Mundo Animal

Onde a coruja dorme? Significado da expressão e resposta real

No futebol, a expressão é utilizada para fazer referência à região próxima ao ângulo do gol; mas e na realidade, onde a coruja dorme?

Por P.H Mota

No futebol, a expressão “onde a coruja dorme” aparece sempre que um jogador chuta a bola próxima a um dos ângulos superiores do gol. Antes da popularização da expressão, também era comum o uso da versão “onde a coruja faz o ninho”.

No entanto, biologicamente falando, a expressão não está tão correta assim. Isso porque os hábitos de descanso das corujas possuem algumas particularidades que não combinam com a exposição do gol.

Sendo assim, vamos analisar um pouco da história da expressão e das características do sono dessas aves.

Origem da expressão

Onde a coruja dorme: significado da expressão e resposta real

Continua após a publicidade

A principal versão da história do uso de “onde a coruja dorme” começa nos anos 70. Durante um jogo em que o Palmeiras era favorito contra um time de menor expressão, fotógrafos ficaram atrás do gol do adversário esperando fazer uma boa imagem de gol.

Enquanto isso, o goleiro palmeirense tinha pouco trabalho no jogo e acabou se encostando numa das traves de braços cruzados, principalmente para se proteger do frio e da chuva daquela noite. Ao mesmo tempo, uma coruja pousou sobre o travessão, do outro lado o mesmo gol.

Foi aí então que o fotógrafo Domício Pinheiro decidiu ir até o outro lado do campo para fazer a imagem. De um lado, a coruja encolhida pela chuva; do outro, o goleiro entediado, mas também afetado pelo clima.

Com a popularização da foto, então, narradores passaram a referir-se ao ângulo como o local onde a coruja dorme, ajudando a eternizar o momento.

Continua após a publicidade

Onde a coruja dorme, de verdade

Onde a coruja dorme: significado da expressão e resposta real

Diferente da maioria das aves, as corujas dormem sozinhas, próximas aos ninhos e em galhos de árvores. No entanto, esse hábito é predominante somente durante as épocas de reprodução, em que há necessidade de proximidade dos filhotes.

Apesar disso, elas nunca dormem dentro dos ninhos. Isso porque são aves que geralmente não produzem seus próprios ninhos, utilizando os feitos por outras criaturas para colocar seus ovos.

Durante outros períodos do ano, a coruja dorme numa variedade de ambientes diferentes. Ainda que a maioria realmente escolha galhos de árvores, outras podem preferir dormir dentro de troncos vazios ou outros espaços fechados.

Continua após a publicidade

É comum, por exemplo, encontrar corujas dormindo dentro de chaminés, prédios desertos ou mesmo tocas no chão.

Sono peculiar

Onde a coruja dorme: significado da expressão e resposta real

Em alguns momentos, é possível encontrar corujas dormindo de uma forma extremamente particular (e assustadora, dependendo da situação). Na maioria dos casos, a coruja dorme em posição considerada normal, nos espaços já mencionados.

Entretanto, durante o início da vida, a posição pode ser inusitada. Isso porque algumas espécies possuem as cabeças tão grandes e pesadas, no início da vida, que o corpo não é capaz de suportar o peso delas durante o sono.

Continua após a publicidade

Sendo assim, alguns filhotes de coruja acabam caindo enquanto dormem, ficando deitados com a face voltada para o chão. Ainda que pareça que o animal está morto, a situação é normal para filhotes de algumas espécies.

Durante a vida adulta, entretanto, o peso da cabeça fica equilibrado com o do corpo, permitindo que a coruja durma de uma forma mais “normal”.

Próxima página »

Escolhidas para você