Saúde

O que é hérnia? Principais tipos, causas, sintomas e tratamento

Existem vários tipos de hérnia e ela ocorre quando parte de um órgão interno ou tecido salta através de uma área fraca do músculo, geralmente abdominal.

Por Adelina Lima

-

Você provavelmente já ouviu falar de hérnias, mas elas são bastante raras e geralmente não são graves. Em suma, a hérnia ocorre quando um de nossos órgãos internos empurra uma parede de músculo ou tecido que o mantém no lugar.

Geralmente, as hérnias costumam se desenvolver sem sintomas, então você pode nunca saber que tem uma. Por outro lado, algumas pessoas podem ver uma protuberância ou sentir pressão ou um pequeno desconforto. Além disso, em alguns casos também é comum dor no final do dia, ao ficar muito tempo em pé, durante a prática de exercício ou outras atividades cotidianas.

No entanto, se uma hérnia na área abdominal for grande o suficiente, o órgão protuberante pode ser estrangulado dentro do músculo ou das fibras do tecido, interrompendo o suprimento de sangue ou obstruindo o intestino. Como resultado, esta condição é mais séria e requer cirurgia de emergência.

Tipos de hérnia

O que é hérnia? Principais tipos, causas, sintomas e tratamento
Fonte: Pinterest

Inguinal: ocorre quando a gordura, o intestino ou a bexiga se projeta através da parede abdominal ou no canal inguinal na virilha. Este é de longe o tipo mais comum de hérnia na virilha e ocorre mais em homens.

Femoral: desenvolvem-se quando o intestino entra no canal que transporta a artéria femoral para a parte superior da coxa. Este tipo de hérnia na região da virilha é mais comum em mulheres.

Incisional: também chamada de hérnia ventral, este tipo aparece quando o intestino atravessa a parede abdominal no local da cirurgia abdominal anterior.

Umbilical: ocorre quando o intestino delgado passa pela parede abdominal próximo ao umbigo. Desse modo, elas são mais comuns em recém-nascidos e mulheres grávidas.

Hiatal: esse tipo de hérnia ocorre quando a parte superior do estômago se comprime através do hiato, isto é, uma abertura no diafragma por onde passa o esôfago.

Causas

Fonte: Pinterest

A rigor, todas as hérnias são causadas por uma combinação de pressão e uma abertura ou fraqueza do músculo ou fáscia. Dessa forma, a pressão empurra um órgão ou tecido através da abertura ou ponto fraco.

Às vezes, a fraqueza muscular está presente no nascimento; mais frequentemente, ocorre mais tardiamente. Qualquer coisa que cause um aumento na pressão com fraqueza muscular no abdômen pode causar uma hérnia, incluindo outros fatores como:

  • Levantar objetos pesados ​​sem estabilizar os músculos abdominais
  • Diarreia ou prisão de ventre
  • Tosse ou espirro persistente
  • Obesidade, má nutrição e tabagismo também podem enfraquecer os músculos e aumentar a probabilidade de hérnias.

Sintomas

Fonte: Pinterest

Os sinais e sintomas de hérnia incluem:

  • Nódulo ou protuberância na área, que se torna mais evidente quando você está de pé, especialmente se você tossir ou coçar
  • Sensação de queimação ou dor na protuberância
  • Dor ou desconforto especialmente ao se curvar, tossir ou levantar
  • Fraqueza ou pressão no local da hérnia
  • Obstrução intestinal, como náuseas e vômitos

Tratamento de hérnia

O que é hérnia? Principais tipos, causas, sintomas e tratamento
Fonte: Pinterest

Existem muitos tratamentos que oferecem alívio temporário da dor causada por uma hérnia, mas a cirurgia é a única cura. Dependendo do tipo de hérnia, os médicos recomendam o a cirurgia aberta ou laparoscópica.

Cirurgia aberta – neste caso, o cirurgião faz uma incisão diretamente sobre a hérnia e geralmente usa-se uma tela para fechar o orifício formado pela hérnia. Isso geralmente pode ser feito em ambulatório, sob anestesia local com sedação.

Cirurgia laparoscópica – o cirurgião insere pequenos tubos chamados portas no tecido abdominal, e a tela cirúrgica é colocada por esses tubos. Portanto, essa abordagem pode ser usada para hérnias da parede abdominal pequenas e grandes.

Embora alguns pacientes possam adiar o tratamento para evitar a cirurgia, isso pode estar atrasando o inevitável, ou seja, as hérnias nunca diminuem e nunca desaparecem por conta própria. Assim, a maioria dos pacientes opta pela cirurgia porque a dor e o desconforto se tornam insuportáveis.

Então, se gostou deste conteúdo, leia também: O que é um cisto? Definição, tipos, causas e tratamentos

Fontes: Tua Saúde, Hospital São Lucas, Amato

Fotos: Grupo Surgical, Pinterest

Próxima página »

Escolhidas para você