Curiosidades

Baphomet: o que é e qual é a relação com a maçonaria?

A representação mais comum de Baphomet é com cabeça de bode, corpo de homem e asas, e sua história possui diversas versões.

Quem não viu em sua vida esta famosa figura: um bode humanóide de barba e com asas, um par de seios e uma tocha no meio de seus dois grandes chifres? Ao longo da história do ocultismo ocidental, o nome do misterioso Baphomet é invocado em todas as épocas e em diferentes momentos da história.

Embora existam menções a esta figura na Idade Média no século XI, tornou-se popular a partir do século XX. É um símbolo associado ao ocultismo, magia ritual, feitiçaria, satanismo, esoterismo e até a maçonaria.

Em suma, a representação moderna de Baphomet parece ter suas raízes em várias fontes antigas, mas principalmente em deuses pagãos. Vamos saber mais sobre ele abaixo.

O que significa a palavra “Baphomet”?

Uma teoria nos diz que Baphomet é um antigo termo francês para a palavra “Maomé” (o profeta Maomé), significando que os Templários professavam o Islã.

Continua após a publicidade

Mais outra teoria diz que a palavra Baphomet significava “Deus” para os Templários, confundindo-a com o termo árabe “Abufihamat”, que significa “o Pai do entendimento”.

Também é chamado de bode-cabra andrógino de Mendes. De acordo com os cabalistas franceses, os Templários foram acusados ​​de adorar Baphomet e sofreram a morte por isso; mas esotericamente falando, esta palavra nunca significou “bode” ou “ídolo”.

No entanto, pode ter sido o mal-entendido (pelos acusadores) das palavras gregas “Baph” e “Metis”, que juntas significam “batismo de sabedoria”, provavelmente por isso o representavam com uma cabeça barbuda, simbolizando a cabeça de São João Batista.

História de Baphomet

Eliphas Levi

Desde 1856, o nome Baphomet tem sido associado à imagem do “Bode do Sábado” desenhada por Éliphas Lévi. Assim, ele contém elementos binários que representam a “simbolização do equilíbrio dos opostos”, como por exemplo, meio humano e meio animal, macho e fêmea, bem e mal, etc.

Continua após a publicidade

Por um lado, a intenção de Lévi era simbolizar seu conceito de equilíbrio que era essencial para sua noção magnética da Luz Astral. Em contrapartida, o Baphomet representa uma tradição que deve resultar em uma ordem social perfeita. Por isso, muitas vezes está relacionado à maçonaria.

Aleister Crowley

O Baphomet de Lévi se tornaria uma figura importante dentro da cosmologia de Thelema. Este é o sistema místico estabelecido por Aleister Crowley no início do século XX.

Desse modo, Baphomet aparece no Credo da Igreja Católica Gnóstica recitado pela congregação na Missa Gnóstica, na frase: “E creio na Serpente e no Leão, Mistério dos Mistérios, em Seu nome Baphomet”.

Além disso, em seu livro ‘Magik’, Crowley afirmou que Baphomet era um andrógino divino e “o hieróglifo da perfeição arcana”, visto como aquilo que reflete: “Como acima é refletido abaixo, ou Como acima, abaixo”.

Continua após a publicidade

Relação com a maçonaria

O evangelista cristão Jack Thomas Chick afirmou que Baphomet é um demônio adorado pelos maçons, daí o boato que associa satanismo a maçonaria.

Além disso, a crença moderna no demônio chifrudo conhecido como Satanás teve suas raízes em Baphomet e nas tentativas da Igreja de transformar o deus chifrudo da fertilidade em um símbolo do mal.

Aliás, símbolos pagãos de fertilidade, com seus respectivos chifres, ainda eram vistos nas tradicionais mesas americanas durante o feriado de Ação de Graças.

Por fim, a cornucópia ou chifre da fartura era uma homenagem à fertilidade de Baphomet. Esta, por sua vez, teve sua origem no mito de Zeus amamentado por uma cabra cujo chifre quebrou e milagrosamente transbordou de frutas.

Continua após a publicidade

Fontes: Uol, Madras

Leia também:

O que é maçonaria: como funciona, principais objetivos e segredos

Maçonaria feminina: origem e como funciona a sociedade de mulheres

Continua após a publicidade

Maçonaria, o que é, significado, mistérios e o que os maçons fazem

Nomes de demônios: figuras populares na demonologia

Deuses do submundo: 15 figuras mitológicas de diferentes culturas

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você