História

Como eram os primeiros seres humanos que habitaram a Terra?

Nascidos na África, os primeiros seres humanos que habitaram a Terra foram guiados por períodos de migração que os espalharam pelo mundo.

Por P.H Mota

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra surgiram a partir de hominídeos que incluíam o gênero australopithecus. Dentro desse grupo, estavam dois que provavelmente já caminhavam sobre dois pés, entre 4,2 e 3 milhões de anos atrás (australopithecus animensis e australopithecus afarensis).

O gênero Homo só teve os primeiros seres pelo planeta a partir de cerca de 2,4 milhões ano. Nesse período, os Homo habilis se destacavam por fabricar instrumentos a partir da pedra, além de desenvolverem uma forma de comunicação rudimentar que já pode ser vista como uma linguagem primitiva.

A partir daí, então, o Homo erectus se espalhou por praticamente todo o mundo. Entre 1,8 milhões e 300 mill anos, África, Europa, Ásia e Oceania já eram tomadas por criaturas da espécie. Além de produzir ferramentas mais precisas que os Homo habilis, os Homo erectus também tinham uma linguagem mais polida e eram capazes de dominar o fogo.

Do Homo erectus, surgiu o Homo sapiens, ou os primeiros seres humanos modernos. Por algum tempo, a espécie também conviveu com os Homo neanderthalensis, que também tinham hábitos mais sofisticados, mas foram exterminados do planeta por volta de 30 mil anos atrás.

Continua após a publicidade

Onde surgiram os primeiros seres humanos?

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Vegazeta

Pesquisas arqueológicas apontam que o local de origem dos primeiros seres humanos que habitaram a Terra é uma região ao sul do Rio Zambeze, no norte da atual Botsuana, na África. Atualmente tomada por salinas, a região já foi lar de um enorme lago.

De acordo com as principais teorias, nossos ancestrais nasceram ali, por volta de 200 mil anos atrás. A vida continuou no local por milênios, até que 70 mil anos depois o clima mudou e as populações foram obrigadas a migrar.

Segundo um artigo publicado na revista científica Nature, esses grupos com os primeiros seres humanos começaram a se deslocar por terrenos com terras férteis, chamados de corredores verdes. Dessa maneira, eventualmente a migração levou as populações para fora da África.

Berço da civilização

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Vegazeta

De acordo com a professora Vanessa Hayes, geneticista do Instituto Garvan de Pesquisa Médica na Austrália, a informação que primeiros seres humanos que habitaram a Terra surgiram na África já era um consenso científico. Entretanto, a dúvida sobre a localização exata do desenvolvimento ainda é um debate entre pesquisadores.

Continua após a publicidade

Por causa disso, as conclusões da pesquisa ainda despertam algum ceticismo entre pesquisadores que exigem mais indícios do fato.

A área apontada por Hayes faz parte de um imenso sistema de lagos da África, conhecido como Lago Makgadikgadi. Ainda que hoje sua composição seja de salinas, já foi muito úmida e exuberante, no passado.

Segundo a pesquisa, as primeiras ondas de migração começaram por volta de 130 e 110 mil anos. Isso porque, na época, as comunidades dos primeiros seres humanos que habitaram a terra, viram uma forte mudança no regime de chuvas locais.

Dessa maneira, os primeiras migrantes saíram da região, rumo à nordeste. Mais tarde, uma segunda onda enviou novas populações para as regiões à sudoeste do lago. Apesar disso, um terceiro grupo permaneceu no local, onde vive até hoje.

Continua após a publicidade

História dos primeiros seres humanos

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Ati

Para estabelecer esse cenário, a pesquisa considerou o rastreamento genético da árvore genealógica humana. Para isso, portanto, analisou centenas de amostras de DNA mitocondrial de africanos vivos.

Esse DNA representa o fragmento passado por gerações a partir da linhagem materna, ou seja, de mãe para filho.

A partir da combinação dos dados com informações geológicas, bem como simulações climáticas digitais, o grupo de pesquisadores foi capaz de estimar as condições do continente africano no período.

No entanto, outras vertentes de pesquisa defendem que informações do DNA mitocondrial não são suficientes para estabelecer o berço dos primeiros seres humanos do planeta. De acordo com o professor Chris Stringer, do Museu de História Natural de Londres, a evolução foi um processo mais complexo que precisa de outras análises.

