História

Esfinges: quais são os tipos e o que representam na mitologia?

A esfinge mais comum é uma criatura com corpo de leão e cabeça humana; é uma figura proeminente na mitologia egípcia, asiática e grega.

A esfinge é uma criatura fantástica que desafia a lógica e a compreensão e aparece nas lendas de todo o mundo. Aliás, é uma das figuras mais conhecidas da mitologia.

De acordo com historiadores, a esfinge apareceu pela primeira vez no Egito, frequentemente representada com a cabeça de um homem e o corpo de um leão, embora as variações incorporassem também combinações aterrorizantes de cabeças de carneiro e falcão.

A esfinge pode ser vista em relíquias das antigas civilizações Núbia e Minóica, embora os arqueólogos não tenham certeza se essas esfinges significavam exatamente a mesma coisa que no Egito. Saiba mais sobre essa famosa criatura abaixo.

O que é a esfinge?

Continua após a publicidade

As esfinges são normalmente associadas ao conhecimento de alguma forma. Frequentemente, aparecem fazendo charadas aos outros, muitas vezes com consequências terríveis para aqueles que não querem ou não conseguem adivinhar corretamente.

Ademais, associações com sabedoria mágica e poderes oraculares também são bastante comuns. Elas geralmente são seres poderosos, raros e mágicos; independentemente de seu papel específico em uma história, essas criaturas raramente são criaturas triviais.

Tipos de esfinges

Androesfinge

Esfinges: quais são os tipos e o que representam na mitologia?

Uma esfinge tem o corpo de um leão, possivelmente as asas de um pássaro, e é mais comumente representada com a cabeça de um ser humano; estes são normalmente referidos como androsfinges quando homens, ou ginosfinges quando mulheres.

Continua após a publicidade

Ginoesfinges

As ginosfinges podem ou não ser representadas em seios humanos. Qualquer um dos tipos pode ser representado usando um nemes, o manto listrado usado pelos faraós egípcios.

Criosfinges

Esfinges: quais são os tipos e o que representam na mitologia?

Um dos tipos alternativos mais comuns das esfinges. Esta é representada com cabeça de carneiro.

Continua após a publicidade

Hieracosfinges

São as esfinges com cabeça de águia ou falcão. Esfinges com cabeças de outros animais são raras, mas não totalmente inéditas e geralmente não têm nomes universais. Todas as variantes podem ou não ser aladas.

Em geral, essas criaturas com cabeça humana têm maior probabilidade de ser místicas e refinadas, enquanto as com cabeça de animal têm maior probabilidade de ser bestiais e agressivas.

A esfinge na mitologia grega

Continua após a publicidade

A palavra “esfinge” vem do grego antigo, da palavra “sphingein” , que significa amarrar ou apertar, que viria a se tornar o nome duradouro desse monstro incrível.

E enquanto as esfinges egípcias quase sempre apareciam com a cabeça e o torso de um homem, que Hesíodo chamou de “androsfinge”, as esfinges gregas tinham corpo e torso de mulher.

Na Grécia, também, a esfinge perde sua benevolência egípcia, tornando-se, em vez disso, uma força malévola. Enquanto a esfinge egípcia pode ter sido confiável para guiar alguém ao submundo, a esfinge grega se torna um caminho apenas para o perigo e a morte.

O mito de Édipo

Esfinges: quais são os tipos e o que representam na mitologia?

Continua após a publicidade

Na história de Édipo, a Esfinge atua como um porteiro enviado pelos deuses à cidade de Tebas para perguntar a qualquer transeunte um enigma. Com uma resposta correta, o visitante passa e a criatura morre. Com uma resposta errada, ela pode devorá-lo. Desse modo, o enigma que ela propôs a Édipo foi o seguinte:

“Qual é o ser que no começo da vida anda com quatro pés, a meio da vida anda com dois pés e pelo fim da vida anda com três pés?”

Édipo respondeu corretamente que a criatura é humana. Ao nascer, um humano rasteja. À medida que crescem, eles andam sobre duas pernas. À medida que envelhecem, usam uma bengala. Com efeito, dependendo da versão da história, o monstro se joga para a morte ou é morto por Édipo.

Diferenças entre as esfinges gregas e egípcias

Continua após a publicidade

Embora a esfinge tenha se originado no Egito, ao se espalhar para a Grécia e a Ásia, ela mudou de significado e aparência. Do espírito protetor dos antigos egípcios, tornou-se um monstro terrível na Grécia.

No mito grego, a Esfinge era filha de Ortros (um cachorro monstro com duas cabeças) e Equidna (metade mulher, metade cobra) ou mesmo Quimera (criatura composta: leão, cabra e cobra).

Além disso, a versão grega tem uma semelhança em personalidade e monstruosidade com suas criaturas femininas míticas irmãs, a Quimera e as Górgonas. Suas histórias têm em comum um monstro feminino que embosca o herói antes de enganá-lo e matá-lo.

Assim, portanto, a esfinge grega se encaixava no molde de outros monstros gregos, ou seja, era malvada, implacável e traiçoeira. Nos relatos de poetas gregos, as imagens monstruosas se concentravam em suas garras e olhos malignos, sendo os últimos também um aspecto importante da Górgona Medusa.

Continua após a publicidade

Fisicamente, o que constituía a esfinge da Grécia não era o mesmo que constituía a do Egito, como a famosa esfinge de Gizé. Esta última tinha o corpo de um leão, quase sempre uma cabeça humana; e eram em sua maioria homens (a menos que representassem mulheres Faraós, como Hatshepsut). A versão grega sempre foi feminina e tinha o corpo de um felino com asas.

A esfinge como símbolo de mistério

Esfinges: quais são os tipos e o que representam na mitologia?

Por fim, do Egito e da Grécia, a esfinge viajou pelo mundo, tornando-se famosa da Mesopotâmia à Índia e à Tailândia. As histórias da esfinge eram viajavam junto com as mercadorias que se moviam pela Rota da Seda.

E enquanto a esfinge se transformava em cada lugar, sua natureza enigmática, era simplesmente imutável.

Continua após a publicidade

A esfinge também apareceu repetidamente como uma forma de guardiã ou outra, muitas vezes colocada como talismã nas entradas dos templos, para afastar a má sorte e os espíritos malignos.

Então, gostou de saber mais sobre essas criaturas mitológicas? Pois, leia também: Pirâmides do Egito Antigo – Tudo sobre o grandioso complexo egípcio

Próxima página »

Escolhidas para você