte.

Contudo, caso isso não funcione elas soltam um líquido fedido que espanta os predadores. Porém, ainda expelem um líquido amarelo que é o próprio sangue.

8) Alimentação das joaninhas

Fotografia do besouro
Fonte: Pixabay

Em resumo, um expeirmento enviou joaninhas ao espaço com pulgões de plantações para perceber como a falta de gravidade interfere na relação da espécie. Porém, percebeu-se que elas não precisam de gravidade para se alimentarem. Apesar disso, atualmente, a principal preocupação são os agrotóxicos, porque podem matar e afastá-las.

9) Metamorfose

Curiosidades sobre as joaninhas e fatos que você não conhece
Fonte: Pixabay

Além disso, as joaninhas passam por metamorfoses como as borboletas. Ou seja, após botarem os ovos, as larvas eclodem entre 2 e 5 dias. Logo em seguida, em até duas semanas, se bem alimentadas, elas entram em uma espécie de casulo durante uma semana. Por fim, ressurgem como os besouros populares.

10) Ovos

Curiosidades sobre as joaninhas e fatos que você não conhece
Fonte: Pixabay

Comumente, as joaninhas botam seus ovos próximo aos pulgões, porque são uma fonte de alimento para as larvas. Apesar disso, também botam ovos inférteis, caso as larvas fiquem sem alimento elas podem comê-los. Por fim, estima-se que elas botem 50 ovos durante a vida, produzindo larvas que lembram um pequeno jacaré.

E aí, aprendeu algumas curiosidades sobre as joaninhas? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência.

Fontes: Guia dos Curiosos | Sintema | MiniJardim

Imagens: Pixabay

Próxima página »

Escolhidas para você