Continua após a publicidade

Ele defende que, com base nas distribuições mitocondriais modernas, seria possível apontar vários berços da humanidade, ao invés de apenas um.

Primeiros seres humanos bípedes que habitaram a terra

Fonte: Hipercultura

O professor ainda comenta um outro estudo que discorre sobre a evolução do Homo erectus. Evidências mais recentes sugerem que a espécie viveu até pouco mais de 100 mil anos atrás, em partes da Indonésia.

Sendo assim, a espécie ainda caminhava sobre nosso planeta durante um período em que os Homo sapiens já estavam bem estabelecidos.

De acordo com os autores do estudo, os fósseis possuem entre 117 e 108 mil anos, o registro mais recente de Homo erectus de toda a história. A partir daí, os pesquisadores defendem que os restos mortais encontrados na Ilha de Java podem ser resultados de um lahar rio acima.

Continua após a publicidade

Em javanês, lahar significa a lama que desce pela encosta do vulcão após uma erupção ou fortes tempestades locais.

Segundo o professor Chris Stringer, que não participou do estudo, “É uma idade muito jovem para esses fósseis de Homo erectus de aparência primitiva, e determina que as espécies continuaram em Java por muito mais de um milhão de anos.”

Escala de evolução dos seres humanos

Homo habilis

Fonte: Hipercultura

Em meados do século 20, os pesquisadores estavam começando a aceitar que os humanos evoluíram na África a partir de um antigo grupo de “povos macacos” chamados de australopitecos.

Em 1960, uma equipe de pesquisa em Olduvai Gorge, na Tanzânia, encontrou restos fósseis de uma espécie que parecia cair na lacuna entre os australopitecos e os humanos. Eles o chamaram de Homo habilis – identificando-o como a primeira espécie humana verdadeira a evoluir.

Continua após a publicidade

Entretanto, o Homo habilis se tornou uma espécie controversa. Alguns pesquisadores acham que era na verdade um australopiteco, visto que não parece ter sido adaptado para caminhadas de longa distância, o que é indiscutivelmente uma característica humana definidora.

Suas habilidades de fabricação de ferramentas também são vistas como menos significativas, porque agora está claro que os australopitecos também produziam ferramentas de pedra.

Homo erectus

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Hipercultura

Ele é menos conhecido do que outros humanos extintos como os Neandertais, mas o Homo erectus era uma espécie imensamente importante. Ao contrário do H. habilis, não há dúvida de que o H. erectus parecia e se comportava de maneira humana.

Ele usou suas longas pernas para sair da África e se espalhar pela Eurásia, tornando-se a primeira espécie humana conhecida a ter migrado por longas distâncias. Provavelmente também foi o primeiro humano a aprender como controlar o fogo. Além disso, pode ter sido o primeiro a cozinhar também.

Continua após a publicidade

Homo neanderthalensis (o Neandertal)

Fonte: Hipercultura

Os neandertais são os mais famosos de todas as espécies humanas extintas, provavelmente uma consequência do fato de terem sido a primeira espécie humana antiga a ser descoberta por cientistas, quase 200 anos atrás – várias décadas antes de Darwin apresentar sua teoria da evolução por seleção natural.

Além disso, os neandertais também são os mais conhecidos das espécies humanas extintas: os pesquisadores já encontraram ossos de centenas de neandertais em países da Europa, Ásia Ocidental e Ásia Central.

O Homo neanderthalensis é às vezes rotulado de “primo” de nossa espécie, Homo sapiens. Ambas as espécies parecem ter compartilhado a mesma espécie “parental” – um ser humano primitivo que alguns pesquisadores chamam de Homo heidelbergensis, que, por sua vez, era provavelmente descendente de H. erectus .

Os neandertais fabricavam ferramentas sofisticadas de pedra e osso. Os pesquisadores sabem há anos que os neandertais podem controlar o fogo, talvez tirando proveito dos incêndios provocados por raios.

Continua após a publicidade

Por fim, os neandertais também se automedicavam e faziam arte . Essas descobertas sugerem que os neandertais eram mais avançados cognitivamente do que se acreditava antes.

