Curiosidades

Oscar: quem criou, como surgiu, quem vota, últimos vencedores

A história do Oscar tem início na década de 20 e passa por transformações que definiram e foram definidas pela história do cinema.

Por P.H Mota

A história do Oscar remonta a 1927. Nesse ano foi fundada a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que realizou a primeira cerimônia de premiação com Asas como Melhor Filme do Ano.

Essa primeira noite de gala foi organizada como uma cerimônia de cinema sem um nome específico. Além disso, os prêmios do Oscar levaram quatro anos para serem cunhados.

Não foi até 1931 que a cerimônia do filme de Hollywood foi batizada como o Oscar. Saiba mais sobre esse prêmio a seguir.

História do Oscar

Oscar, a quem a estatueta deve o nome, não era uma pessoa famosa do mundo do cinema, ou pelo menos é o que conta a lenda de Hollywood.

Continua após a publicidade

Em suma, o nome Oscar foi cunhado pela bibliotecária da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Margaret Herrick, que disse que a primeira vez que viu a estatueta a lembrou de seu tio Oscar, conforme registrado no Akal Technical Dictionary of Cinema.

Herrick, que faleceu em 1976, atuou como Bibliotecária de 1931 a 1964. Ela saiu naquele ano para assumir o cargo de Diretora Executiva até 1971, quando foi nomeada Diretora Emérita. Hoje a biblioteca da Academia leva seu nome como homenagem.

Outra versão sugere que a ideia partiu do crítico de cinema Sidney Skolsky. A fim de humanizar o prêmio, o crítico teria feito a sugestão à Academia com base nos espetáculos de Vaudeville, onde comediantes brincavam com regentes com a frase Você tem um charuto, Oscar?”.

No entanto, uma terceira versão sugere que a ideia partiu da atriz Bette Davis, que comparou a estatueta a seu marido, Harmon Oscar Nelson. Independente da versão para a origem, o nome passou a ser oficial para designar a cerimônia e permanece até os dias de hoje.

Continua após a publicidade

Como foi a primeira cerimônia?

Uma das primeiras comissões desse novo órgão foi a dos Prêmios de Mérito, que surgiu em 1928. O comitê de sete pessoas sugeriu ao Conselho que os prêmios fossem entregues em 12 categorias.

Um ano depois, em 1929, ocorreu a primeira cerimônia do Oscar, em um banquete no Blossom Room do Hollywood Roosevelt Hotel, com 270 convidados. Contudo, nessa primeira edição, os vencedores já eram conhecidos: haviam sido anunciados com três meses de antecedência.

No ano seguinte, em 1930, os nomes foram dados no momento da cerimônia, embora uma lista antecipada tenha vazado para a mídia para publicação às 23h. Entretanto, essa tradição terminou em 1940, quando o Los Angeles Times publicou antecipadamente os nomes dos vencedores.

A partir desse momento, implementou-se o sistema de envelopes lacrados que permanece vigente até hoje.

Continua após a publicidade

Quem vota no Oscar?

Escolhem as melhores produções, os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Em suma, consiste em um grande grupo de profissionais da indústria com mais de 10.000 membros, com quase 9.500 elegíveis para votar.

Cada membro vota apenas nas categorias de sua filial na fase de indicação, junto com suas propostas para Melhor Filme. Quem compõe as filiais sem categoria própria só pode votar no melhor filme.

Algumas filiais têm uma etapa adicional de votação antecipada que reduz os candidatos a listas curtas, como as categorias Música, Som, Efeitos Visuais e Maquiagem e Cabelo, Longa Internacional, Documentário e Curta-Metragem.

Como são escolhidos os vencedores?

Apenas na categoria ‘Melhor Filme’ acontece a votação preferencial. Os membros classificam os indicados do maior para o menor favorito. Se um filme obtiver mais de 50% dos votos número um, ele automaticamente ganha o prêmio de Melhor Filme.

Continua após a publicidade

Caso contrário, o filme que receber menos votos em primeiro lugar tem seus votos redistribuídos para os votos em segundo lugar dos membros que o colocaram em primeiro lugar. Esse processo continua, eliminando os menos votados e redistribuindo-os conforme necessário até que um filme ultrapasse o limite de 50%.

Quanto às demais categorias, os membros só podem votar em um dos indicados.

O que a estatueta do Oscar representa?

Criada em 1928, esta estatueta foi feita por Cedric Gibbons, diretor artístico da Metro Goldwyn Meyer, embora tenha sido esculpida pelo artista George Stanley.

Oscar mede pouco mais de 34 centímetros e pesa cerca de quatro quilos. Manteve sempre o mesmo design, embora tenha sofrido algumas alterações ao longo da sua história.

Continua após a publicidade

Em primeiro lugar, o material com que é feita: originalmente, a estatueta era feita de bronze maciço banhado a ouro, mas logo depois foi feita de uma liga que lhe permitia dar um acabamento polido.

A estatueta é famosa mundialmente e representa um cavaleiro segurando uma espada sobre um rolo de filme com cinco raios indicando os cinco ramos tradicionais da Academia: atores, roteiristas, diretores, produtores e técnicos.

