Curiosidades

Afinal, o que é bacalhau? Descubra como os noruegueses explicam

O bacalhau dá nome a um tipo de peixe que faz parte da dieta humana há séculos por causa de sua saborosa carne branca.

O bacalhau é uma das opções de peixe mais comuns e populares  que colocamos nos nossos pratos, sobretudo durante a Semana Santa. Com carne grossa que se desfaz em pedaços suculentos e pequenos e um sabor suave que complementa praticamente qualquer sabor, é um ingrediente versátil, amado até pelos comedores mais avessos a peixe. Mas, afinal o que é bacalhau?

O caderno de gastronomia do jornal Estadão foi até a Noruega nos trazer respostas sobre esse curioso pescado. Vamos conferir!

O que é bacalhau?

Em primeiro lugar, não existe uma espécie de peixe chamada bacalhau. Em outras palavras, o nome bacalhau é dado a três espécies diferentes, Gadus morhua, Gadus macrocephalus e Gadus ogac, após passarem por um processo de salga e secagem.

O bacalhau é encontrado em regiões de águas profundas e frias do Pacífico e do norte do Oceano Atlântico. Aliás, a maior população mundial de bacalhau está no Atlântico Nordeste. Ele tem um período de desova que começa em março e abril.

Continua após a publicidade

Famoso prato português (não seria norueguês?)

Este prato português é mundialmente famoso por causa da sua carne que possui sabor suave e denso, e inclusive tem muitos nutrientes e vitaminas vitais, como ácidos graxos ômega-3, vitamina A, D e E.

Depois de pescado, o peixe é limpo, salgado e curado por um período que pode variar de um mês a um ano. Após estes processos, retira-se o excesso de sal e seca-se o bacalhau, sem a cabeça pois essa parte do corpo dificultaria o processo.

O produto está agora pronto para consumir e para preparar inúmeras receitas tradicionais, depois de um curto processo de dessalinização e reidratação.

Apesar de sua herança portuguesa ser inquestionável, o bacalhau surgiu no tempo dos Vikings. Ao que parece, eles adquiriram o hábito de secar a carne do bacalhau que pescavam, para conservá-la por mais tempo durante suas viagens marítimas.

Continua após a publicidade

Isso aumentaria significativamente seu teor de proteína. Esta carne seca de bacalhau podia ser partida e comida como se fosse uma bolacha. Além de seu alto teor de proteína, é um alimento de baixo custo que deve ter chegado também às classes mais baixas entre os vikings.

Melhor bacalhau do mundo é da Noruega

Como têm feito há milhares de anos, o bacalhau das profundezas do gelado Mar de Barents migra mais de 1.000 quilômetros até as costas do norte da Noruega a cada inverno.

Esta viagem dá a estes bacalhau o nome viking skrei – que significa “o viajante”. Ao chegar à Noruega, o bacalhau skrei está no seu auge físico absoluto, com a carne mais fina e branca e a textura mais incrível. Portanto, ele leva a fama de melhor bacalhau do mundo.

O skrei norueguês não é apenas saboroso e versátil, mas também ganha facilmente o selo de “superalimento” em termos nutricionais.

Continua após a publicidade

Uma porção típica de skrei deve cobrir toda a ingestão diária recomendada de ômega-3, bem como muita vitamina A e B12, ligadas a um sistema imunológico forte, saúde cerebral e reprodutiva, para citar alguns. Skrei também é uma escolha incrivelmente magra, com 96% das calorias em uma porção sendo proteína.

Além disso, as unidades populacionais de bacalhau do mar de Barents, de onde é originário o skrei na Noruega, são as maiores do mundo e as pescarias são consideradas uma das mais sustentáveis ​​do mundo.

10 curiosidades sobre o bacalhau

1. O tamanho do bacalhau depende da espécie. No caso do macho, o peixe chega a atingir os 2 m de comprimento e pode pesar 96 Kg; as fêmeas, por sua vez, atingem um comprimento máximo de 1,5 m. Podem viver até 25 anos, atingindo a sua maturidade sexual entre os 2 e os 4 anos de idade.

2. A cor da parte de trás do corpo do peixe é geralmente marrom-esverdeada. O lado lateral do corpo é mais claro e a barriga é de cor branca.

Continua após a publicidade

3. O bacalhau tem três barbatanas dorsais, duas barbatanas anais e um par de barbatanas peitorais. Possui barbilhão em forma de barba no queixo, o que facilita a busca do alimento (funciona como órgão sensorial).

4. O bacalhau tem uma linha lateral branca que se estende desde a fenda branquial até à base da cauda. Ele detecta movimento, vibração e pressão da água circundante.

5. O bacalhau é carnívoro (come carne). Consome outros bacalhaus, galeotas, cavalas, arinca, moluscos, lulas e caranguejos.

6. Os bacalhaus são nadadores lentos que vivem em grandes grupos chamados cardumes.

Continua após a publicidade

7. Os bacalhaus podem viajar até 320 km para alcançar seus locais de reprodução durante a época de acasalamento.

8. A fêmea põe até 5 milhões de ovos. A maioria dos ovos será comida por diferentes tipos de peixes e outras criaturas marinhas.

9. A idade do bacalhau pode ser determinada pelo número de anéis que são visíveis na estrutura chamada otólito, localizada no crânio.

10. Por fim, existem três espécies de bacalhau: do Atlântico, do Oceano Pacífico e da Gronelândia. Das três espécies, apenas o bacalhau do Atlântico está listado como vulnerável (pode entrar em extinção no futuro próximo).

Continua após a publicidade

Depois de saber mais sobre o bacalhau leia também: Peixe marlim, o que é? Principais características da espécie popular

Próxima página »

Escolhidas para você