Mundo Animal

O que são aves de rapina? Espécies, características e curiosidades

Para entender o que são aves de rapina precisa-se conhecer algumas característica desse grupo de animais caçadores e extremamente ágeis.

Em primeiro lugar, para entender o que são aves de rapina precisa-se conhecer mais sobre os animais dessa categoria. Nesse sentido, as aves de rapina ou rapinantes são todas as espécies carnívoras. Mais ainda, são aquelas que compartilham determinadas adaptações para a caça ativa.

Desse modo, pode-se citar o bico curvo e afiado, garras fortes, voo poderoso e sentidos aguçados, como visão e audição. Sendo assim, são espécies extremamente ágeis na captura de seus alimentos. Ademais, predam animais como grandes artrópodes, peixes, anfíbios, pequenos mamíferos e pequenas aves.

No entanto, estima-se que cada agrupamento das aves de rapina tenha adaptação para caçar um tipo de animal, ou certo grupo deles. Geralmente, os especialistas determinam que as espécies das ordens Accipitriformes (águias e gaviões), Falconiformes (falcões), Cathartiformes (urubus) e Strigiformes (corujas), são as únicas aves da rapina na natureza.

Em contrapartida, existem outras espécies ocasionalmente incluídas nas listas ou estudos sobre aves de rapina. Como exemplo, pode-se citar os picanços, corvos ou as seriemas. Sobretudo, essa designação parte do estilo de vida predatório similar às aves de rapina clássicas e também a proximidade genética com as mesmas.

Continua após a publicidade

O que são aves de rapina? Espécies, características e curiosidades

Características das aves de rapina

A princípio, todas as aves de rapina são ágeis e eficientes quanto se trata de capturar suas presas. Ademais, o maior destaque consiste na visão aguçada, pois conseguem ver de 2 a 8 vezes mais que o ser humano. Desse modo, podem visualizar suas presas a dezenas de metros de altura e mergulhar diretamente sobre ela.

Portanto, são exímios caçadores naturais, de modo que a precisão da captura seja quase perfeita. Como exemplo, pode-se citar a águia-real, que consegue ver uma lebre a mais de 3km de distância. No geral, as espécies desse grupo apresentam olhos voltados para frente, o que gera uma visão binocular com ampla noção de distância e profundidade.

Como consequência, são capazes de calcular manobras aéreas e ataques contra suas presas, evitando que fujam. Mais ainda, as aves e rapina ou rapinantes contam com uma excelente audição, sendo capazes de distinguir o som de outros rapinantes ou uma presa machucada. Dessa forma, evitam competição por recursos e identificam suas vítimas em fuga.

Continua após a publicidade

Comumente, a característica de maior destaque e notoriedade são os bicos. A partir disso, pode-se diferenciar as aves de rapina de outras espécies semelhantes, porque elas apresentam bicos fortes, curvos e afiados. Em resumo, esse é o principal instrumento de capa, porque conseguem rasgar a carne durante a alimentação e matar suas presas.

Apesar disso, o formato do bico e o tamanho varia de acordo com o tipo de presa. Como citado anteriormente, cada espécie de ave de rapina apresenta uma adaptação para um tipo de presa, ou grupo de animais específicos. No entanto, todos os exemplares apresentam garras igualmente fortes e afiadas, sendo essa a principal ferramenta para capturar e matar suas presas ainda no ar.

O que são aves de rapina? Espécies, características e curiosidades

Curiosidades sobre os animais

Primeiramente, existem espécies como o falcão peregrino que chega a atingir uma velocidade de voo de até 268km/h. Ademais, a ave de rapina mais forte da Terra chama-se gavião real e existe somente no Brasil, na região da Amazônia. No geral, esses animais são extremamente respeitados pelos povos originários, que os veem como referencial de poder e vitória dentro de suas culturas e religiões.

Continua após a publicidade

Comumente, representam 10% das espécies de aves, e a maior parte habita a América Latina. Mais ainda, no Brasil existem cerca de 83 espécies diversas, que infelizmente corre, risco de extinção. Como exemplo pode-se citar o carcará, harpia, águia cinzenta, urubu-rei, falcão-mateiro e gavião-preto.

Além disso, as corujas são animais do grupo das aves de rapina. Nesse sentido, a maior coruja do mundo é ao bufo-real, com quase 2,76 metros de envergadura. Por outro lado, a menor ave de rapina do mundo chama-se falcãozinho asiático, que possui de 8 a 13 centímetros de comprimento e chegam a pesar cerca de 35 gramas.

Por fim, uma das espécies de aves de rapina mais curiosa chama-se quebra-ossos. Em resumo, esse animal espera que outros carnívoros devorem os animais para engolir somente os ossos que restam. Curiosamente, o tamanho não é um problema, porque essa ave é capaz de comer qualquer um.

E aí, aprendeu o que são aves de rapina? Então leia sobre Sangue doce, o que é? Qual a explicação da Ciência.

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você