Curiosidades

Ovo de Páscoa: origem e simbologia

Os ovos de Páscoa são uma parte tradicional das celebrações modernas da Páscoa, mas você sabia que suas origens são rastreadas na África?

A ligação entre os ovos e a Páscoa evoluiu ao longo do tempo. Assim, o ovo tem sido um símbolo de nova vida e novos começos desde antes do cristianismo e tem significado simbólico para diferentes países e religiões, bem como em rituais pagãos. Mas, qual é a origem do ovo de Páscoa?

Acredita-se que a tradição de comer e decorar ovos cozidos na Páscoa começou há centenas de anos no Oriente Médio e na Ásia Oriental. Essa crença é baseada na descoberta de 60.000 anos de ovos de avestruz decorados na África.

Depois do Oriente Médio, a tradição do ovo de Páscoa se estende à Europa Oriental. Lá, essa tradição foi adotada pela Igreja Ortodoxa.

Vamos conferir as principais curiosidades sobre a origem do ovo de Páscoa e sua simbologia.

10 curiosidades sobre a origem do ovo de Páscoa e sua simbologia

1. Origem do ovo de Páscoa

A história da origem dos ovos de Páscoa começa na Europa Medieval, mas pode ou não ter se originado com os cristãos. Segundo alguns, os primeiros ovos de Páscoa pertenciam a uma tradição religiosa diferente.

2. Ovos de Páscoa e a primavera

A troca de ovos nos festivais da primavera era um costume antigo em muitas partes do mundo e os primeiros cristãos na Mesopotâmia tingiam ovos no período após a Páscoa. Esta prática foi adotada pelas igrejas ortodoxas antes de se espalhar pela Europa Ocidental.

Além disso, os anglo-saxões adoravam a deusa Ostara (deusa da fertilidade, amor e do renascimento na mitologia anglo-saxã) enquanto celebravam o equinócio da primavera, que demonstrava o renascimento da natureza após um inverno frio e estéril.

Eles geralmente comiam ovos no festival e até os enterravam no chão para promover a fertilidade entre as pessoas. Para os cristãos, os ovos de Páscoa simbolizavam a ressurreição de Jesus Cristo.

3. Início da tradição cristã

Os missionários cristãos nos países europeus procuraram integrar suas tradições da Semana Santa com esses festivais pagãos para incentivar os habitantes locais a se converterem.

Assim, eles queriam dar a essas tradições com ovos de Páscoa um novo significado que se concentrasse em suas crenças sobre a ressurreição. Ademais, também podemos celebrar a Páscoa com ovos por causa das restrições alimentares durante a época cristã da Quaresma.

Nos tempos modernos, os membros da igreja devem jejuar durante a Quaresma, abstendo-se de carne e refletir sobre o significado da Páscoa.

4. Símbolo de vida nova

Para os cristãos, o ovo é um símbolo de nova vida, assim como um pintinho pode sair do ovo. Os ovos foram vistos como símbolos de nova vida e fertilidade através dos tempos.

Acredita-se que, por esse motivo, muitas culturas antigas, incluindo os antigos egípcios, persas e romanos, usavam ovos durante os festivais da primavera.

5. Tradições do ovo de páscoa

Muitas tradições e práticas se formaram em torno dos ovos de Páscoa. Na Europa, um ovo era pendurado nas árvores do Ano Novo, nos mastros e nas árvores de São João no meio do verão.

De fato, todos concordavam em usar o ovo como símbolo das forças regenerativas da natureza. Mais tarde, durante o período cristão, acreditava-se que os ovos postos na Sexta-feira Santa, se mantidos por cem anos, teriam suas gemas transformadas em diamante.

6. Um ovo de chocolate já foi retido na alfândega

Acredita-se que primeira referência que temos de um ovo de chocolate remete a um que foi apreendido pela alfândega na Alemanha em 1862.

Pensava-se que era tão incomum e suspeito que acabou sendo devolvido à França, onde seu proprietário alemão havia originalmente comprou. Há referências a ovos de chocolate vendidos em lojas em Paris na época da Páscoa em 1864.

7. Ovos de chocolate decorados

Na década de 1870, a comunidade europeia iniciou a tradição de decorar o chocolate em forma de ovo de galinha. Posteriormente, no século XIX, os chocolates em forma de ovo de Páscoa começaram a aparecer na França e na Alemanha.

Continuando a tradição na Alemanha, quando a Rainha Vitória liderava a Grã-Bretanha, eles renovaram a tradição dos ovos de Páscoa de chocolate em forma de ovos de brinquedo. Desse modo, o brinquedo é coberto com um pano de cetim e cheio de presentes de Páscoa.

8. Troca de ovos como presentes ou tributos

Moradores das aldeias inglesas do século XIII traziam presentes de ovos de Páscoa para seus senhores senhoriais todos os feriados, e os ovos também se tornaram o que as pessoas davam à igreja como uma oferta especial na Sexta-feira Santa.

Há evidências de que esses ovos eram coloridos – especialmente vermelho, uma cor que se acredita significar alegria – para serem dados como presentes nos séculos XVI e XVII.

Além disso, os moradores de uma área do sudoeste da Inglaterra pagavam suas “quotas de Páscoa” com esses ovos. até o início do século XVIII, quando a nobreza mudou a forma de pagamento para dinheiro.

9. Cores e brincadeiras tradicionais

A coloração dos ovos é uma arte convencional bem como sua decoração que é feita de inúmeras formas. Os ovos também serviam para os pais entreterem as crianças nos jogos de férias.

Eles escondiam ovos para as crianças encontrarem e as crianças rolavam os ovos colina abaixo. Essas práticas vivem na famosa caça aos ovos de Páscoa.

10. Tipos de Ovos da Páscoa

Por fim, ovos de Páscoa de chocolate podem ser feitos em fábricas e padarias, como ovos industriais que são ocos e veem embrulhados em papel alumínio de cores vivas ou com estampas de marcas.

Alguns são delicadamente feitos com recheios diversos e são famosos como ovos de colher.

Conheça também a história do Coelho da Páscoa – Como surgiu e o que ele representa 

Próxima página »

Escolhidas para você