Ciência & Tecnologia

Temperatura do corpo humano, qual é o número ideal?

A temperatura do corpo humano pode variar durante o dia, sendo que vários fatores podem causar essa variação, de hipertermia a hipotermia.

A temperatura do corpo humano é o resultado do equilíbrio entre, a capacidade do corpo em gerar ou absorver calor, para em seguida liberá-lo. Mas, para que todo o corpo funcione perfeitamente, a temperatura corporal deve-se manter em uma temperatura ideal.

Porém, vários fatores podem interferir na variação da temperatura do corpo humano, por exemplo, atividade física recente, alguns alimentos e líquidos, horário do dia, ciclo menstrual, etc.

No entanto, normalmente o corpo humano consegue manter sua temperatura, mesmo com pequenas variações, independente da temperatura ambiente, graças ao centro nervoso regulador, no hipotálamo. Mas, quando as variações são extremas, podem desregular o mecanismo de controle, causando a elevação ou diminuição da temperatura do corpo.

Portanto, quando há uma elevação da temperatura, o corpo começa a se aquecer demais, causando a hipertermia. Da mesma forma, quando a temperatura diminui bastante, o corpo perde calor, se resfriando, causando a hipotermia.

Tanto os dois extremos são prejudiciais à saúde, e em alguns casos, se não for cuidado a tempo, pode levar à morte.

Temperatura ideal

Imagem: Infoescola

De acordo com a Associação Médica Americana, a temperatura do corpo humano pode variar entre 36,5°C a 37,2°C, com possível oscilação de 0,6º durante o dia. Geralmente, começa o dia com uma temperatura mais baixa, e vai subindo ao longo do dia, chegando ao pico no início da noite.

Continua após a publicidade

Em casos quando a temperatura do corpo está entre 37,3ºC e 37,8ºC é um caso de febrícula, ou seja, um pequeno aumento da temperatura, porém, sem repercussões importantes no organismo.

Agora, quando a temperatura está acima de 37,8º, é considerado estado de febre ou hipertermia. Durante esse estado, alguns sintomas como, calafrios, transpiração e mal-estar, podem aparecer. No entanto, quando a temperatura corporal chega a 39º, pode causar confusão mental e delírios.

Em casos mais graves, acima de 40º, pode provocar convulsões, portanto, diante desse quadro, é necessário procurar por auxílio médico.

Como medir a temperatura

Imagem: Estadão

A temperatura do corpo humano pode ser medida em várias partes do corpo, por exemplo, na boca, nas axilas, no reto, sendo nas axilas a mais utilizada. E para uma medição mais precisa, um termômetro deve ser utilizado.

É normal que haja uma variação na temperatura, dependendo do local que for feita a aferição. Ou seja, nas axilas a média é entre 36,0º e 36,5°C, na boca a média é entre 36,0º e 37,4°e quando feita no reto, pode variar entre 36,0º e 37,5°C.

Causas da mudança de temperatura corporal

Imagem: Sete Lagoas

Geralmente, a mudança da temperatura corporal é causada por alguma doença infecciosa, que deve ser tratada com antibióticos. Mas, quando a causa for mais simples como, gripe e resfriado, o uso de um antitérmico ajuda a aliviar os sintomas.

Continua após a publicidade

Outros fatores como, alguns medicamentos, também pode causar mudança na temperatura do corpo. Por exemplo, antibióticos, narcóticos, barbitúricos, anti-histamínicos, etc.

No entanto, um ataque cardíaco, AVC, insolação ou queimaduras podem ter o mesmo efeito. Inclusive casos de artrite, hipertireoidismo e alguns tipos de câncer, também podem fazer subir a temperatura corporal.

Todavia, a temperatura do corpo também pode diminuir bastante, abaixo de 35º, causando hipotermia. Isso acontece quando, há uma exposição ao frio, choque, álcool, e uso de drogas.

Algumas doenças como, diabetes ou o hipotireoidismo, e doença infecciosa como a sepse, também podem afetar a temperatura corporal, fazendo com que diminua.

Temperatura do corpo humano: Hipertermia x Hipotermia

Imagem: UOL

A temperatura do corpo humano pode chegar a dois extremos, hipertermia ou hipotermia.

No caso da hipertermia ou febre, a temperatura aumenta, consequentemente aumentando o calor do corpo. Nesse caso, os vasos sanguíneos da pele se dilatam, fazendo com que o fluxo sanguíneo aumente.

Continua após a publicidade

Assim, o excesso de calor é levado à superfície da pele, provocando a produção do suor, que é uma tentativa do corpo em reequilibrar a temperatura corporal.

No caso de hipotermia, os vasos sanguíneos da pele se contraem desse modo, o fluxo de sangue para a pele fica bastante reduzido, na tentativa de conservando o calor. Quando uma pessoa está com hipotermia, as funções vitais do organismo ficam prejudicadas. Portanto, podendo causar, pés e mãos frios, dormência nos membros, perda de destreza e pouca energia.

Por isso, para gerar mais calor, o corpo tem reações como, arrepios e tremores que são tentativas naturais de reaquecer o corpo, elevando a temperatura.

O corpo humano não suporta uma grande variação em sua temperatura interna. Por exemplo, com temperaturas acima de 42º, as proteínas presentes no organismo começam a ferver, fazendo todo o corpo entrar em colapso.

Já em casos de baixa temperatura, o metabolismo tende a diminuir, em caso de a temperatura interna chegar a 20º, há risco de uma acontecer uma parada cardíaca irreversível. No entanto, em ambos os casos, hipertermia ou hipotermia, devem ser observados e cuidados o quanto antes, ou podem levar a morte.

Diminuição da temperatura do corpo humano

Imagem: Exame

De acordo com estudos, nos últimos 157 anos, a temperatura do corpo humano vem diminuindo uma média de 0,03º por década. No entanto, a temperatura corporal dos homens diminuíram mais do que a das mulheres. Enquanto que a temperatura dos homens teve uma queda de 0,59º, a das mulheres foi de 0,32º.

Continua após a publicidade

E a causa dessa diminuição da temperatura é simples, o ser humano não é o mesmo de quase dois séculos atrás, o estilo de vida mudou completamente.

Inclusive, o ambiente em que vivemos mudou, por exemplo, casas com ar condicionado, como a temperatura se mantem constante, o corpo não precisa gastar energia para manter a temperatura estável.

Com isso, o metabolismo ficou mais lento, consequentemente, a temperatura do corpo humano abaixou. E, provavelmente, continuará diminuindo, porque os pesquisadores afirmam que o ser humano está em constante evolução.

Se você gostou dessa matéria, veja também: Hipotermia: morrer de frio é possível e pode ser extremamente doloroso!

Fontes: Médico responde, ABC med, Curso aprendiz, UOL

Imagens: Orto ponto, Infoescola, Estadão, Exame, Sete Lagoas, UOL

Continua após a publicidade
Próxima página »

Escolhidas para você