O perigo real de Momo, a lenda urbana que viralizou no WhatsApp

Não é de agora que muitas histórias sem cabimento são divulgada pelo WhatsApp. Um bom exemplo disso é a lenda urbana da vez, de um ser sobrenatural chamado Momo, que já pegou muita gente por aí.

Ao que tudo indica, as pessoas recebem uma ligação de um número desconhecido. Junto com essa ligação, no WhatsApp, as vítimas recebem também uma imagem bizarra de Momo. O pior de tudo é que o suposto ser sobrenatural pode conversar em vários idiomas, inclusive o português.

O que é Momo?

Como toda lenda urbana, a história do demônio Momo, claro, não é real.

Sites explicam que a figura bizarra que está circulando de celular em celular por aí se trata de uma imagem que se popularizou na internet em 2016. Essa espécie de “mulher-pássaro” é uma escultura e pertence ao museu Vanilla Galleru, que fica no distrito de Ginza, em Tóquio, no Japão.

Como acontece o golpe?

Conforme especialistas, a história de Momo no WhatsApp começou com um suposto desafio nas redes sociais. Alguém acabou compartilhando o número de telefone +81435102539, dizendo que se tratava de um número amaldiçoado. O mais curioso de tudo é que o prefixo +81 indica um número do Japão.

No Twitter, usuários explicaram que quem liga desse número é o ser sobrenatural Momo.

Quem recebeu a ligação e a imagem no WhatsApp já apresentou vários tipos de reações. O mais comum é que a pessoa se assuste e fique com medo. Outros, no entanto, levam a história na brincadeira.

Qual o perigo real nessa história?

Agora, se você ainda não sabe qual pode ser o perigo real dessa história, é simples: tudo isso, na verdade, pode ser um golpe para roubar as informações pessoais dos usuário. Especialistas explicam que o desafio impor que você converse com Momo pelo WhatsApp e o fato dela responder em qualquer idioma só comprova as intenções duvidosas de quem criou essa história.

Aliás, a própria reação da suposta Momo já demonstra que existe algo errado por trás disso tudo. Assim que se contata a alguém, as respostas enviadas ao usuário se tratam de ameças violentas e de demonstrações de que “ela” tem acesso às informações pessoais da pessoa com quem conversa.

Camilo Gutiérrez, profissional em Segurança Cibernética da ESET, explica que hoje em dia é muito fácil conseguir o número das pessoas. O simples fato dos usuários divulgarem o celular no Facebook e no Instagram, por exemplo, já possibilita uma série inimaginável de golpes.

Por isso é tão importante manter as contas nas redes sociais fechadas ao público em geral e ter apenas pessoas conhecidas na lista de amigos.

O que fazer caso Momo entre em contato

Sobre o que fazer, caso você também seja “vítima” da Momo, a recomendação de especialistas é para que você resume imediatamente a manter conversas por ligação ou por mensagens.

Se possível, bloqueie o número para que ele não entre mais em contato com você por ligação ou pelo WhatsApp, já que sua privacidade pode estar em risco.

E então, você já tinha ouvido falar sobre essa história? Você já foi vítima de Momo ou conhece alguém que tenha sido? Não deixe de nos contar!

Agora, falando em golpes, você deveria conferir também esse outro post: Teste do gênero oposto no Facebook é golpe para roubar seus dados.

Fonte: Fatos Desconhecidos