Mundo Animal

Por que existem pombos nas cidades?

Os pombos estão presentes todo o mundo, evoluindo como espécie e desafiando as concepções que temos de cidade como espaço exclusivo do homem.

Há inúmeros animais que se adaptaram à vida urbana. Os pombos, em particular, foram bem sucedidos nisso e parecem estar aumentando a cada dia. Hoje, de fato, existem mais de 400 milhões de pombos nas diversas cidades do mundo.

Essas aves usaram sua inteligência para se adaptar incrivelmente bem à vida em ambientes urbanos e prosperar onde os humanos vivem. Assim, eles costumam viver em praças, prédios e monumentos, muitas vezes causando indiferença para alguns e incômodo e rejeição para outros.

Por que existem tantos pombos nas cidades?

Os pombos mais comuns são as espécies Columba livia, que crescem e se reproduzem com muita facilidade nas cidades, pois são capazes de encontrar a água e os alimentos necessários para sobreviver e os locais ideais para nidificar e se proteger.

É por isso que os pombos não precisam de alimentos fornecidos direta ou indiretamente por humanos, pois isso pode levar a outros problemas de saúde pública. E também devido a essa facilidade de reprodução e alimentação é que existem tantas dessas aves nas ruas.

Continua após a publicidade

De onde saíram tantos pombos?

Acredita-se que o pombo-doméstico ou pombo-comum vieram da Europa para América no século XVII. Desse modo, os europeus trouxeram essas aves para o continente americano para criá-las como hobby ou como alimento.

Contudo, algumas aves escaparam e chegaram às cidades, onde encontraram nas praças e edifícios um substituto para as falésias em que se aninhavam na selva.

Ao contrário de outras espécies de aves com dietas especializadas, o pombo-comum é capaz de sobreviver com praticamente qualquer fonte de alimento, e isso inclui lixo e restos gerados pelos humanos.

Quais os problemas que esses animais podem causar nas cidades?

A exposição a essas aves e, principalmente, aos seus excrementos infectados por fungos e bactérias, pode causar doenças pulmonares graves.

Continua após a publicidade

Assim, entre os agentes mais importantes que os pombos podem abrigar e transmitir ao homem, destacam-se bactérias do grupo Salmonella e Chlamydia; além de leveduras como o denominado Cryptococcus neoformans.

Além disso, não devemos esquecer que os pombos geralmente são portadores de ectoparasitas como piolhos e carrapatos.

Por fim, os danos não apontam apenas para a saúde, mas, embora esta seja a prioridade máxima, não devemos deixar de ter em conta os danos significativos que a sua presença causa tanto ao mobiliário urbano como ao patrimônio arquitetônico das cidades.

Fontes: Mega curioso, MD Controle de Pragas, Zona curiosa

Continua após a publicidade

Leia também:

Por qual motivo pássaros estão migrando para cidades?

Centenas de pássaros caem juntos do céu no México e vários morrem

Centenas de milhões de pássaros desapareceram da Europa desde 1980

Continua após a publicidade

Beija-flor – Características e fatos sobre o menor pássaro do mundo

Conheça o pássaro zumbi: ele se alimenta de cérebros

Pássaros soltam pum? Conheça o banco de dados sobre o peido animal

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você