Curiosidades

Quem era Filemom e aonde ele aparece na bíblia?

Filemom era um cristão do primeiro século e proprietário de escravos que recebeu uma carta de Paulo, conforme aparece na bíblia.

Na bíblia, Filemom aparece nas epístolas de Paulo, e trata-se de um homem rico de boa posição social, que se torna um cristão possivelmente por meio do ministério de Paulo, e seu escravo rebelde fugitivo, Onésimo.

Em suma, naquela época, os senhores possuíam escravos. Com efeito, em circunstâncias normais, Filemom e Onésimo certamente não se relacionavam como pessoas de iguais para iguais. Portanto, eles não eram amigos.

Onésimo roubou dinheiro de Filemom e fugiu. Então, Paulo escreve sua breve carta a Filemom e pede-lhe que aceite Onésimo de volta – como um irmão. Não como escravo, mas como filho de Deus como ele próprio; na verdade, como um verdadeiro amigo.

Aceitar Onésimo de volta como escravo seria um escândalo, mesmo que ele recebesse uma punição adequada. Mas recebê-lo em sua casa como um igual, amigo e ser humano valioso iria realmente virar as coisas de cabeça para baixo. Filemom provavelmente se encontraria destoante da nobreza da época. Veja com detalhes essa história abaixo.

Continua após a publicidade

Significado do nome

Fonte: Medium

O nome Filemom é principalmente um nome masculino de origem grega que significa Amoroso. Na Bíblia, Filemom era amigo e colega de trabalho de Paulo.

O nome Filemom aparece apenas uma vez na Bíblia, a saber, na linha de abertura do livro que leva seu nome: a carta de Paulo a Filemom, Áfia e Arquipo e a igreja em sua casa.

Alguns comentaristas supõem que Áfia pode ter sido a esposa de Filemom e Arquipo seu filho, mas isso é duvidoso. À primeira vista, superficialmente, a carta de Paulo a Filemom parece ser principalmente sobre um escravo fugitivo chamado Onésimo que queria voltar para casa.

Contudo, o sistema imperial romano dependia de pessoas que adoravam César e o Estado e obedeciam cegamente a ambos – o que nem os cristãos nem os judeus fariam, daí as perseguições por Roma e todos os outros regimes totalitários que ainda existem.

Continua após a publicidade

Em segundo lugar, Roma exigia que todos (escravos e homens livres) defendessem a escravidão. Apenas um quarto das pessoas em Roma eram livres; o resto eram escravos, e Roma entraria em colapso imediatamente se seus escravos se revoltassem com sucesso.

Desse modo, os escravos fugitivos podiam contar com punições mais severas sob a lei romana. A ideia de que Paulo incriminaria duplamente um indivíduo humano real, Onésimo, cristão, que aparentemente serviu a Paulo ali mesmo na prisão é simplesmente impensável.

Carta de Paulo a Filemom

Quem era Filemom e aonde ele aparece na bíblia?
Fonte: Medium

Filemom era um homem rico e cristão. Ele era dono de um escravo chamado Onésimo, que fugiu. Esse escravo então conheceu o apóstolo Paulo e se tornou cristão. Paulo escreveu uma carta pessoal a Filemom, que aparece nas Escrituras como o livro de Filemom.

Nesta carta, Paulo promete pagar qualquer dívida que Onésimo tenha. Além disso, na epístola o apóstolo apela a Filemom em vez de ordenar-lhe que receba Onésimo de volta “não mais como escravo, mas mais do que escravo, como irmão e amigo”.

Continua após a publicidade

Conhecendo a compreensão de Filemom do evangelho, sua hospitalidade e seu amor “por todos os santos”, Paulo estava confiante de que Filemom receberia de volta Onésimo. Ele declarou: “Confiante na sua obediência, escrevo-lhe sabendo que fará ainda mais do que eu digo”.

Visto que essa carta pessoal está incluída nas Escrituras, pode-se presumir que Filemom realmente perdoou sua dívida e o recebeu como irmão em Cristo. Desta forma, o senhor dos escravos refletiu a atitude graciosa que Paulo descreveu nesta carta.

Se curtiu este artigo, leia também: Quem escreveu a Bíblia? Conheça os verdadeiros autores do livro sagrado

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você