Ciência & Tecnologia

Primeira mulher no espaço: história da russa Valentina Tereshkova

Em 1963, Valentina Tereshkova participou de uma missão espacial russa e tornou-se a primeira mulher no espaço, em meio à Guerra Fria.

Por P.H Mota

Valentina Tereshkova foi a primeira mulher no espaço, depois de participar de uma série projetos especiais de treinamentos soviéticos. Assim que perceberam que os rivais dos Estados Unidos não investiam em astronautas mulheres, os soviéticos decidiram treinar uma equipe feminina para a realização.

Aos 26 anos, em 16 de junho de 1963, Valentina viajou sozinha, e comandou a nave Vostok 6 ao longo de 71 horas. Durante a viagem, a nave realizou 48 voltas ao redor do planeta Terra.

Além de entrar para a história, a cosmonauta ajudou a fortalecer o nome da União Soviética na corrida espacial. Isso porque o país enviou os primeiros satélite, animal, homem e mulher ao espaço.

História de Valentina Tereshkova

Primeira mulher no espaço - a história da russa Valentina Tereshkova
Hush Kit

Valentina nasceu no dia 6 de março de 1937, numa fazenda a cerca de 300 km de Moscou. Aos 16 anos, ela precisou abandonar a escola para trabalhar ajudando os pais, trabalhadores operários e rurais. No entanto, a jovem continuou a se dedicar aos estudos, por meio de cursos de correspondência.

Desde cedo, ela já gostava de se aventurar, o que ajudou a ingressar num clube de paraquedistas amadores ainda jovem. Aos 22 anos, fez seu primeiro salto, o que também pode ser considerado um dos primeiros passos na missão para se tornar a primeira mulher no espaço.

Em 1961, o diretor do programa espacial soviético Sergei Korolev anunciou os planos de enviar uma mulher ao espaço e Valentina começou sua preparação. Um ano mais tarde, ela foi selecionada para o programa comandado por Yuri Gagarin, o primeiro homem a ir ao espaço.

Continua após a publicidade

Escolha da primeira mulher no espaço

Primeira mulher no espaço - a história da russa Valentina Tereshkova
Science Photo Library

Apesar de integrar o programa de cosmonautas mulheres, Valentina não estava sozinha. A jovem fazia parte de um grupo com outras quatro mulheres, mas se destacava pela experiência com paraquedismo. Ainda que tivesse abandonado a escola e carregasse menos experiência acadêmica, os 163 saltos ajudaram no seu destaque.

Ao todo, o treinamento do grupo de mulheres durou cerca de sete meses, incluindo testes físicos, de pilotagem de jatos e de isolamento. Inicialmente, o plano era enviar mais uma cosmonauta, mas os soviéticos decidiram que apenas uma delas seria a primeira mulher no espaço.

Após o longo período de testes, Valentina Tereshkova tornou-se uma das favoritas, ao lado de Valentina Ponomaryova. No entanto, Ponomaryova foi deixada de lado por incomodar os chefes do programa com suas opiniões consideradas feministas demais. Para o seu lugar, foi selecionado um homem: Valery Bykovsky.

Missão espacial

Primeira mulher no espaço - a história da russa Valentina Tereshkova
Space Legal Issues

O lançamento da nave Voltok 6 ocorreu dois dias após o lançamento da Voltok 5, pilotada por Valery Bykovsky. No dia 16 de junho de 1963, então, Valentina Tereshkova tornou-se oficialmente a primeira mulher no espaço.

A paraquedista soviética deu a volta na órbita da Terra 48 vezes, num período de quase três dias – 71 horas. Logo após seu retorno, apresentou uma série de fotografias do horizonte espacial e recebeu o tratamento de uma verdadeira heroína nacional.

Além de condecorada na União Soviética, a cosmonauta recebeu o título de a Ordem de Lênin e a medalha Estrela de Ouro. Além disso, seu rosto foi estampado em selos e diversos monumentos pelo país. Uma das estátuas em sua homenagem, em que está com o traje espacial e os braços abertos, está localizada no local de seu pouso .

Continua após a publicidade

Fontes: Aprimorar Conhecimentos, Exame, Recreio, Guia do Estudante

Imagens: Canal Tech, Space Legal Issues, Science Photo Library, Hush Kit

Próxima página »

Escolhidas para você