Mundo Animal

Curiosidades sobre polvos que você nunca ouviu falar

As curiosidades sobre polvos dizem respeito às espécies de animais invertebrados com oito tentáculos poderosos e hábitos específicos.

As curiosidades sobre polvos referem-se aos moluscos marinhos da classe Cephalopoda e da ordem Octopoda. Nesse sentido, como o nome sugere, se trata de uma espécie com oito braços fortes. Ademais, é comum que as espécies apresentem ventosas à volta da boca, assim como um corpo mole por conta da ausência do esqueleto interno.

Ou seja, é diferente das lulas, porque não apresenta esqueleto interno ou externo. Curiosamente, o principal meio de defesa dessas espécies é a capacidade de ejetar tinta, mas também a camuflagem. Mais ainda, os polvos realizam autotomia, que é a capacidade de liberar partes de seu corpo em um processo de automutilação para se proteger de predadores.

Apesar disso, todos os polvos são predadores e tem como principal alimento peixes, crustáceos e outros invertebrados. Desse modo, costumam capturar suas presas com os braços, mas os matam com seu bico quitinoso. Ainda nesse contexto, a palavra polvo se originou do termo grego polypous, que significa literalmente muitos pés. Por fim, conheça mais curiosidades a seguir:

Curiosidades sobre polvos

1) Visão dos polvos

Curiosidades sobre polvos que você nunca ouviu falar

Continua após a publicidade

No geral, a evolução da espécies adaptaram alguns tipos de polvos com visão binocular. Além disso, esses animais apresentam olhos com estrutura próxima ao olho humano. Portanto, há ainda a percepção de cor, o que ajuda muito na caça de seus predadores no oceano.

2) Igual coração de mãe

Curiosidades sobre polvos que você nunca ouviu falar

Continua após a publicidade

Em resumo, os polvos têm três corações, e bombeia um sangue azul-esverdeado. Sobretudo, essa cor é resultado do cobre, a substância responsável pelo transporte de oxigênio no sangue dos polvos. Ou seja, é como se fosse o ferro no sangue humano, que cria a coloração avermelhada.

3) Inteligência dos polvos

Curiosidades sobre polvos que você nunca ouviu falar

Continua após a publicidade

Comumente, classifica-se o polvo como o invertebrado mais inteligente. Nesse sentido, uma série de estudos científicos mostram que ele possui um cérebro central e oito paralelos em cada tentáculo. Ademais, cada espécie possui cerca de 500 milhões de neurônios, o que é impressionante porque os seres humanos tendem a ter 86 bilhões.

4) Nerd dos mares

Fotografia do exemplar no mar

Acima de  tudo, os polvos conseguem manter a memória de curto e longo prazo. Portanto, conseguem aprender uma experiência e manter ela em mente por algum tempo. Dessa forma, isso explica porque as espécies conseguem utilizar objetos como ferramentas ou construir fortalezas no oceano com objetos ao seu redor.

5) São animais travessos

Fotografia da espécie no mar

Continua após a publicidade

Em resumo, existe um estudo realizado num laboratório da Nova Zelândia com um polvo mostrou que esses animais podem reconhecer pessoas. Basicamente, o polvo Charles lançou jatos d’água nos cientistas porque não gostou de um deles. Além disso, é comum que alguns polvos apresentem problemas em aquários, provocando curtos-circuitos de propósito até serem soltos no mar.

6) Brincalhões

Fotografia da espécie no mar

Apesar disso, são animais brincalhões também. Nesse sentido dos experimentos, existem registros de animais brincando com frascos de comprimidos vazios que captaram perto dos aquários enquanto os cientistas trabalharam. Ademais, esse caso em específico envolveu um colocando os frascos na direção da bomba do tanque para que eles fossem e voltassem no aquário.

7) HI-5 dos polvos

Fotografia da espécie no mar

Continua após a publicidade

No geral, é comum que os polvos saúdam um ao outros com uma espécie de tapinha, como o que seres humanos dão nas costas dos outros. Sobretudo, essa percepção surgiu a partir dos estudos do professor Stefan Linquist sobre as espécies. Anteriormente, acreditava-se que os polvos estavam atacando seus semelhantes com os tentáculos, mas os estudos do professor explicaram melhor.

8) Reprodução das espécies

Ilustração do exemplar com suas partes

Nesse sentido de toques de tentáculos, uma parte das espécies dos polvos utilizam uma reentrância na parte inferior do terceiro tentáculo direito para se acasalar. Basicamente, eles o estendem até a fêmea e caso ela aceite, o espermatozoide é ejaculado pela abertura do tentáculo. Desse modo, as gêmeas ainda armazenam o sêmen por algum tempo antes de fertilizar os próprios óvulos

9) Poder de regeneração

Fotografia da espécie no mar

Continua após a publicidade

Como citado anteriormente, os polvos conseguem realizar autotomia para fugir de predadores. Em outras palavras, o polvo realiza uma amputação espontânea para distrair o predador e foge. Porém, outro tentáculo nasce no lugar em que o outro foi arrancado, a partir de uma proteína chamada acetilcolinesterase, muito estudada em laboratórios.

10) Qual a diferença entre polvos e lulas?

Basicamente, os polvos possuem um corpo arredondado e são invertebrados, porque não tem esqueleto externo e interno. No geral, chegam até 6 metros e vivem no fundo do mar, entre as rochas. Por outro lado, as lulas tem corpo alongado e m forma de tubo, com esqueleto fino e estreito no interior. Ademais, costumam viver na superfície do ambiente marinho onde se alimentam.

11) Tinta pra todo lado

Continua após a publicidade

No geral, a tinta que os polvos liberam é capaz de paralisar os órgãos de seus inimigos para que ele possa fugir. Além disso, a tinta afeta a visão e o olfato dos predadores. Em resumo, os polvos aspiram uma grande quantidade de água e depois a soltam como uma espécie de propulsor para sua fuga, nesse processo, a tinta também é liberada para despistar o predador.

12) Mestres da camuflagem

Em resumo, os polvos tem células especiais com diferentes pigmentos em sua pele. Dessa forma, essas células trabalham em conjunto para produzir uma camuflagem igual ao ambiente em que ele se encontra. No entanto, essas células possuem uma cor específica que não se altera, mas acontece uma expansão dos cromatóforos da cor desejada.

13) Alta flexibilidade

Fotografia da espécie no mar

Continua após a publicidade

Por outro lado, um quarto mecanismo de defesa envolve combinar a alta flexibilidade dos seus corpos com a mudança de coloração imitando outros animais mais perigosos. Desse modo, se disfarçam como outros animais e fogem por confundir os predadores que não tem tanta visão desenvolvida.

14) Reprodução ou morte

Comumente, após a fertilização, a fêmea protege os ovos e permanece em uma toca onde deposita cerca de 150 mil ovos. Nesse sentido, permanece durante dois meses o protegendo e não sai de lá nem para se alimentar. Portanto, ela cuida dos ovos até eclodirem e morre pouco tempo depois de fome.

15) Tentáculos poderosos dos polvos

Fotografia da espécie no mar

Continua após a publicidade

Por fim, outra curiosidade sobre polvos é que os tentáculos envolvem duas fileiras de ventosas adesivas que permitem desde a locomoção até captura de presas. Ademais, é possível captar cheiros a partir da células que estão nas pontas dessas estruturas. Ademais, são essenciais para contato com seus semelhantes.

E aí, aprendeu curiosidades sobre polvos? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência

Próxima página »

Escolhidas para você