Brasil no Oscar

Apesar do Brasil estar fora do Oscar 2023, o país é famoso por marcar presença em edições anteriores. Ao longo dos mais de cem anos de história do Oscar, algumas produções e artistas do Brasil concorreram em diversas categorias.

A última disputa ocorreu em 2020, quando Democracia em Vertigem concorreu na categoria de melhor documentário.

Continua após a publicidade

Antes disso, entretanto, O Pagador de Promessas (1963), O Quatrilho (1996), O que é isso, Companheiro? (1998) e Central do Brasil (1999) já disputaram como melhor filme estrangeiro.

O maior número de indicações aconteceu com os filmes Cidade de Deus (2004) e O Beijo da Mulher-Aranha (1986), que receberam quatro indicações cada um.

No entanto, o momento mais histórico para o Brasil talvez seja a indicação de Fernanda Montenegro na categoria de melhor atriz, por Central do Brasil, em 1999. Contudo, a atriz acabou perdendo para Gwyneth Paltrow, por sua atuação em Shakespeare Apaixonado.

Polêmicas ocorridas no Oscar

Como a maioria das premiações, a história do Oscar também sofreu várias polêmicas durante a grande noite estelar, desde vencedores que rejeitaram a estatueta de ouro até ataques racistas. Confira as principais abaixo:

Continua após a publicidade

Racismo no Oscar

Hattie McDaniel ficou para sempre na história do cinema, pois foi a primeira afro-americana a ganhar um Oscar.

A atriz participou do filme “E o Vento Levou”, porém, foi proibida de comparecer à estreia e não pôde sentar na mesma mesa que seus colegas de elenco no Oscar de 1940.

A rejeição do prêmio

Em 1973, Marlon Brando ganhou o Oscar de “Melhor Ator” por sua atuação como o chefe da máfia Vito Corleone em “O Poderoso Chefão”, mas o ator se recusou a ir ao evento e enviou Sacheen Littlefeather, uma ativista dos direitos dos aborígines, que observou que Brando recusou o prêmio “em protesto contra o tratamento dispensado pela indústria cinematográfica aos nativos” .

O nu “surpresa”

O ator britânico David Niven estava fazendo um discurso na cerimônia de premiação em 1974, quando um homem chamado Robert Opel, um artista, fotógrafo e dono de galeria que defendia os direitos LGBT, apareceu nu no palco.

Continua após a publicidade

A “nova” versão da Branca de Neve

A 61ª edição do Oscar para muitos foi a pior da história da premiação, inclusive a Academia recebeu um processo da Disney. O que aconteceu? Uma atriz vestida de Branca de Neve quis “marcar” uma nova versão da princesa e junto com Rob Lowe protagonizaram um número musical sexualizado sem autorização da Disney.

La La Land ou Moonlight?

No Oscar de 2017, Faye Dunaway anunciou que o vencedor de “Melhor Filme” era La La Land, mas, na realidade, o verdadeiro vencedor era Moonlight.

Chris Rock x Will Smith

No Oscar de 2022, o comediante Chris Rock estava no palco fazendo uma de suas piadas ácidas enquanto entregava um dos prêmios. O problema surgiu quando ele colocou Jada Pinkett no centro de seu ‘discurso’ e comparou seu cabelo ao de Demi Moore no papel de ‘Tenente O’Neil’, em 1997.

Deve-se notar que Pinkett tem um problema autoimune que causa alopecia. Então seu marido, Will Smith, levantou-se de sua cadeira e deu um soco nele.

Continua após a publicidade

Aparentemente, ele não gostou muito do que Rock disse. “Tire o nome da minha esposa da sua boca”, gritou o ator. Além disso, Smith falou um expressivo ‘fuck’ (foda-se), que é uma palavra proibida na gala.

Últimos vencedores

Melhor filme

  • 2018: “A forma da água”
  • 2019: “Green Book: O guia”
  • 2020: “Parasita”
  • 2021: “Nomadland”
  • 2022: “No Ritmo do Coração”

Categoria Melhor atriz

  • 2018: Frances McDormand (“Três anúncios para um crime”)
  • 2019: Olivia Colman (“A Favorita”)
  • 2020: Renée Zellweger – “Judy: Muito Além do Arco-Íris”
  • 2021: Frances McDormand – “Nomadland”
  • 2022: Jessica Chastain – “Os olhos de Tammy Faye”

Categoria Melhor ator

  • 2018: Gary Oldman (“O destino de uma nação”)
  • 2019: Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)
  • 2020: Joaquim Phoenix – “Coringa”
  • 2021: Anthony Hopkins – “Meu pai”
  • 2022: Will Smith – “King Richard: criando campeãs”

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, Prepara Enem

Leia também:

Quem são os cientistas que ganharam dois prêmios Nobel?

Continua após a publicidade

Prêmio Nobel 2022: veja quais são os ganhadores

Anitta no VMA 2022: a primeira brasileira a conquistar o prêmio

Prêmio Nobel, o que é? Origem, categorias e principais ganhadores

30 livros que viraram filmes que ganharam o Oscar

Continua após a publicidade

Quem foram os vencedores do Oscar 2022?

Onde assistir os filmes do Oscar 2022? Lista completa

Próxima página »

Escolhidas para você