Curiosidades

Adônis – Origem, história de amor com Afrodite e morte

Na mitologia grega, Adônis era conhecido pela beleza que despertou a paixão de Afrodite, a deusa do amor, e de Perséfone, deusa do submundo.

Adônis, na mitologia grega, faz referência aquele jovem com beleza expressiva e que, sobretudo, tinha relação com a terra. Mesmo assim, o nome Adon, em fenício, significa “Senhor”.

Sua lenda pode ser de origem oriental, no entanto, foi na Grécia que se desenvolveu sua história. Há relatos da sua ligação com os fenícios, devido ao fato deles terem sido agricultores e, por isso, sua associação com a terra.

Incesto – História do nascimento

Adônis - Origem, morte e a história de amor com Afrodite
Na mitologia Adônis era visto como referência para agricultores

Primeiramente, a lenda diz que Adônis é fruto da relação incestuosa entre sua irmã, Smirna (Mirra), e o próprio pai Téias, rei a Assíria. Basicamente, Afrodite, a Deusa do amor, queria se vingar de Mirra pela sua beleza. No entanto, a Deusa do amor armou para que Mirra entrasse no quarto de Téias, sem que ele percebesse quem era.

Após isso, Téias tentou matar a filha, que solicitou intervenção dos deuses, que, consequentemente, transformou-na em uma árvore. As gotas na árvore representavam as lágrimas de Mirra, que estava grávida do pai.  A partir disso, a mitologia diz que Adônis nasceu da casca dessa árvore. Entretanto, Afrodite ficou encantada pela sua beleza e o entregou aos cuidados de Perséfone, Deusa do submundo.

Perséfone, por sua vez, também se encantou com a beleza do jovem e, portanto, se recusou a devolvê-lo para Afrodite. A partir disso, Zeus definiu que Adônis passaria um quarto do ano com Perséfone, outros quatro meses com Afrodite e o restante dos meses com quem seu coração escolhesse. Como resultado disso, Adônis escolheu Afrodite.

Adônis e Afrodite

Já jovem, Adônis se apaixonou por Afrodite, e vice-versa. Fato que também foi descrito na lenda como vingança de Mirra. Com isso, enalteceu a fúria de Ares, Deus da guerra e filho de Zeus, que era apaixonado por Afrodite. Todavia, a história deles é cheia luxúria e também associada ao amor de Eros, Deus da paixão.

Continua após a publicidade

Uma das atividades que ele mais praticava era a caça. Com isso, Ares encontrou uma oportunidade de atacar o inimigo. Contudo, Adônis encontrou um javali, que foi enviado pelo Deus da guerra. Apesar de ter lutado com o animal, ferindo-o com um arco, Adônis foi atacado.

Adônis - Origem, morte e a história de amor com Afrodite
Obra de arte com a representação de Adônis e Afrodite

Morte de Adônis

Afrodite conseguiu escutar os gritos, porém não conseguiu salvá-lo da morte. Ademais, o sangue escorreu sobre rosas brancas que logo ficaram vermelhas. Não obstante, a Deusa do amor, por não suportar a dor de viver sem a sua paixão, resolveu fazer todos os anos uma cerimônia de celebração em sua memória.

Sendo assim, algumas cidades gregas, no Egito, Assíria, Pérsia e Chipre faziam a celebração pela morte prematura. Ainda assim, durante as cerimônias, as mulheres plantavam sementes que foram denominadas de jardim de Adônis. Contudo, rosas vermelhas e anêmonas nascidas do sangue do jovem eram plantadas. Diante disso, após a sua morte a alma de Adônis foi para o submundo onde reencontrou Perséfone.

Adônis - Origem, morte e a história de amor com Afrodite
Representação da morte junto às flores manchadas de sangue

Adônis e Perséfone

Certamente, a lenda diz que ele foi bem recebido pela Deusa, que o colocou em seu palácio. No entanto, Perséfone pertencia a Hades, Deus responsável pela administração das almas após a morte. Com isso, a Deusa do submundo, mesmo tendo o Deus Hades, passou a visitar Adônis e iniciaram um relacionamento.

Contudo, Afrodite tentou ir ao submundo para ter de volta seu amado, porém Perséfone a expulsa. Entretanto, a Deusa do amor, não aceitando a situação, resolveu acabar com amor que pudesse existir no mundo. Ainda assim, a história chegou até Hera, deusa da fidelidade e esposa de Zeus. No entanto, Hera pediu que ele tomasse alguma providência.

Não obstante, Zeus sugeriu a Hades e Perséfone que Adônis passasse um tempo no submundo, um terço do ano com Afrodite e o restante sozinho. Desta forma, o acordo foi feito entre eles. Porém, ele passava mais tempo com Perséfone já que ela ia à superfície visitar a mãe no mesmo período em que estava fora do submundo.

Continua após a publicidade

E então, o que achou da história? Venha conhecer também sobre Anúbis o Origem do deus dos mortos na mitologia egípicia 

Imagens: Santhatela Olimpo e Tróia The Met Museum Pinterest

Fonte: E Biografia Portal São Francisco MitologiaGrega

Próxima página »

Escolhidas para você