séries e filmes

Slasher: conheça melhor esse subgênero do terror

De O Massacre da Serra Elétrica a Hora do Pesadelo, o slasher é responsável por muitos filmes clássicos da história do terror.

Ao pensar em filmes de terror, os assassinos a sangue frio vêm à mente rapidamente. Estes últimos ganharam grande popularidade nos últimos tempos, posicionando o gênero de terror slasher entre os favoritos dos telespectadores.

O slasher teve suas origens em produções de baixo custo. Basicamente, se resume na ideia de que uma pessoa comum mascarada matando muitas pessoas. E esses filmes é ainda mais aterrorizante para muitos, principalmente por se passarem em ambientes baseados na realidade.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre esse subgênero de terror que ganhou o mundo do cinema.

O que é terror slasher?

O cinema slasher é um subgênero mítico do terror que nos deu grandes personagens da sétima arte. Apesar de ter começado com características bem definidas, ao longo do tempo foi se redefinindo e se transformando, a ponto de ser realmente difícil diferenciar seus limites.

Continua após a publicidade

Desse modo, de acordo com a definição mais estrita, pode-se dizer que o cinema slasher é um subgênero do cinema de terror no qual um psicopata mascarado mata um grupo de jovens ou adolescentes com uma faca, movido por um sentimento de raiva ou vingança.

Primeiros filmes slasher

Embora seja difícil encontrar uma origem clara, costuma-se dizer que os primórdios do subgênero slasher remontam aos filmes de terror da década de 1960, como Psicose (1960) ou Dementia 13 (1963). No entanto, Halloween (1978) é geralmente considerado o primeiro filme nesta categoria.

Sua época de maior sucesso foi ao longo dos anos 80, com títulos reconhecidos como Sexta-feira 13 (1980), Baile de Formatura (1980) e A Hora do Pesadelo (1984).

Nessa fase houve uma superexploração do gênero que levou o slasher ao declínio mais absoluto. Não foi até a chegada de Pânico (1996) quando ele experimentou uma revitalização.

Continua após a publicidade

O ano de 2003 também viu o tão esperado crossover entre dois personagens slasher históricos: Freddy vs. Jason reuniu dois dos vilões mais conhecidos do gênero: Freddy Krueger e Jason Voorhees.

Personagens mais emblemáticos do gênero

Jason de Sexta-feira 13

Jason é facilmente reconhecível por sua máscara de hóquei. Assim, ele ficou na mente de muitos espectadores ao redor do mundo, com Jason Voorhees sendo um homem gigantesco buscando vingar a morte de sua mãe Pamela.

Em ”Sexta-Feira 13”, vemos ele pela primeira vez fazer um atentado contra a vida de vários moradores de Camp Crystal Lake, aparecendo depois em um total de 12 filmes.

Equipado com um facão como arma principal, Jason é o matador de filmes que já exibiu várias das cenas mais sangrentas de seus filmes e que é, sem dúvida, um personagem de referência quando o assunto é terror slasher.

Continua após a publicidade

Freddy Krueger de A Hora do Pesadelo

Como uma criança que foi morta por seus pais, mas voltou como uma força natural que assombra os sonhos dos outros, Freddy é diferente de outros vilões do cinema, pois ele mata porque quer e está no controle total de suas ações.

Estando dentro dos sonhos das pessoas, Freddy pode mudar o ambiente à vontade, sendo capaz de transformar o palco em qualquer coisa, até mesmo em sua própria aparência.

Assim, Freddy se tornou um dos personagens mais assustadores do cinema, principalmente porque não há como escapar dele.

Ghostface de Pânico

Ao contrário de outros assassinos, que são uma pessoa em vários filmes, Ghostface é um vilão que governa por suas próprias regras. A franquia ”Pânico” derruba os estereótipos de gênero. Isso porque ela diz claramente ao público como sobreviver ao filme e surpreendendo-os fazendo exatamente o que eles achavam que aconteceria.

Continua após a publicidade

Ghostface é um símbolo das regras do cinema de terror, com a oposição de que ele é simplesmente um ser que não pode ser derrotado. Embora a cada filme uma nova pessoa represente o manto de Ghostface, são Billy Loomis e Stu Macher que introduziram as versões mais icônicas do personagem.

Michael Myers do filme Halloween

Enquanto Jason tem a criatividade e Freddy a personalidade, Michael Myers é considerado o assassino perfeito. O antagonista icônico da franquia ”Halloween”, é a figura de um humano que só existe para matar.

Em termos básicos, Michael é uma figura sem emoção e um assassino especialista em facas, realizando suas mortes de maneira simples, mas eficaz. O que o torna aterrorizante para muitos é que não é possível se relacionar com ele de forma alguma.

Aliás, ele simplesmente não tem humanidade ou motivações dentro dele para matar, então não há nada mais assustador do que esse ícone do terror slasher.

Continua após a publicidade

Fontes: IGN, Pipoca 3D

Leia também:

Terror para o Halloween – 13 filmes assustadores para fãs do gênero

A Hora do Pesadelo – Relembre uma das maiores franquias do terror

Continua após a publicidade

Darkflix – A rede de streaming brasileira de filmes terror

Os 30 melhores filmes de terror para tomar os piores sustos!

Frankenstein, a história por trás da criação deste clássico do terror

Filmes de terror para quem ama filmes de terror

Continua após a publicidade

Os 10 melhores filmes de terror que você nunca ouviu falar

Próxima página »

Escolhidas para você