Curiosidades

É verdade que já houve um tsunami no Brasil?

Um terremoto entre um 8,5 e 9 na escala Richter deixou Lisboa em ruínas em 1755, e essa destruição causou até um tsunami no Brasil.

Os tsunamis são um dos fenómenos da natureza mais catastróficos. As suas ondas movem-se a grande velocidade, com elevado transporte de massa, destruindo tudo o que se encontra no seu caminho. Mas, é mesmo verdade que um tsunami já aconteceu no Brasil? A resposta é sim, e neste artigo você vai entender quando ocorreu esse desastre.

Tudo começou em 1 de novembro de 1755, quando um grande terremoto destruiu Lisboa (Portugal) e abalou toda a Europa Ocidental. Ele gerou um enorme tsunami transoceânico que devastou as costas de Marrocos, Portugal e Espanha. Além disso, grandes ondas atingiram a Ilha da Madeira, Açores e até mesmo as Antilhas (Ilhas do Caribe), Canadá e Brasil.

Aliás, existem relatos através de cartas de época falando sobre o maremoto no Brasil. Essas cartas foram escritas pelo arcebispo da Bahia, pelos governadores de Pernambuco e da Paraíba e por um militar e estão no Arquivo Histórico Ultramarino de Lisboa.

Como ocorreu o terremoto em Lisboa?

É verdade que já houve um tsunami no Brasil?

Em suma, o terremoto de Lisboa de 1755 está entre as piores catástrofes que atingiram a Europa nos tempos modernos. Ele devastou o império português.

Durante as comemorações do Dia de Todos os Santos, em Lisboa no domingo, 1º de novembro por volta das 9h35, iniciou-se um leve tremor e veio do solo um estrondo, seguido por nove minutos de terra balançando que deixaram Lisboa em ruínas, a sua população imersa em caos e destruição.

Continua após a publicidade

Todas as principais igrejas de Lisboa ruíram, matando muitas das congregações. Além disso, o terremoto danificou mais de 80% das casas e deixou fraturas profundas por toda a cidade.

Mas menos de uma hora depois, eles assistiram com horror uma sucessão de ondas gigantes de até 10 metros de altura. Ou seja, após o terremoto, o tsunami atingiu o centro da cidade imediatamente. A água correu para o interior tão rápido que os residentes forçaram seus cavalos a galopar para chegar a lugares mais altos.

Em outros lugares da cidade, velas acesas para o feriado religioso se transformaram em um grande incêndio que causou ainda mais danos, lançando chamas a 30 metros de altura.

No final do dia, entre 10.000 e 100.000 pessoas morreram, em parte devido aos serviços médicos e mortuários rudimentares que a cidade tinha para ajudá-los.

Como o terremoto de 1755 provocou um tsunami no Brasil?

Contudo, Lisboa não foi o único local gravemente afetado. As vilas e cidades em todo o sul de Portugal foram abaladas pelo impacto. Assentamentos tão distantes quanto o Marrocos foram atingidos por ondas de 20 metros, instigadas pelas ondas de choque no fundo do oceano.

Continua após a publicidade

Do outro lado do Atlântico, a preciosa colônia de Portugal, o Brasil, sofreu pequenos tremores e ondas em uma pálida imitação da ruína que ocorria na metrópole.

Entretanto, a verdadeira extensão da catástrofe de 1755 nunca veio à luz. Ao longo dos séculos, muitos dos documentos relacionados ao impacto do evento foram perdidos, se é que algum dia eles existiram.

Como o terremoto de Lisboa impactou o mundo?

É verdade que já houve um tsunami no Brasil?

O terremoto de Lisboa 1755 não só mudou a Europa, mas também teve um impacto no mundo em geral. Por exemplo, as pessoas foram capazes de entender melhor o fenômeno.

No início, os portugueses pensaram que estavam a ser castigados por Deus, que o terremoto era da vontade divina. Mas durante o século XVIII, novas teorias começaram a surgir, o que levou aos primeiros estudos científicos sobre as origens dos terremotos. Esses foram os estudos que deram origem ao desenvolvimento da sismologia moderna.

No caso de Portugal, o Marquês de Pombal pediu aos sobreviventes do terramoto que respondessem a inquéritos sobre o evento. Nos levantamentos, o objetivo foi descobrir o tempo de duração do terremoto, os tipos de danos, entre outros.

Continua após a publicidade

Ademais, também aconteceu uma das primeiras ajudas internacionais, por conta do terremoto. Vários reinos europeus enviaram suprimentos e dinheiro para contribuir com a reconstrução da cidade.

Por que a hipótese de um outro tsunami deixou o país em alerta em 2021?

Os rumores de um novo tsunami no Brasil surgiram quando o vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma nas Ilhas Canárias, um arquipélago espanhol localizado na costa noroeste da África, entrou em erupção em 19 de setembro.

Desde a erupção, diversas teorias se espalharam na internet sobre o vulcão ativo. Entre essas teorias havia a de que o vulcão poderia causar o colapso da ilha, o que desencadearia um megatsunami que poderia atingir e dizimar a costa leste e atingir o Brasil.

Todavia, muitos especialistas na área explicaram que tal colapso e um megatsunami são incrivelmente improváveis. Além disso, um estudo científico de 2015 usou técnicas de modelagem realistas e de última geração para concluir que, se a ilha desabasse, o evento resultaria em um tsunami de apenas dois metros de altura.

Por fim, o Instituto de Vulcanologia das Ilhas Canárias também afirmou que seria necessário um terremoto incrivelmente poderoso, junto com uma erupção vulcânica muito mais explosiva do que o evento atual, para causar um colapso em grande escala na ilha.

Continua após a publicidade

Então, se gostou deste artigo sobre tsunami no Brasil, assista ao vídeo abaixo:

Não deixe de ler também: História do vulcão Cumbre Vieja, que começou a lançar “bomba de lava”

Próxima página »

Escolhidas para você