Os Denisovanos

Fonte: Hipercultura

Os denisovanos são talvez os mais importantes pela forma como foram descobertos. Todos os outros humanos extintos são o que os pesquisadores chamam de “morfoespécies”. Ou seja, sabemos que eram espécies distintas porque seus esqueletos parecem diferentes dos nossos e dos esqueletos de outras espécies humanas extintas.

Os denisovanos são diferentes. Não sabemos quase nada sobre seus esqueletos, sua aparência ou como se comportavam. Na verdade, os denisovanos foram “descobertos” em um laboratório de genética.

Com os avanços no sequenciamento genético, os pesquisadores agora podem extrair e sequenciar DNA humano de ossos com centenas de milhares de anos. Em 2010, os pesquisadores analisaram amostras de DNA retiradas de fragmentos de dentes e ossos humanos de 50.000 anos encontrados em uma caverna na Sibéria.

Continua após a publicidade

Dada a idade e o local onde foram encontrados, presumia-se que o DNA corresponderia a sequências de Neandertais conhecidas. Não era – ele pertencia a uma população de humanos que, de acordo com as estimativas mais recentes, compartilhou um ancestral com os Neandertais, talvez 765.000 anos atrás .

Esta população é agora conhecida como Denisovanos. Em parte porque sabemos tão pouco sobre eles, ainda há alguma relutância em dar-lhes um nome científico completo.

Homo floresiensis

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Hipercultura

O Homo floresiensis foi, e continua a ser, um quebra-cabeça evolucionário. Ele tinha uma estranha mistura de características – um corpo curto, pés excepcionalmente longos e um cérebro surpreendentemente minúsculo.

Essas são características distintas da espécie primitiva de humano que vagou pela África há cerca de 2 milhões de anos, quando os humanos evoluíram dos australopitecos.

Continua após a publicidade

Contudo, o H. floresiensis viveu milhares de quilômetros a leste da África, estava vivo há apenas 50.000 anos e parece ter se comportado como um ser humano avançado em termos de sua capacidade de controlar o fogo e cozinhar alimentos .

Ainda não há um consenso claro sobre como o H. floresiensis se encaixa na árvore evolutiva humana. Alguns pesquisadores acham que é uma estranha variante do H. erectus que ficou encalhada na ilha de Flores e evoluiu rapidamente para uma espécie pequena e de cérebro pequeno. Outros pensam que há uma ligação evolutiva direta entre H. floresiensis e H. habilis.

Homo naledi

Os primeiros seres humanos que habitaram a Terra: quem eram eles
Fonte: Hipercultura

Uma década depois que os cientistas descobriram o H. floresiensis, outra espécie igualmente notável foi adicionada à árvore genealógica humana. O Homo naledi tinha uma estranha mistura de características, com algumas partes de seu esqueleto indistinguíveis das de pessoas vivas, enquanto outras partes pareciam de animais como macacos.

Ele também tinha um cérebro um pouco maior do que o de um chimpanzé, mas parece ter sido capaz de um comportamento sofisticado e moderno de humanos – mais notavelmente, há algumas evidências de que a espécie deliberadamente descartou seus mortos em uma câmara de rocha.

Continua após a publicidade

Como tal, muitas pessoas previram que o H. naledi viveu mais ou menos na mesma época que o H. habilis e provavelmente foi extinto há mais de um milhão de anos, à medida que humanos mais avançados como o H. erectus o venceram.

Homo sapiens

Fonte: Hipercultura

A importância de nossa espécie humana moderna é óbvia. Apesar de toda a engenhosidade da espécie humana anterior, nenhuma parece ter sido capaz de competir com a sofisticação tecnológica e artística de nossa espécie.

Em um nível físico, nossa espécie pode não ter parecido muito diferente de espécies humanas antigas como os Neandertais – as duas espécies até cruzaram.

Todavia, as diferenças emocionais e intelectuais podem ajudar muito a explicar por que todas as outras espécies humanas antigas que sobreviveram para ver os humanos modernos foram extintas poucos milhares de anos após o primeiro contato. Por volta de 40.000 anos atrás, nossa era a última espécie humana sobrevivente na Terra.

Continua após a publicidade

Agora que você sabe quem foram os primeiros seres humanos que habitaram a terra, leia também: O que significa Neandertal? Origem, características e como viviam.

Próxima página »

Escolhidas para você