Curiosidades

Johnny Depp e Amber Heard vão a tribunal novamente

Divorciados, Johnny Depp e Amber Heard voltam ao tribunal após acusações de difamação de ambos, em julgamento com transmissão ao vivo.

Em um dos julgamentos mais midiáticos dos últimos tempos, finalmente, Johnny Depp e Amber Heard vão a tribunal para acertar a história de uma vez por todas. Recentemente, o ator expos sua vida privada em uma das etapas do julgamento em Londres. Agora, ele e sua ex-esposa voltaram, hoje (11) para mais um dia de defesa, por conta de acusações mútuas de difamação.

Nesse sentido, o caso entre Depp, de 58 anos e Heard, de 35, terá transmissão ao vivo. Os dois devem testemunhar junto dos atores James Franco, Paul Bettany e o empresário Elon Musk, bem como outras celebridades. Todo o processo começou por conta de um artigo de opinião escrito por Amber e publicado no The Washington Post em dezembro de 2018. Na publicação, ela se descreve como “figura pública que representa a violência doméstica”. Além disso, contou sobre como teria sido assediada pela sociedade após suas denúncias de agressão.

No artigo, ela comenta: “Eu falei contra a violência sexual e enfrentei a ira de nossa cultura. Isso tem que mudar”. Em nenhum momento ela chega a citar Depp, com quem esteve casada durante os anos de 2015 a 2017. Contudo, o ator a processou por difamação ao insinuar que ele era um agressor. Agora, ele pede US$ 50 milhões em danos. Dessa forma, o processo movido por ele afirma: “A insinuação do editorial de que o Sr. Depp é um agressor doméstico é categoricamente e comprovadamente falsa. O Sr. Depp nunca abusou da Sra. Heard”.

Johnny Depp e Amber Heard vão a tribunal após acusação de difamação

Da mesma forma, Johnny Depp ainda acusa Heard de buscar “publicidade positiva para si mesma” antes do lançamento do longa Aquaman, em que ela possui um papel de protagonista. Por sua vez, Amber apresentou um contraprocesso, e pediu US$ 100 milhões em indenização. De acordo com ela, sofreu “violência física desenfreada e abuso” nas mãos de Depp. “O processo frívolo que o Sr. Depp moveu contra a Sra. Heard mantém esse abuso e assédio”, diz o processo.

Continua após a publicidade

Seja como for, de acordo com a Uol, a seleção do júri começa hoje, em um tribunal do condado de Fairfax, em Washington. Johnny entrou com a ação no estado da Virginia, que é onde o Washington Post está sediado. Assim, as leis contra difamação são mais favoráveis aos queixosos do que na Califórnia, que é onde os dois moram. O julgamento será presidido pela juíza Penney Azcarate, e deve durar várias semanas. Contudo, as primeira declarações já ocorrerão na terça-feira. Tanto Depp quanto Heard devem testemunhar pessoalmente, enquanto outras testemunhas podem fazer isso por vídeo.

Essa não é a primeira vez que Johnny Depp e Amber Heard vão a tribunal. Ainda em 2016, Heard entrou com ordem de restrição contra o marido, em meio a alegações de abuso. O divórcio ocorreu em 2017. Nesse sentido, Depp perdeu um caso em Londres ao tentar processar o tabloide The Sun por retratá-lo como “espancador de mulheres”. O julgamento, por sua vez, revelou detalhes do relacionamento explosivo do casal, bem como a batalha do ator contra o álcool e as drogas.

Continua após a publicidade

Se você gostou dessa matéria, aproveite para conferir 10 motivos insanos pelos quais as pessoas já pediram o divórcio

Continua após a publicidade

Próxima página »

Escolhidas para você