Mundo Animal

Vagalumes, como se acendem e por que brilham no escuro?

Nós ficamos encantados quando as luzes dos vagalumes se acendem, porém, você já se perguntou como isso acontece? Nós te contamos.

Infelizmente, quanto mais urbanos nos tornamos, menos contato com o mundo animal nós temos. Consequentemente, hoje em dia raramente damos de cara com os vagalumes. Certamente você também fica encantado quando encontra um desses animais. Quando ele acende a sua luz, todos ficam de queixo caído com o poder e beleza da natureza.

Ainda assim, você já se perguntou como aquele luz na bundinha do bichinho se acende? A resposta para essa pergunta é complexa. Os cientistas não conseguem explicar o motivo pelo qual o brilho do vagalume é intermitente. Apesar disso, eles já sabem de onde vem a luz, e o porque.

O que faz os vagalumes se acenderem?

Está curioso? Então finalmente você terá a sua resposta. A iluminação é uma consequência da ativação de cristais de ácido úrico de modo a formar uma espécie de camada reflexiva que faz com que o corpo do inseto seja iluminado. Essa camada combina oxigênio, adenosina trifosfato (ATP), uma enzima chamada luciferase e um pigmento conhecido como luciferina.

Marc Branham, professor assistente do departamento de Entomologia e Nematologia da Universidade da Flórida, afirma que a luz produzida pelos vagalumes é fria. Sem o calor, consequentemente não nos queimarmos quando tocamos. Além disso, isso garante a sobrevivência do inseto.

Qual o objetivo da luz?

Resultado de imagem para fireflies gif

Segundo pesquisadores da Escola de Medicina de Harvard e da Universidade Tufts, a luz dos vagalumes funciona a partir de impulsos nervosos. Eles funcionam para expelir predadores, já que alguns desses compostos químicos possuem odores prejudiciais a certos animais e ao próprio ser humano.

Outra função segundo a ciência, é o acasalamento. Eles brilham para chamar a atenção de outros vagalumes, levando a reprodução.

Os vagalumes possuem 2 mil variedades. Entre elas, varia-se o aspecto e o tamanho dos insetos, como também a velocidade com que eles piscam. Consequentemente, isso facilita para às diferentes espécies se comunicarem, se identificarem e encontrarem parceiros compatíveis para a reprodução.

Você gostou dessa matéria? Então você também vai gostar dessa: Formigas, 10 segredos incríveis que talvez você não sabia sobre elas

Fonte: Mega Curioso

Imagens: University of Rochester

Próxima página »

Escolhidas para você